Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

life Inc.

Beauty & Lifestyle

Alerta! Post nerd :)

A semana passada fartámo-nos de aturar o pc portátil cá de casa e resolvemos tomar medidas drásticas, que é como quem diz, comprar um novo. Afinal, o bicho já tem quase 8 anos e está a dar as últimas. Sempre que preciso de trabalhar fora de casa é um suplício, sempre em modo arrastadeira... E agora deve existir qualquer tipo de mau contato entre o monitor e a motherboard e volta e meia começa a dar estática.

 

56b7981bb5c09.jpeg

Mas desengane-se quem achar que comprar um novo foi tarefa fácil. Eu preciso de um portátil com determinadas características, habitualmente só incorporadas em modelos de gaming... aqueles assim todos tunning e tal, o que para mim é simplesmente um horror, já que gosto de linhas clássicas e simples. Lá fiz das tripas coração e encomendámos o modelo escolhido, que nem sequer conseguimos ver ao vivo, porque a FNAC não o tinha disponível em loja... Pior, online não estavam descritas as características, por isso foi rezar que aquele fosse efetivamente a melhor versão daquele modelo porque a FNAC não é propriamente muito simpática no serviço pós-venda.

 

E chegou!!! Cheio de luzes no teclado e coisas brilhantes e tunning de ventoinhas... O que eu fiz primeiro? Ler as instruções para ver onde se desligavam as luzes verdes, amarelas e vermelhas do teclado! Ai vida!

 

Mas é tão rápido que aguento tudo!

1132849.png

xoxo

marta

 

 

O meu profissionalismo e o dos outros

Depois do stress causado pelas falhas de terceiros de que falei aqui acabei eu a fazer o trabalho dos outros. Ou era isso e ter as coisas prontas para me poder dedicar à festa de anos da mais nova ou protelar e correr o risco de chegar ao dia da entrega dos projetos e andar a tapar buracos nas últimas horas.

 

E esta situação toda pôs-me a pensar numa coisa que um cliente me disse há tempos. Não há falta de trabalho mas sim falta de pessoas competentes. E efetivamente se há coisa para a qual esta crise serviu foi para separar o trigo do joio.  Quem continuou a procurar trabalho, se adaptou, se modernizou e sobretudo soube fidelizar clientes, consegue agora ver os frutos desse esforço. Quem se deixou andar... passou à história. Não é que eu seja o supra-sumo da arquitetura mas caramba! Sou organizada, elaboro planos para conseguir cumprir os timings e sobretudo, sou realista. Não vou dizer que sim a 20 clientes ao mesmo tempo porque depois não consigo dar resposta a todos. Há que saber distribuir o trabalho e não aceitar tudo à toa. Ainda esta semana disse a um cliente que só podia aceitar o trabalho se pegasse nele apenas para a semana. Sim, corro o risco de as pessoas irem bater a outra porta mas até hoje sempre correu bem e até acho que os clientes encaram essa advertência como sinónimo de seriedade e profissionalismo.

 

Eu começo agora a ter retorno de anos anteriores e espero continuar a aumentar a carteira de clientes. A construção também tem visto algumas melhorias em termos de aumento de trabalho e isso é promissor. Nota-se também que as pessoas têm mais dinheiro em mãos e que querem investir no imobiliário, seja para uso próprio ou para alugar. Fazem mais obras e também estão mais informados sobre o papel do arquiteto, muito mais que há uns anos atrás. Juntamente com o boom do turismo surgiu também a especulação e agora qualquer pessoa quer investir em alojamento local e afins. Onde isto vai parar não sei mas que é bom para os arquitetos é. Os problemas que vislumbro no futuro incidem sobretudo com a desertificação dos centros históricos, porque se agora há imenso movimento relacionado com o turismo, tal não é certo daqui a uma década. Ora se para alojamento turistico se aposta sobretudo em T0 e T1, passando a moda ficaremos com tipologias demasiado pequenas para chamar as famílias para o centro.

 

E se há coisa que os promotores imobiliários que apostam no turismo têm em comum é a pressa. Quando compram ou arrendam para investir, querem começar logo a rentabilizar e quando há lugar a projeto as coisas ainda demoram. E infelizmente, as burocracias são tantas que desencorajam até os mais audazes. Ora vejam este disparate de projetos relativos ao centro histórico do Porto terem de ir a Lisboa para serem apreciados. Onde anda o simplex? Curiosamente, passados uns dias da notícia lá vieram garantir que os projetos iam passar a ser apreciados no Porto mas sei de fonte segura que tal ainda não está em vigor nem se sabe quando estará. As coisas não andam para a frente e é uma frustração.

 

E chego agora ao início deste post. Os técnicos - arquiteta, equipe de engenharia e outros intervenientes - sabem que o cliente tem pressa e precisa de cumprir prazos para poder candidatar-se a financiamentos. A maior parte da equipa coordena-se mas uma parte continua a leste e demora semana e meia a dar informações necessárias às outras partes. Para cúmulo, quando envia a informação é às três pancadas e incompleta. É a gozar, só pode. A gozar com quem leva o trabalho a sério e a gozar com o cliente. Não compreendo este método de trabalho (?!) e nem sei onde vai parar.

 

A entrega dos projetos é na quarta, aguardam-se cenas de próximos episódios. Também têm destes empatas na vossa vida?

 

xoxo

cindy

 

Este nosso Porto #3

Ontem partilhei no facebook o meu "passeio" pelo Porto. A verdade é que ter a maior parte das minhas obras concentradas na Baixa/Centro Histórico faz com que acabe por andar muito por aquela zona, o que é sem dúvida um privilégio.

20160412_140933.jpg20160412_140749.jpg20160412_141652.jpg20160412_163053.jpg

E ontem apanhei todos os estados meteorológicos possíveis, só faltou nevar. Chuva, vento forte, sol, trovoada, foi um fartote. Nem achei que estivesse frio, embora quando o vento se tornou mais forte tenha tido de me agasalhar mais. Aproveitei então para tomar um chocolate quente na Casa Grande Chocolatier, conhecem? É um espaço muito giro e muito bem situado, o chocolate quente é ótimo e o restante cardápio - bolachas, muffins, chocolates - também deve ser pelo ótimo aspeto que apresenta! Yummi! Aproveitei a pausa para organizar o trabalho do dia e responder a e-mails, esta é sem dúvida a grande virtude das novas tecnologias, possibilitar um escritório "portátil", para o bem e para o mal.

 

20160412_155100.jpg

Para além de passar nas minhas obras ainda fui ao Arquivo Histórico na Casa do Infante fazer de Indiana Jones em busca de uma planta perdida, da qual tenho uma cópia mas nenhuma alminha sabe onde anda! E não foi lá que a encontrei por isso a saga continua! Mistérioooooooooooooooooo

 

xoxo

cindy

Coisas que não entendo #23

Eu já sabia que ontem ia ser um dia atarefado, tinha imensas voltas a dar mas estava tudo encaminhado, embora com o tempo contado.

 

E até que correu bem até chegar à parte de ir entregar um processo e avisarem que faltava um relatório... que imagine-se, não estava na lista da documentação a entregar. Claro, eu sou adivinha e tinha de saber. Ah e tal há seis meses houve uma alteração mas como não queremos que isto se torne prática corrente não valia a pena alterar o requerimento. Oi?! Como assim?! 6 meses e acham que não valia a pena dar essa indicação?!

 

 

 

É por estas e por outras que não saímos da cêpa torta.

 

xoxo

cindy

 

 

Este nosso Porto #2

Esta semana temos tido sol - felizmente! - e tenho tido a sorte de andar na rua entre idas a obras e reuniões de trabalho. sabe-me tão bem aproveitar o sol e já só penso em calor, praia e modelitos mais frescos. Mas como ainda está frio qb, ainda tenho andado de casaco de malha atrás e tenho evitado apanhar sol direto senão já sei que é enxaqueca certa e constipação.

 

Mas o bem que me sabe usufruir deste meu Porto, tão mais bonito em dias de sol? Eu sei que com nevoeiro e cinzento fica mais misterioso mas eu gosto mesmo é de ver o rio a brilhar com o sol a bater! E nestas minhas incursões tenho descoberto recantos ainda desconhecidos para mim nesta cidade que ainda me consegue surpreender!

 

20160316_141519.jpg20160316_141511.jpg20160313_174402.jpg

Eu sei que há quem não goste de ver a cidade invadida pelos turistas mas quem se lembra da Ribeira e Baixa do Porto há uns anos, só pode rejubilar com este movimento e rebuliço pela cidade toda. Não há nada mais triste que ver ruas desertas e com tanto potencial. Felizmente, que o Porto tem desabrochado e sabido aproveitar a onda do turismo para se modernizar e anaçar no tempo. E nota-se que as pessoas gostam de acolher as gentes de outras bandas, dá gosto ver as senhoras de idade a dar indicações aos turistas numa língua muito própria! E eles seguem contentes!

 

xoxo

cindy

Coisas de Arquiteta!

Eu prometi a mim mesma desacelerar e tentar levar os dias com mais calma mas não tenho conseguido. O fato de as pessoas serem complicadas e pouco tolerantes tem transformado os meus dias em verdadeiras maratonas para ver quem apaga o fogo mais rápido e sinto-me desgastada. Porque é que não há bom senso e as pessoas não aceitam um meio termo? Santa paciência!

 

Mas como nem tudo pode ser mau, ontem tive uma bela surpresa de ver um projeto meu, ainda em fase de licenciamento, publicado na Homify! Estou lá registada enquanto Arquiteta e adoro o site porque consegue juntar num único espaço todas as áreas da construção. Querem ir lá espreitar e dizerem o que acham?

 

Sem Título.png

 

 

Estou a ficar famosa, é o que é.

 

xoxo

cindy

Este nosso Porto

Nestes últimos dias, fruto do muito trabalho, tenho andado mais a pé por este nosso Porto. Mesmo ainda estando constipada, sabe-me bem este solinho e calor que apareceram para dar o ar de sua graça neste verão de S. Martinho. A cidade está pejada de turistas, seja fim de semana ou dia útil e é engraçado de ver o quanto eles apreciam esta cidade.

 

Finalmente parece que a reabilitação ligada ao turismo arrancou em força e espero ter ainda mais novidades neste campo! Têm sido dias de visita a muitos edifícios no centro histórico, verdadeiras pérolas de história e arquitetura, a maior parte em muito mau estado. De tal modo, que às vezes só com muito esforço se pode imaginar qualquer coisa de boa que venha ali a surgir. Felizmente não me falta imaginação!

 

11220824_10200960393608391_2665711047437266797_n.j12190973_10200963940897071_1882548709561460846_n.j 20151110_112017.jpg20151110_120717.jpg20151110_112036.jpgLinda a minha cidade!

 

xoxo

cindy

 

De fugida!

Muito trabalho e pouco tempo para passar por aqui...

 

Tantas coisas para resolver e tantos telefonemas que sou por mim a desejar que o telemóvel não tivesse sido inventado! Por outro lado, os e-mails dão muito, muito jeito. É assim que gosto de trabalhar, e-mail para lá, e-mail para cá e assim fica tudo escrito e não se perde tempo ao telefone. Sobretudo quando os intervenientes são muitossssssssssssssssssssssssss!!! E são na sua maioria homens que simplesmente não entendem à primeira... Tendo em conta que estão duas mulheres ao comando - eu e outra - a coisa acelera mas há quem fique para trás! É mais ou menos isto!

 

1327881154651_1008707.png

 

 xoxo

cindy

Happy

Está sol, os passarinhos chilreiam, e o meu projeto de que falei aqui foi finalmente aprovado!!! OLARILA!!! Tardou mas ao menos foi positivo!!!

 

A ver se me lembro mais vezes disto quando ando em stress desvairado!

 

images.jpg

E finalmente posso deliciar-me com a parte dos acabamentos e pormenores que é o que eu mais gosto!

 

xoxo

cindy

 

 

 

Meet the Blogger

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Wholesale clothes, Clothing Wholesalers online from China,cheap korean clothes online WOOK - www.wook.pt
SweetCare - Saúde, Beleza e Cosmética