Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

life Inc.

Beauty & Lifestyle

Da greve dos professores

Anda tudo revoltado com a greve dos professores. Do mesmo modo que quando há greve dos transportes toda a gente fica fula.

 

Longe vão os tempos em que ser-se professor era tão respeitado como ser-se médico ou advogado. Agora parece ser o equivalente a ser-se o diabo em pessoa. Os professores são isto, aquilo e aqueloutro. São os que não sabem educar os miudos, os que lhes dão pouco ou muito que fazer, os que são injustos nas notas porque coitadinho, não teve tempo de estudar, os responsáveis pela educação das gerações vindouras.

 

Sempre tive professores dos quais gostava mais e outros menos. Havia também aqueles que se davam mais ao respeito e aqueles que se notava que estavam lá só porque não deveriam arranjar coisa melhor. Ora, isto não acontece em todas as profissões?! Não há bons e maus professores? Lembro-me de ter uma professora de matemática que parecia uma autêntica avózinha mas que nos dava uns testes diabólicos. Passei o ano num sobe e desce de notas, um horror. Entretanto falhei o exame nacional de matemática por estar internada e acreditam que foi a única professora que me ligou a perguntar se precisava de ajuda para estudar? Felizmente não precisei e tirei muito boa nota no exame. Mas aquele seu gesto ficou-me na memória. Porque só uma professora dedicada e preocupada o poderia fazer.

 

Hoje em dia, ser-se professor é sinónimo de malas às costas, instabilidade profissional e familiar. Sim, quando querem ser professores já sabem ao que vão, mas caramba, não tem jeito nenhum. Porque raio há-de um professor de Vila Nova de Cerveira vir parar a Lagos e um de Lagos vir parar ao Norte? Isto não tem lógica nenhuma! E se para quem não tem família até pode ser aliciante, para quem a tem deve ser uma verdadeira tortura. Sem falar da despesa. E sem falar dos que nunca serão colocados.

 

Se é injusto os alunos não poderem fazer exame? É. Aliás a minha irmã nem sabe se vai ter exame ou não. Mas acho que os professores chegaram a um ponto em que vale tudo. Aquele ponto em que vai tudo à frente.

 

xoxo

cindy

___________________________________________________________________________________________________ Se gostaram de ler este post e não querem perder pitada das novidades aqui no blog, basta subscrever o blog por e-mail e seguir-me nas redes sociais Instagram e Facebook ( tudo na na barra lateral direita). ___________________________________________________________________________________________________

Do aniversário

Foi um fim de semana sempre em festa! E estamos derreados, Pinypon incluída. Depois de uma semana com sonos atrasados só podiamos estar.

 

Mas foi bom, muito bom! Fiquei contente por tanta gente se lembrar do aniversário da pimpolha mas também fiquei triste por algumas pessoas se esquecerem... Mas enfim, é a vida e estamos sempre a aprender.

 

Passamos o dia entre fazer o bolo e brincadeiras, depois de tarde tivemos a sobrinha cá em casa e ainda demos um salto ao Parque da Cidade para vermos os patinhos. Depois do jantar apareceu a família e houve festa até às tantas. Sabe-me sempre bem ter a família junta!Muitas prendinhas e uma muito especial. O meu irmão ( e padrinho) ofereceu o seu bonequinho de quando era bébé: o coelho Portistinha! Foi à máquina de lavar e estava como novo. Ai tão querido!

 

Cantámos os parabéns perante uma Pinypon muito admirada a olhar para nós! Resultado: Pinypon entusiasmadíssima e com dificuldade em dormir. Às 3h da manhã dei com ela de pé na cama a chorar, ainda andei com ela ao colo e depois acordou cedíssimo! Valeu-me o pai que a entreteve até mais tarde para eu poder dormir :)

 

Sábado adiantei algumas coisinhas para a festinha de domingo e já deu para relaxar mais um pouco. Domingo comecei logo cedo a preparar tudo e pelas 11h tinha tudo pronto. Foi só pôr a mesa e esperar pelos convidados que apareceram pela hora do lanche. Mais uma festança! A Pinpypon ao final do dia estava com os joelhos todos pretos de tanto ter gatinhado pela casa fora com o seu priminho T. E que prenda giraaaa que o priminho lhe deu: um chapéu vermelho, igual ao dele. Tudo porque eu e o meu primo tinhamos também uns chapéus iguais quando éramos da idade deles. Não foi uma ideia genial? E recebeu muitas outras prendinhas giras, principalmente roupa, que é sempre benvinda! E o que eu gosto da casa cheia? Tanto, tanto! E amigos que não se importam de vir a festinhas de crianças mesmo não tendo filhotes ainda.

 

 

 

 

 

E a Pinypon ficou de tal maneira cansada que deitou-se e só acordou de manhã porque tinhamos consulta e vacinas no centro de saúde. Coitadinha, chorou tanto! Mas tem de ser... Saímos de lá contentes porque a médica disse que ela estava muito boa e desenvolvida. Devemos estar a fazer alguma coisa bem, então!

 

xoxo

cindy

___________________________________________________________________________________________________ Se gostaram de ler este post e não querem perder pitada das novidades aqui no blog, basta subscrever o blog por e-mail e seguir-me nas redes sociais Instagram e Facebook ( tudo na na barra lateral direita). ___________________________________________________________________________________________________

Meet the Blogger

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Contato de e-mail

daybiday@sapo.pt

@life_inc_blog
Follow on Bloglovin

Parcerias

Compre aqui

SweetCare - Saúde, Beleza e Cosmética

Calendário

Junho 2013

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30