Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

life Inc.

Beauty & Lifestyle

Bélgica #4

Mais um passeio... desta vez fomos até Liége, na parte francesa da Bélgica. Uma cidade onde se nota bastante a influência francesa, principalmente a nível da arquitetura.

 

Andámos meios perdidos por lá à procura do centro histórico, até que desistimos e fomos ao sabor da corrente. Deparámo-nos com esta feira que se estendia ao longo de quilómetros pelas margens do rio e que curiosamente me fez lembrar as nossas feiras. Aliás, os modelitos de pronto-a-vestir era horrivelmente iguais. Na feira era notória a presença italiana, principalmente nas barraquinhas da comida! Era um cheirinho a salame e a queijo no ar...

 

 

Acabámos por voltar para a Praça principal e resolver apanhar o comboinho turístico para fazer o tour da cidade. Passámos no Posto de Turismo, onde mais uma vez tive de usar o meu franciú que foi bastante elogiado, já que era, segundo a senhora que nos atendeu, desprovido de sotaque. Que categoria!

 

Enquanto fazíamos horas, ainda deu para percorrer mais uma feirinha na zona.

 

 

 

Com o percurso do comboio ficámos a conhecer melhor a história da cidade e a ter maior percepção do seu crescimento. Entretanto acabou-se a bateria da máquina e portanto nada de fotos. Ficou por visitar a parte mais alta da cidade mas já eram horas de voltarmos para casa!

 

xoxo

cindy

 

Bélgica #3

E hoje falo-vos de Bruges!

 

Bruges, a "veneza do norte", cheia de canais e história. O centro histórico da cidade é Património Mundial da Unesco desde 2000 e é muito fácil perceber porquê já que conserva a grande parte do seu tecido e arquitetura medieval, com principal incidência do gótico.

 

 

Grote Markt

 

Campanário

 

É uma cidade que se percorre muito bem a pé, embora no dia da nossa visita estivesse a abarrotar de turistas. Afinal, era sábado. Mas lá conseguimos furar pela multidão e percorrer as ruinhas. Aqui e ali uma praça, um arco que nos levava a um jardim, um canal com patinhos, um museu... Mais uma vez, cuidado com as bicicletas! Nem com carrinho nos safámos de alguns encontros imediatos!

 

 

 

 

O que não podem deixar de fazer?

 

- Um passeio de barco pelos canais! Ao final da tarde lá fomos nós, de barquinho, com um guia so género " acho que tenho piada mas não tenho piada nenhuma". Uma pena, se fossemos uns lugares atrás na fila tinhamos apanhado o próximo barco conduzido por um guia bem mais jeitoso "à la Brad Pitt". Mas falava eu do passeio de barco. Permite ter uma visão geral da cidade e passa pelos pontos mais importantes. É giríssimo ver que muitas casas têm ancoradouros e estão centímetros acima da água. Deve ser fantástico ter uma casinha sobre o canal, com um terraço sobre as águas.

 

 

 

 

 

- Entrar numa chocolateria! Já vos falei aqui da imensidade de montras repletas de chocolate, é a loucura para os mais gulosos!

 

 

- Visitar uma loja de cerveja! O S. entrou numa que tinha mais de 11 mil variedades distintas!

 

- Visitar a Igreja de Nossa Senhora! Quem viu o Monuments Men, deve-se lembrar da referência a esta igreja e à úncia escultura de Miguel Ângelo que deixou Itália - a Virgem Maria com o Menino. Não vimos a escultura (pagava-se) mas a igreja é uma boa surpresa, embora esteja em obras.

 

 

 

Foi um belo passeio!

 

xoxo

cindy

 

Bélgica #2

Continuando o relato da nossa viagem...

 

Quarta feira de manhã lá fomos nós para o aeroporto. Miss Pinypon anda saída da casca e deu-nos bastante que fazer enquanto não embarcámos. Felizmente a hospedeira tinha-nos bloqueado o lugar do corredor da nossa fila e assim no avião tivemos 3 lugares à disposição para acalmar uma Pinypon muito chorosa e refilona. Foi mesmo para esquecer, chorou bastante durante o voo, depois no aeroporto de Bruxelas enquanto esperávamos pelas malas, que ainda por cima demoraram imenso. Enquanto esperávamos pelo irmão do S. lá se acalmou e a viagem de carro foi pacífica com ela a dormir uma soneca.

 

Ficámos instalados em Beerse, em casa do irmão do S., uma vila pacata e bastante pitoresca, com as suas casinhas de tijolo à vista e ruinhas estreitas, sempre com ciclovia associada. Adorei a arquitetura, há toda uma harmonia de conjunto, derivada da utilização do tijolo em várias tonalidades mas sempre presente. Raramente se vêm muros a separar as propriedades, apenas sebes e vegetação e isso agrada-me bastante. Já a questão das bicicletas por todo o lado confesso que me mete um bocado de confusão, não basta estarmos atentos aos carros e peões, ainda temos os ciclistas... que têm prioridade. Vamos numa rua pedonal, cuidado com as biclas! Vamos na estrada, cuidado com as biclas! Deve se ruma questão de hábito, como em tudo na vida.

 

Portanto, o resto do dia foi arrumar malas, jantar e chichi, cama. Estávamos preocupados que a Pinypon estranhasse mas sinceramente, esteve sempre bem como de costume, perfeitamente ambientada e bem disposta. Nem estranhou a claridade do quarto ( não se usam estores lá), dormiu sempre bem de noite e mesmo as sestas foram feitas às claras.

 

No dia seguinte era feriado nacional, pelo que ficámos por casa a recuperar da viagem. Os meus cunhados têm uma cadelinha e um coelhinho e foi o delírio total da pequenita enquanto lá estivemos. Acordava a chamar o auau, deitava-se a dizer xau ao auau. Adoro que ela goste tanto dos animais e espero ensiná-la a respeitá-los. Acho que no final da nossa estadia a cadela já nem a podia ver à frente :)

 

 

De tarde ainda deu para dar um mergulho na piscina. Aliás, Miss Pinypon estreou-se na arte de mergulhar, desiquilibrou-se dentro de água e lá foi ela. Ficou admirada a cuspir água e nem me largou mais, mas ainda deu para chapinar um bocado mal ela perdeu o medo. A ver se praticamos mais a arte de piscinar este verão. Só falta mesmo o calor.

 

Sexta, foi dia de ir levantar o carro de aluguer que iríamos usar nos próximos dias para passear. E de tarde, nada como ir passear até Eindhoven, na Holanda. Uma cidade agradável, com bastantes edifícios modernos construídos depois dos bombardeamentos da 2ª Guerra Mundial que deixou o centro histórico destruído. Imensos turistas e imenso movimento! Deixo-vos algumas fotos da cidade!

 

 

 

 

De seguida, Bruges!

 

xoxo

cindy

 

 

Bélgica #1

Começo esta série de posts a falar de... comida! Portanto, caso estejam de dieta podem passar à frente, não me responsabilizo pelos danos causados.

 

Antes de mais, os chocolates. Há chocolaterias por todo o lado, é uma loucura! Não fossem os preços algo proibitivos e tinha saído de lá a rebolar. A imaginação é o limite, há chocolates de todas as formas e feitios e dos mais variados sabores. Em Bruges há inclusivé o Museu do Chocolate! Aliás, em Bruges há uma chocolateria em cada esquina, com montras lindíssimas... Adorei mas lá resisti!

 

 

 

Resisti aos chocolates mas não resisti às gauffres! Que também estão por todo o lado e são servidas simples ou com variados toppings - chocolate, banana, morango, gelado, natas... Fiquei pela clássica gauffre com chocolate, estava boa mas não estava over the top.

 

 

Outro petisco belga - as fritures ( acho que escrevi bem). Batatas fritas bem quentinhas e estaladiças servidas com vários molhos. Provei e gostei. Mais uma vez, em Bruges têm o Museu da batata frita. Sempre pensei que as batatas fritas tivessem origem francesa, daí o nome french fries, mas pelos vistos disputam a origem com a Bélgica.

 

Claro que acabámos por trazer alguns chocolatinhos mas foi mais para oferecer que para consumo próprio.

 

 

Agora resta-nos retomar a nossa alimentação mediterrânica que estamos mesmo necessitados de um detox (sem sumos, atenção!).

 

 

 

xoxo

cindy

Em modo viagem

Para a semana lá vamos nós levantar voo novamente, desta vez para terras belgas. Se já lá estiveram, agradecia dicas de sítios a visitar. Vamos ficar alojados em casa dos meus cunhados e contamos ir visitar Bruges, Gent, Antuérpia... Desta vez a logística não será tão complicada já que temos comida e dormida garantidas :) E não vamos em low-cost pelo que o stress das malas nem se coloca.

 

Entretanto ando para aqui a despachar trabalho para deixar tudo em ordem antes de irmos. Só conto fazer as malas durante o fim de semana porque a previsão meteorológica está sempre a alterar e não faço ideia se vai fazer frio ou calor, chuva ou sol. Bem, também cá não sabemos, certo? A semana passada andávamos de chinelo e agora bem que podíamos ir buscar as galochas... Já sabem que detesto tratar de malas mas que remédio... já nem falo do quanto eu adoro andar de avião.

 

O "bom" de amigos e família irem assentar arraiais para outras paragens é termos muitos sítios para visitar! As saudades apertam e desta vez somos nós que lá vamos. Espera-nos uma semana de passeios e cumbíbio à boa moda do norte, em terras belgas. Mal posso esperar por pôr o meu francês (not) novamente em uso.

 

Espero que a viagem e o voo corram tão bem como a de Lyon e Miss Pinypon se comporte exemplarmente durante os dias que lá estivermos!

 

xoxo

cindy

Meet the Blogger

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Wholesale clothes, Clothing Wholesalers online from China,cheap korean clothes online WOOK - www.wook.pt
SweetCare - Saúde, Beleza e Cosmética

Posts mais comentados

Calendário

Janeiro 2018

D S T Q Q S S
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031