Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

life Inc.

Beauty & Lifestyle

Ainda sobre os piropos

Ontem fui a uma obra a pé e pelo caminho fui piropada umas quantas vezes. Tive direito a todo o tipo de piropos vindos das mais variadas pessoas, um ciclista, uma carrinha de trabalhadores da construção civil, os senhores das águas do Porto que inclusivé abriram alas para eu passar e um velhote que tinha idade para ser meu avô.

 

Pelos vistos, usar baton vermelho é sinónimo de aumento de piropos e eu nem sabia. Fiquei na dúvida entre chamar as autoridades ou gritar que o piropo era crime mas tenho para mim que nenhuma das opções era válida.

 

O que acham?

 

xoxo

cindy

A lei do piropo

A semana passada houve um grande zumzum em relação ao fato de agora ser proibido mandar piropos. Acho que já perdi a conta aos episódios que aqui relatei com esse teor e digo-vos que se há coisa que me põe fora de mim é o fato de qualquer homem se achar no direito de vomitar as maiores barbaridades a uma mulher que passe na rua.

 

Claro que não faltaram logo os comentários masculinos a queixarem-se que os piropos são inofensivos e que eles só os mandam porque nós, mulheres, os provocamos. Claro que sim! Somos o diabo em saias. De manhã quando acordo, a primeira coisa em que penso é em produzir-me e escolher todo um conjunto de modo a agradar à população masculina e assim ser agraciada com tão simpáticos comentários. É que não vivo sem isso, dia sem piropo não é nada bom.

 

Agora, imaginem que como eu trabalham na área da construção civil. Já tive imensos episódios de ir fiscalizar obras e levar com a piropada antes de me apresentar ao encarregado. Claro que os senhores ficam envergonhados mas como lhes disse uma vez: " gostavam de que as vossas filhas ouvissem essas badalhoquices?". Não, claro que não. Mas tal como eles, outros há que vêm as miudas a passar e debitam ordinarices pela boca fora. Ordinarices de eevado teor sexual e mulher alguma devia ser obrigada a ouvir e muitas vezes a ter de se defender perante estes homens da caverna.

 

E só para fechar o assunto, há uns dias almoçava com o S. e estavam uns "senhores" a falar precisamente sobre o assunto. Enquanto o S. foi ao wc pude apreciar o conteúdo da conversa que era mesmo engraçado. Pois que segundo o mais velho, uma mulher que passe na rua de calças justas está a pedir elogios à sua retaguarda e a outras ações que não vou aqui descrever. Dizia ele que "elas passam e bamboleiam-se todas, estão mesmo a pedi-las!". Eu não costumo pedir nada quando ando na rua mas eles lá sabem. E os outros paspalhos concordavam, elas querem é que nós lhes digamos que lhes vamos fazer o que lhes falta em casa. Oi?! Fiquei de tal modo enojada que foi pedir a conta, pagar, virar-me para o S. e dizer que me ia embrulhar no casaco não fossem eles pensar que me estava a faltar algula coisa em casa.

 

Nojento mesmo.

 

xoxo

cindy

Coisas que não entendo #21

Continuo sem entender porque se acha um homem no direito de fazer comentários pouco próprios a uma mulher que passa por ele na rua. Será que pensa que vamos cair aos pés dele perante tamanha declaração de amor? Que no fundo nós adoramos as poucas-vergonhas e a verborreia que nos dizem enquanto passamos? Sentem-se mais homens e másculos?

 

Hoej de manhã saí para ir a uma obra. Estacionei e atendi uma chamada ao telemóvel. Nisto estaciona uma carrinha atrás, sai um sujeito e passa pelo meu carro com ar embasbacado (devia ser com a minha beleza) e diz qualquer coisa que nem percebi. Continuei com a chamada e nem me lembrei mais do assunto. Ao regressar ao carro, entretive-me a tirar umas fotos à paisagem, hoje o rio estava com uma luz particularmente bela. Nisto, apercebo-me que o parvalhão está a mandar umas bocas de dentro da carrinha, todo contente da vida. Ignorei e continuei a apreciar a paisagem. Finalmente, aproximo-me do carro e lá ouço as barbaridades "ai anda tira-me uma foto que tenho aqui uma coisa gira". A sério, senhor? Deve ser mesmo linda para se sentir na necessidade de apregoar o produto. Eu nem sei como conseguir resistir porque realmente fiquei rendida aquele homem das cavernas.

 

piropos-afc6.jpg

 Sinceramente senhores... tratem-se e sobretudo atualizem-se.

 

xoxo

cindy

 

 

Olha, vai ali uma saia! by Cindy

Ainda algum dia hei-de perceber o que faz com que um homem fique embasbacado quando passa uma mulher de saia ou vestido. Ou então é geneticamente masculino e nunca hei-de perceber coisa nenhuma.

 

Hoje que está solinho e quentinho resolvi vir de vestido, perfeitamente normal, nada justo e de comprimento decente. E não pude deixar de reparar que o número de olhares aumentou consideravelmente em relação a um dia de calças. Eram os condutores, a malta do café, já sem falar na malta das obras que abunda para estes lados...

 

E meninos, se vissem o vosso ar de aparvalhados/ tarados, acho que se iam tentar conter um pouco. Mas se calhar tal predisposição para perder a cabeça com qualquer rabo de saias já faz parte do código genético masculino.

 

xoxo

cindy

I hate the fucking bus! by Cindy

Se há coisa que eu sempre detestei é andar de autocarro. Prefiro mil vezes andar a pé. Aliás já fiz quilómetros a pé só para evitar os ditos cujos.

 

Odeio aquele cheiro a abafado, a ar choco, para não falar do odor mais perfumados dos dias quentes, em que o cheiro a "eau de sovaco" é simplesmente horrendo. Mas disso também há no metro.

 

Detesto as conversas das empregadas domésticas, uma pessoa nem que não queira fica a saber das aventuras todas com os patrões, o quanto abusam delas e de como elas lhes respondem e põem termo à situação. No metro, quase que nem há conversas, é entrar e sair, tudo mais rápido não dá para ir a desfiar o rosário meia hora seguida.

 

Odeio ir sentada e ter de levar com um gajo qualquer que se tenta esfregar em mim. Ou então que vai à minha frente com ar de pervertido.

 

Odeio estar na paragem do autocarro e levar com bocas dos automobilistas que vão a passar. E a minha sorte termina assim que fecha o semáforo e uma carrinha cheia de trolhas para mesmo em frente à paragem. Maravilhosoooo. Já ganhei o dia com as coisas bonitas que me dizem. E não, não estava nua na paragem.

 

Isto só para dizer que tive de ir de autocarro a uma obra e levei com bocas, vi uma rapariga a tirar pedaços de comida dos dentes e a olhar para as unhas, ouvi os devaneios de uma senhora sobre os patrões e sobre como a patroa gasta o dinheiro todo em roupa que ela depois tem de passar a ferro e ainda assisti às brincadeiras de dois adolescentes.

 

Bom fim de semana a todos!

 

xoxo

cindy

O bus! by Cindy

Quem me conhece sabe que uma das coisas que eu mais abomino nesta vida é andar de autocarro. Por autocarro entenda-se aquele meio de transporte provido de ar condicionado que normalmente não funciona, a abarrotar de gente com problemas de falta de olfacto (só pode) e onde pode acontecer de tudo, desde uma luta por um saco de batatas que ninguém sabe muito bem de quem é até a uma apalpadela, roçadela de um velhote qualquer!

 

Aqui no Porto é praticamente impensável ir de carro para o centro da cidade que para azar meu é onde se situa a Câmara Municipal e seus serviços de Urbanismo, aos quais eu me desloco com relativa frequência... E como aqui perto não há nenhuma estação de metro, normalmente lá vou eu de autocarro!

 

E ontem, dia em que eu estava muito bem disposta, lá tive eu de ir à câmara. E o que acontece?? Só havia lugar no banco detrás, aquele que é sempre maior que os restantes e onde cabem, salvo erro 4 ou 5 pessoas. Sento-me no do meio e estou ladeada por velhotes. E o que sucede?? Sempre que um deles tinha de sair, o do meu lado apalpava-me a perna como quem não quer a coisa!!! À primeira pensei que tivesse sido engano, mas à segunda...

" O senhor já tinha idade para ter juízooooooooooo, que pouca vergonha, a apalpar-me!!!" Bem é ver as cabeças todas a virarem-se, o homem sem saber onde se meter e eu completamente descontrolada que só me apetecia bater-lhe! Resumindo, saí do autocarro a espumar!!!

 

A vocês já vos aconteceu qualquer coisa assim?

 

xoxo

cindy

És todo bom! by barbie&cindy

No seguimento do post sobre os piropos de que as mulheres são alvo praticamente todos os dias e a pedido das leitoras, gostaríamos agora de desvendar a situação inversa: As mulheres mandam piropos ou não?

Por isso gostávamos de saber se as meninas também costumam louvar os espécimens masculinos ou não, ou seja, se confrontadas com atributos fora do normal e bastante apelativos se põem a boca no trombone ( força de expressão) e deixam a vossa alma falar livremente! Claro que isto sem a presença dos maridos/companheiros/namorados! Se bem que eu ainda ontem louvava a beleza de um dos clientes aqui do gabinete ao Action Man...

 

Passando à frente, vamos fazer uma listinha? Cá vão as nossas sugestões:

 

- Ai que chocolate tão apetitoso!!! (para os morenos);

- Que rica embalagem, perdão, pacote!!! ( para o rabiosque);

- Ai, que bela farda ( aplicável a bombeiros, soldados, polícias etc...);

- ó sr guarda , tem cá uma farda... mostre me lá a sua arma!!! (se comentários)

 

Agora façam favor de dar as vossas

 

xoxo

barbie&cindy

Lista da piropada! by barbie&cindy

E cá vai a lista actualizada e bem mais extensa!

 

- és mesmo boa, ó boa! ( acompanhada de assobio)

- anda cá que eu tenho um docinho para ti!

- vou-te já por bem-disposta com o que tenho aqui no meio da pernas!

- punha-te chantilly e lambia-te toda!

- minha senhora vá com deus que eu vou com a sua filha! ( mãe e filha a passarem)

- sobe-me à palmeira e lambe-me os cocos!

- Ó joia anda cá ao ourives! - Angela Soeiro
- És boa com'ó milho e eu gosto tanto de pipocas!
Angela Soeiro
- O médico receitou-me um comprimido destes todos os dias! Angela Soeiro

- Os teus pais devem ser terroristas! És cá uma bomba! - MissM

- Deus te dê uma boa horinha e, três ou quatro comigo! - Nancy

- comia-te toda - sorriso duplo

- Aí que horas bem passadas... - sorriso duplo

- Ó pescadinha, dá-me o rabo na boca!!! - Raquel

- Belas pernas! A que horas abrem? - Raquel
- Oh fêvera! Junta-te aqui à brasa - Raquel

- Só queria que fosses uma pastilha elástica para te comer o dia todo - Raquel

- Diz-me onde mora o teu pai, quero ver o seu harèm! - Nancy

- Ó murcona ...comia-te o sufixo - FilipeP

- rico pai que faz assim uma filha! - Jo

- és como os Helicópteros, gira e boa - Verinha

- Tens um cu que parece uma cebola! É de comer e chorar  por mais! - Verinha

- Oh boa, com um cu desses deves cagar bombons - Verinha

- Oh boneca, se fosses de porcelana partia-te toda! - Verinha

- Ó Júpiter queres cometa? - Jorge

- Tens umas calças da TMN :) Esse cu é um mim! - Cath

 

E acho que é tudo! Espero não me ter esquecido de nenhuma!!!

xoxo

cindy

 

Meet the Blogger

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Wholesale clothes, Clothing Wholesalers online from China,cheap korean clothes online WOOK - www.wook.pt
SweetCare - Saúde, Beleza e Cosmética

Calendário

Janeiro 2018

D S T Q Q S S
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031