Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

life Inc.

Beauty & Lifestyle

Da vida!

Depois de um final de semana algo atribulado- uma noite com dor de dentes monumental, mais uma noite a vomitar sem parar que me deixou prostrada no sofá o dia todo - o fim de semana também não ficou atrás...

 

Sábado foi dia de dizer adeus à minha professora da pré escolar, que me acompanhou desde os 3 anos até entrar na primária. Ainda era nova e foi uma surpresa a notícia do seu falecimento para todos nós. Um amigo meu foi avisado por uma outra professora e achámos por bem estar presentes no funeral. Afinal foi uma figura importante no nosso início escolar e guardávamos boas recordações dela.  Por isso, sábado de tarde lá fomos nós os dois prestar a nossa homenagem. O local estava cheio, entre professores, colegas, familiares e alunos. Acabamos por reencontrar os nosso professores e por dar dois dedos de conversa o que sabe sempre bem, apesar de o motivo não ser de longe o ideal. Mas acho que estamos a entrar numa fase em que só encontramos algumas pessoas neste tipo de acontecimentos, o que é uma pena.

 

E domingo foi dia de festa em honra de S. Caetano em Gaia e lá fomos nós, já que o Action Man tem lá família. Fanfarra, procissão, farturas e carrosséis, uma festa pegada. Pinypon ultra beijocada e eu farta de confusões!

 

E no meio disto tudo, eu com uma tremenda dor de dentes. E com sorte a dentista já está de férias! Estou feita!

 

xoxo

cindy

Das barbaridades que se disseram sobre o Angélico ou de como as pessoas se esquecem que têm telhados de vidro by barbie

As coisas que tenho lido a propósito da morte do Angélico têm-me feito uma grande comichão, para não dizer pior.

 

E vou por pontos:

 

. porque se deu tanto destaque : porque era jovem, tinhamuito  sucesso, foi inesperado, foi chocante e claro, porque vende!

 

. porque me fez tanta impressão as coisas más que se dizem por aí sobre ele: porque ele morreu mas a  família e amigos ficaram cá, porque me parece que há imensa gente com inveja do sucesso dos outros, até do sucesso que a morte dos outros faz e porque imensas pessoas não se lembram que lhes pode acontecer a elas.

 

E não me venham com tretas , a dizer "ai eu nunca conduzi depois de beber, nem com sono, nem sem cinto", nem sem seguro e BLÁ BLÁ BLÁ.

 

Toda a gente prevarica, toda a gente erra e toda a gente conhece alguém a quem isto pode acontecer.

 

E então? se morrer o vosso irmão, o vosso filho, o vosso marido por ter prevaricado? o que lhe vão dizer? bem feita? estavas mesmo a pedi-las?

 

A sério, será que as pessoas não se conseguem nunca pôr no lugar dos outros, imaginar a sua dor, a sua perda?

 

A mim, em particular, e apesar de não ser fã do rapaz, este acidente mexeu comigo. Por duas razões:

 

a primeira porque tenho um irmão exactamente com a mesma idade e que esteve a morrer há pouco tempo, precisamente no mesmo hospital onde ele morreu. Também passei algumas horas sem saber se o meu irmão estava vivo ou não, se ia acordar bem ou não, se ia ter sequelas ou não. Se me apeteceu bater-lhe? se ralhei com ele? claro que sim, mas só depois de ele estar a salvo. Se em algum momento pensei: bem feita estavas a pedi-las? não. nunca. Sofri, chorei , gritei, revoltei-me. Tomei calmantes, não dormi várias noites. E fiquei feliz, muito feliz quando soube que estava tudo bem. 

 

A outra razão tem a ver com um membro da nossa familia alargada ter falecido em condições idênticas às do Angélico, só era uns anos mais novo. Filho único, acidente de automóvel, doação de orgãos, enfim. Tudo semelhante. E vejo  o choque que foi por todas as razões, pela sua juventude , por tudo o que tinha ainda para viver. Pela falta que faz aos pais que ficaram eles sim, orfãos. Pela falta que faz aos tios, aos avós, aos primos. Pela dor que foi , que é e sempre será. 

 

Dias depois do drama do meu irmão morreu a minha Avó. No mesmo hospital. Estiveram na mesma sala. O meu tio esteve lá com os dias, com poucos dias de intervalo. Se custou? Horrores. Se sofri? imenso, ainda sofro, todos os dias, em todos os minutos. Mas a minha avó morreu no seu tempo, depois de uma vida vivida, com muito sofrimento e muita felicidade. Chegou ao fim, e foi. Se tivesso ido também o meu irmão haveria o mesmo sofrimento , a mesma dor, e ainda a revolta, pela sua juventude. Por tudo o que ainda não tinha vivido. Por isso se dá mais destaque às mortes de pessoas jovens do que às de pessoas de idade. 

 

Para concluir, gostava muito de dizer a quem fala dos outros, sobretudo nestes casos tão dramáticos, que pensem duas vezes. Podemos sempre imaginar-nos no lugar dos outros. Todos somos humanos, todos erramos. Podiamos ser nós , podiam ser os nossos.

 

Afinal, não precisamos de ser vítimas do holocausto para saber que foi uma barbaridade, nem de levar chibatadas por usar calças para perceber a monstruosidade de tal acto.

 

 

Barbie

Pessoas de "p" pequeno! by Cindy

Esta situação e tragédia relacionada com o Angélico tem-me andado a dar volta à cabeça. Sobre isto já tudo se escreveu, nos jornais, nas revistas cor de rosa, nos blogs.

 

E tenho lido cada enormidade escrita por avantesmas que no lugar do coração devem ter uma rocha granítica.

 

Acho que independentemente das causas do acidente, se este podia ter sido evitado ou não, ninguém deveria ser insensível à morte destes jovens em particular e de todos no geral. Ou alguém merece morrer só porque sim? Só porque não usou o cinto?

 

Será assim uma espécie de: "olha ias sem cinto, toma lá que já comeste!"?

 

Ora, ide mas é plantar batatas! E crescer um bocadinho, já agora! Irra!

 

xoxo

cindy

recordações by barbie

Hoje deu-me para ir reler o blog, desde o início.

 

E encontrei este post que por si só é bastante triste. Comecei a ler os comentários e percebi que neste dia todos fizemos uma catarse, deitamos tudo cá pra fora...

 

Mas o pior (e o melhor) foi ter encontrado um comentário escrito pela minha avó. Sim , pela minha Querida Avó, que nos deixou no final de Dezembro. E reparei numa frase que ela escreveu, e que eu vi escrita pela sua mão na agenda dela dias depois da sua morte (a minha avó escrevia tudo nas suas agendas, são preciosidades!) "com 89 anos recordo-me do passado, vivo o presente e aguardo o futuro." 

 

Meu Deus , será que as saudades , a dor e a tristeza não passam nunca?

 

barbie

efeméride by barbie

Não posso deixar de assinalar a data de hoje, faz hoje 31 anos que o nosso Avô morreu. Este ano é um dia ainda mais triste porque a nossa Avó já cá não está para recordar a data connosco.

 

 

 

 

Desejo-vos uma ótima Páscoa, prometendo passar por cá depois para vos contar o qpue ando a fazer (não é nada de novo, a vida de sempre ;)

 

Beijocas

Barbie

E em jeito de homenagem! by Cindy

Está o cantinho da sala pronto!

 

 

Faltava pendurar os quadros e no sábado passado o meu querido paizinho lá fez o favor de ir brocar lá para casa. Acho que endoideci os meus pais com tantas medidas. Que fazer? Coisas de Aquitecta.

 

Estes quadros têm um valor sentimental muito grande para mim. Há uns natais atrás resolvi oferecer um quadro feito por mim à minha avó. O da direita foi o ensaio para o da esquerda, que lhe ofereci. Ainda me lembro da minha aflição a ver que às tantas o óleo não ia secar a tempo.

 

Mas lá secou e eu pude oferecê-lo. E acho que ela ficou contente e orgulhosa de mim. E isso basta-me.

 

Agora está cá em casa e é mais uma peça para me recordar dela.

 

xoxo

cindy

O tempo passa, mas a dor não... by Cindy

Continuo a pensar em ti todos os dias.

 

Ainda ontem quando forrava as gavetas do teu antigo aparador. Lembro-me dele na sala e de guardares os livros nas gavetas e os remédios. Dá-me um aperto enorme saber que não estarás mais ali qando for lá a casa. Sentada na cadeira a ler a revista ou o jornal ou então a torceres pelo FCPorto.

 

Lembro-me dos xis apertados e de pensar que estarias sempre ali. Afinal de contas 90 anos, quase 91, são muitos anos. E estavas tão bem...

 

Lembro-me de a tia dizer que achava que os 90 anos eram o teu último aniversário e de eu ter dito, "Ó tia não agoires". Mas também sei que eu e a Bárbara ultimamente não falávamos de outra coisa. O sexto sentido é lixado...

 

O bolo dos 91 anos comemo-lo nós, depois da meia noite em jeito de homenagem. O pai foi comprar o bolo e sentiu-se mal. Eu "esqueci-me" de te entregar o livro no Natal e pensei, fica de prenda de anos. Nunca to cheguei a dar. Mas já o li e guardei. Está na minha mesinha de cabeceira... bem guardadinho.

 

E sempre que me lembro só me apetece chorar. Depois penso que tenho de estar "boa" e que gostarias de nos ver felizes. E tento fazer-te a vontade mas não é fácil...

 

Cindy sem voz!

Estou novamente sem voz o que para alguns é um sossego…

 

Maldita gripe que não desaparece, ainda se estivesse em casa no quentinho!

 

Ontem fomos ver as nossas obras, tudo a correr muito bem, hoje começam a casa de banho e se tudo continuar como até aqui na sexta está tudo pronto! Adoro as cores que escolhemos para as paredes, ontem tirei fotos e prometo depois colocar aqui para quem quiser ver.

 

Hoje é a missa de 1 mês da nossa Avó, parece que ainda foi ontem e a saudade e tristeza estão bem presentes todos os dias. Todos dizem que o tempo ajuda e que um dia destes vamos acordar e a tristeza desapareceu. Não me acredito. A saudade não vai deixar de existir e a tristeza vai estar sempre lá, num cantinho. É um sentimento que não me abandona, está sempre comigo. O que me dá forças é saber que ela não quereria que estivéssemos tristes mas sim “bouuuuasssss”, não é prima?

 

xoxo

cindy

.....by barbie

Faz hoje 4 semanas. Para mim é como se fosse ontem. Ou como se nem tivesses sido. Para os outros é algo que já passou.

 

Não sei descrever o que sinto. Um espinho cravado no coração. Parece que estou sempre à espera que voltes. Não sei como explicar. Acho que este espinho vai estar para sempre cá, independentemente dos dias, semanas, meses ou anos que passem.

 

Por esta hora o teu corpo, que me deu colo, colo, colo , mimo, calor e amor já não é o teu corpo.

 

As lágrimas teimam em rolar pela cara abaixo. A tua memória está tão presente em mim como sempre esteve, mas se dantes eu sentia alegria agora, a seguir à alegria vem a angústia de já não te ter. De saber que não vais voltar. Acordo a meio da noite a pensar porque estou tão angustiada e de repente lembro-me "a minha avó morreu". E volto a adormecer, para voltar a sentir isto , de cada vez que acordo.

 

Recordo com nitidez a tua voz, o teu olhar, a tuas mãos nas minhas, o teu cheiro, o teu riso, as tuas histórias, as tuas lágrimas. O teu Amor.

 

Foste a minha melhor Amiga desde o minuto em que eu nasci até ao minuto em que tu partiste. Nunca me pediste nada e deste-me sempre tudo.

 

Estou mais pobre, muito mais pobre. Mas sou muito rica por te ter tido.

 

Obrigada.

 

Bárbara

Está tdu doido?! by Cindy

Somos tidos como um povo de brandos costumes. Neste paraíso plantado à beira-mar não se passa nada de especial, regra geral não há crimes violentos e andamos todos na paz do senhor.

 

Depois surgem notícias como a do Carlos Castro e a do Renato Seabra. Não querendo cair no erro de especular o que se terá passado naquele quarto de hotel, como se tem  feito por aí, pelos jornais, revistas, tv’s e conversas de café, uma coisa é certa. Ficámos todos mais ou menos chocados.

 

Chocados com a violência do crime em si. Pela tenra idade do alegado criminoso e pelos motivos que o terão levado a tal.

 

E agora leio que as irmãs do senhor andaram a espalhar cinzas por uma grelha de ventilação do metro em NY? Mas estará tudo doido? Não haveria sítio melhor? Afinal de contas e segundo o que diz a comunicação social o seu desejo era que as suas cinzas fossem largadas em NY. Mas no metro?!

 

Eu já nem sei como ainda me surpreendo. Uma coisa é certa, até na morte dá espactáculo!

 

xoxo

cindy

Meet the Blogger

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Wholesale clothes, Clothing Wholesalers online from China,cheap korean clothes online WOOK - www.wook.pt
SweetCare - Saúde, Beleza e Cosmética

Calendário

Janeiro 2018

D S T Q Q S S
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031