Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

life Inc.

Beauty & Lifestyle

Questions, questions

Se soubesse o que sei hoje jamais teria tornado o blog público. Por público entenda-se deixar a família e os amigos terem conhecimento dele. Gosto que me leiam e às vezes até dá origem a conversas giras sobre temas que aqui escrevo mas neste momento há mais inconvenientes que aspetos positivos. E isso custa-me.

 

Às vezes quero desabafar e não posso porque vai haver sempre alguém que vai enfiar a carapuça e dar-me cabo do juízo. Outras vezes, corro o risco de ser mal-interpretada. Já aconteceu. E às vezes apetece-me simplesmente descascar em alguém! Sei que há pessoas que me lêm não porque gostam do que escrevo mas sim para poderem "cuscar" sobre a minha vida, já que não o podem fazer por outros meios. Por outro lado, quantas vezes já não ouvi eu um " sigo a tua filha" pelo blog e pelo FB? Claro, nem precisam de telefonar ou fazer visita, basta passarem por aqui e ficam logo informados. Este é sem dúvida o lado negro da internet e das redes sociais: o desapego das pessoas.

 

Claro que posso sempre privatizar o blog mas e as marcas parceiras? Não seria justo estar a privá-las da exposição gerada pelo livre acesso ao conteúdo do blog. Nem fazia sentido escrever reviews para um público certamente bem mais reduzido.

 

Por enquanto, as coisas vão continuar iguais... Mais por teimosia minha que por outra razão qualquer. Custa-me estar a privatizar este espaço que tanto prazer me dá, mesmo que nem sempre possa deitar cá para fora o que me vai na alma...

 

xoxo

cindy

 

Das relações! by CIndy

Se vos disser que já comecei este post várias vezes...Hoje deu-me para isto!

 

Nisto das relações ( ou muitas vezes ralações) não há receita infalível nem fórmula mágica que faça com que as coisas resultem sempre e para sempre!

 

Digamos que uma relação a longo prazo é como ter uma plantinha em casa ( quem viu o How to loose a Guy in 10 days há-de se estar a rir), que precisa de miminhos, que falem com ela, que a reguem e que lhe dêm nutrientes todos os dias!

 

Estou-me a fazer entender? Isto faz algum sentido?

 

Uma das premissas essênciais a reter é que as pessoas mudam. Eu não sou a mesma pessoa que era há 5 ou há 10 anos atrás. Tenho consciência disso. Mas acho que mudei (evoluí?) para melhor. Todas as alegrias, tristezas, bons e maus momentos, concretizações e conquistas, escolhas e recusas, fizeram de mim aquilo que sou hoje.

 

Por outro lado nós não podemos mudar a pessoa que está ao nosso lado. E se repente olhamos para o lado e vemos um estranho? Não sei, nunca me aconteceu mas acredito que deva ser muito complicado.

 

Mas também tenho a noção que às vezes as pessoas não se esforçam e à mínima dificuldade partem para outra... Será mais fácil comprar uma planta nova, quando a anterior murcha? Do que insistir e dar-lhe assim uma poda às partes menos boas e uns nutrientes às partes melhorzinhas?

 

Eu não me sinto feliz todos os dias,acho que ninguém se sente. Há dias em que estou de mau humor, chateada, cansada (como eu odeio esta expressão que infelizmente uso muitas vezes, mas ando a fazer um esforço) ou então em que simplesmente não estou nem aí. Mas faço um esforço.

 

Por ele, por mim, por nós. Digamos que é uma espécie de sociedade.

 

Temos todos de puxar a carroça para o mesmo lado, senão, não resulta!

 

xoxo

cindy

 

PS: e olhem que eu não sou nada dada à jardinagem!

Relações ou ralações? by Cindy

Que as relações a dois são complicadas já todos nós sabemos.

 

Não é fácil abdicar dos nosso hábitos, da nossa independência, do fazer o que se quer e não dar satisfações a ninguém. Não é fácil ternos de lidar com uma pessoa com outras experiências de vida, outros hábitos e por vezes mesmo, até outros valores.

 

O amor nem sempre é fácil. Quantos casais namoram anos e anos e quando juntam os trapinhos a coisa dá para o torto? É que enquanto é cada um para seu lado, tudo pode parecer simples e correr bem. Mas quando se vive lado a lado, o amor nem sempre chega.

 

Porém é no ceder e entender que vem um relacionamento saudável. Não precisamos de deixar de ser nós próprios mas é fácil de ver que se as nossas atitudes (ou falta delas) magoam alguém ou são responsáveis pela infelicidade de outrem, então algo está profundamente errado.

 

E nenhum casamento é um mar de rosas, como tudo na vida são os pequenos momentos que nos trazem a sensação de felicidade. E quando são mais os momentos felizes que os infelizes, então, sim, está tudo a correr bem.

 

E quando não são... o melhor é parar, sentar e conversar. Mas conversar a dois, não simplesmente um queixar-se e o outro ouvir.Já dizia o outro " a falar é que a gente se entende!"

 

Estou cansada de ouvir amigas a queixarem-se dos maridos/namorados e vice versa. Quando pergunto, mas já lhe disseste isso que me estás a dizer? Ah não, ele/ela não ouve...

 

xoxo

cindy

Meet the Blogger

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Wholesale clothes, Clothing Wholesalers online from China,cheap korean clothes online WOOK - www.wook.pt
SweetCare - Saúde, Beleza e Cosmética

Calendário

Janeiro 2018

D S T Q Q S S
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031