Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

life Inc.

Beauty & Lifestyle

Lancôme Grandiôse Extreme | review

Mais uma máscara de pestanas para a coleção! Brincadeira, só tenho duas a uso e esta foi muito desejada. Depois de experimentar duas máscaras da  Lancôme que me deixaram bastante satisfeita - a Hypnôse e a Hypnôse Doll Eyes - não resisti a encomendar mais um best-seller da marca no campo da maquilhagem.

 

91092316_2612267392429898_2559831260381839360_n.jp

 

A Lancôme Grandiôse Extreme foi uma das minhas últimas aquisições na Notino e mesmo em quarentena tratei logo de a experimentar. A marca promete magia com a aplicação desta máscara - volume extraordinário, comprimento maravilhoso e elevação máxima - com a ajuda do aplicador patenteado com design único The Swan Neck™. Este aplicador ergonómico garante uma aplicação precisa, mas fácil, chegando a todas as pestanas, mesmo às mais pequenas. E graças aos pigmentos bem pretos garante pestanas super pretas e bem revestidas, ao mesmo tempo que a cera de abelha e o óleo de jojoba na sua composição impedem a quebra das pestanas e as nutrem.

 

91853883_867696763696235_8287747204223860736_n.jpg

 

Para mim, o aplicador é fantástico mas presume alguma habituação. Deve ser segurado horizontalmente, com a curva virada para onde queremos aplicar a máscara. Graças aos dois comprimentos de cerdas do aplicador é garantida a separação das pestanas e a aplicação perfeita da tinta. E não posso terminar sem falar da embalagem, super luxuosa e com detalhes lindos.

 

91011439_1131015500586979_3615704658925846528_n.jp

 

Deixo-vos uma foto com a máscara aplicada num dos olhos, para poderem comprovar o efeito. É fantástica, não é?

 

xoxo

Marta

___________________________________________________________________________________________________ Se gostaram de ler este post e não querem perder pitada das novidades aqui no blog, basta subscrever o blog por e-mail e seguir-me nas redes sociais Instagram e Facebook ( tudo na na barra lateral direita). ___________________________________________________________________________________________________

Contos Infantis by MiniMe ́s

Olá a todas! Hoje deixo-vos uma sugestão para quem tem filhos pequenos e tal como nós se está a ver grego para os manter contentes em casa, neste tempo de reclusão. Efetivamente não é nada fácil conciliar teletrabalho, escola e crianças pequenas, sobretudo se forem mais que uma e em idades mais afastadas. Aqui em casa há dias que correm bem, outros pior e temos mesmo de ter imensa paciência, não é fácil para ninguém.

 

Esta minha sugestão serve a várias faixas etárias e é mesmo muito gira! No canal de YouTube dos MiniMe's vão encontrar pequenos vídeos inspirados em contos tradicionais portugueses mas totalmente modificados para que sejam mais leves, e mais felizes.

 

safe_image.php.jpg

 

São curtas histórias improvisadas pelos  3 filhos da Maria, um de sete e dois de quatro anos, numa altura em que estamos fechados em casa, de quarentena obrigatória. O mais velho da Maria é colega e amigo da minha mais velha e posso-vos dizer que os teatros agradaram aos dois filhotes cá de casa.

 

 

Sigam este projeto e deliciem-se!

 

xoxo

Marta

___________________________________________________________________________________________________ Se gostaram de ler este post e não querem perder pitada das novidades aqui no blog, basta subscrever o blog por e-mail e seguir-me nas redes sociais Instagram e Facebook ( tudo na na barra lateral direita). ___________________________________________________________________________________________________

Oil-to-milk make up remover da Saffee | review

A semana passada não andei com grande vontade de escrever por aqui... Não sei se faz grande sentido escrever sobre produtos de beleza tendo em conta a crise que atravessamos mas por outro lado parece-me importante continuar com as coisas normais. E por isso, nada como retomar a normalidade por aqui e esta semana vão ficar a conhecer alguns produtos que tenho usado.

Hoje trago-vos mais uma review de um produto de limpeza de pele, desta vez de uma marca que muitos devem desconhecer - a Saffee.

 

saffee_brandpage_banner_WEB_fix.jpg

 

A Saffee é uma marca francesa de cosmética, disponível na Notino, e que descobri há poucos meses. Especialmente dedicada aos cuidados da pele do rosto, tem produtos bastante interessantes e com preços apelativos. Eu andava em busca de um produto de limpeza de pele que fugisse à habitual água micelar e ao gel de limpeza, que regra geral me deixa a pele do rosto sensibilizada e nas minhas pesquisas pela loja online encontrei o produto ideal.

 

91060601_1163017027391348_8096175659774115840_n.jp

 

O Oil-to-Milk é um desmaquilhante à base de óleo que veio transformar a minha rotina de limpeza de pele e já devia ter falado dele mais cedo porque é um dos meus produtos preferidos. Deve ser aplicado com a ajuda de um disco de algodão por todo o rosto, habitualmente insisto um pouco na zona dos olhos, sem esfregar, dando tempo à maquilhagem para "derreter". Depois é só molhar a pele e o óleo transforma-se numa loção de limpeza, devendo ser retirada com água morna. E voilá, pele limpa e pronta a receber os restantes cuidados. Tenho sempre algum receio na experimentação de produtos com óleo mas este é adequado a todos os tipos de pele e não notei nenhum efeito secundário.

 

Na minha wishlist está o Cleansing Melting Jelly Scrub, à base de açucar e também com tecnologia exclusiva oil-to-milk – em combinação com a água, o óleo transforma-se numa loção.

 

xoxo

Marta

___________________________________________________________________________________________________ Se gostaram de ler este post e não querem perder pitada das novidades aqui no blog, basta subscrever o blog por e-mail e seguir-me nas redes sociais Instagram e Facebook ( tudo na na barra lateral direita). ___________________________________________________________________________________________________

Então Marta, como corre isso da quarentena #2?

Duas semanas disto e é para continuar, certo? Sinto-me a viver num daqueles filmes sobre o fim dos tempos, só faltam ( até à data!) os zombies.

 

Continuamos em modo teletrabalho e homeschooling, ao mesmo tempo que é preciso tratar de refeições da casa,  entreter o bebé, fazer atividades e de tentar descontrair quando eles vão dormir. Mantemos os mesmos horários de deitar - às 20h30 estão os dois na cama. A hora de acordar vai variando, na loucura acordam às 8h30 e ficam a brincar sem nos virem acordar.

 

Tenho feito uma data de coisas que só com tempo se consegue - pão, iogurtes, massas frescas. E é tão bom comer estas coisas caseirinhas! Para além de ser sinónimo de aproveitamento e economia doméstica. Sei que muita gente tem feito pão em casa mas se tem visto à rasca para arranjar fermento fresco ou fermento em pó de padeiro. Dou duas sugestões - fazer massa mãe em casa ou fazer receitas de pão com fermento químico ( o dos bolos!). Quanto aos iogurtes, desaparecem à velocidade da luz aqui em casa e portanto tenho rentabilizado imenso a iogurteira. Continuamos com as nossas tradições familiares de pequeno-almoços mais compostinhos ao fim de semana e sábado saíram umas waffles bem saborosas!

 

90552613_1673024246171524_4174409780204404736_n.jp

90504574_513455012678603_2045073515786272768_n.jpg

 

Sair de casa para o que tem mesmo de ser - compras, levar o lixo - é uma aventura. A nossa entrada de casa parece uma sala de descontaminação, com saco para roupa da rua, sítio para os sapatos e é regularmente desinfetada com lixivia. Quando vamos às compras, desinfeto as embalagens com uma solução de 1 medida de lixivia para 19 de água que passo com um pano. O que não é de plástico fica de quarentena durante 3 dias. Sobre a limpeza da casa recomendo este artigo muito bom da Visão. Quanto às encomendas e ofertas de parcerias, ficam ali na entrada quietinhas de quarentena também.


Se pensei viver isto? Nunca na minha vida! Metade do tempo não me lembro, mas passo a outra metade preocupada. É horrível esta incerteza sobre quanto tempo vamos estar assim e quando a vida irá retomar a normalidade, se é que alguma vez isso vai acontecer. Mas é bastante pior adoecer ou perder alguém querido por isso #staythefuckhome. Ah e prendam os velhotes em casa! Andam todos contentes na rua, enquanto nós nos mantemos em casa para também os proteger a eles!!!

 

xoxo

Marta

___________________________________________________________________________________________________ Se gostaram de ler este post e não querem perder pitada das novidades aqui no blog, basta subscrever o blog por e-mail e seguir-me nas redes sociais Instagram e Facebook ( tudo na na barra lateral direita). ___________________________________________________________________________________________________

5 dicas para fazer uma limpeza ao seu guarda-roupa

Já que estamos quase todos por casa, vamos aproveitar para fazer uma limpeza daquelas bem profundas ao roupeiro? É um dos meus planos para esta semana e na próxima vou igualmente tratar do roupeiro das crianças. Não sei quando vamos sair desta quarentena mas temos de nos manter ocupados e acabaram-se as desculpas do "não tenho tempo".

 

para fazer uma limpeza ao seu guarda-roupa.png

 

 

Passo 1: Tirar tudo para fora! Sim, é uma tarefa hérculea mas só assim vamos conseguir ter noção do que temos guardado.

 

Passo 2: Limpar o interior do roupeiro, pendurar saquinhos de anti-traça e deixar arejar.

 

Passo 3: Separar a roupa em 3 montes - o que usamos regularmente, o que não usamos, o que não sabemos se serve. O que não usamos podemos ponderar se iremos voltar a usar nos próximos tempos, se não, coloquem num saco para doar. O que não servir, idem.

 

Passo 4: Separar tudo por tipo de peças e estação. Normalmente, tenho a roupa da estação anterior guardada em dois baús de tecido no fundo do roupeiro, mas há peças que são transitórias e comuns às duas estações - camisas, malhas finas, calças. A Primavera já chegou e sinto-me tentada a tirar já a roupa de Primavera/Verão para fora e guardar a de Inverno, deixando apenas meia dúzia de peças para qualquer eventualidade.

 

Passo 5: organizar as peças - camisas e calças nos cabides, t-shirts e sweats nas gavetas, jeans em prateleiras, lenços, biquinis e peças pequenas em caixas. Eu uso um organizador destes do Ikea para as calças e o tamanho pequeno para lenços, cachecóis, cintos e clutches. É uma forma de rentabilizar o espaço mas sonho com o dia em que terei todo um closet desenhado à medida e super funcional.

 

Vantagens de arrumar o roupeiro:

 

- visualizar a roupa toda que temos e facilitar a escolha de conjuntos e coordenados;

- identificar as peças em falta e as peças a mais;

- não ter a sensação de "tanta roupa e nada para vestir";

- libertar espaço com a doação do que já não vestimos;

 

xoxo

Marta

___________________________________________________________________________________________________ Se gostaram de ler este post e não querem perder pitada das novidades aqui no blog, basta subscrever o blog por e-mail e seguir-me nas redes sociais Instagram e Facebook ( tudo na na barra lateral direita). ___________________________________________________________________________________________________

Clarins Lisse Minute | Review

A Clarins é uma das minhas marcas preferidas de cosméticos e são vários os produtos da marca que tenho a uso. O post sobre a minha rotina de pele fica para outro dia porque hoje venho-vos falar sobre a minha recente experiência com o Lisse Minute Base de Maquilhagem.

 

Já aqui falei de alguns primers de maquilhagem mas sinceramente não são produtos que use todos os dias, porque não sinto essa necessidade ou ainda não tinha encontrado um produto que concentrasse resultados satisfatórios em vários aspetos. Ao ler o que este primer de maquilhagem prometia achei que era mesmo isto que me faltava experimentar. O Lisse Minute combina cuidado de pele e maquilhagem, oferecendo um produto realmente interessante e multifacetado. Segundo a Clarins " A sua textura incrivelmente fina e lisa, desliza na pele para deixar um véu tipo segunda pele impercetível que atenua, alisa e preenche as rugas, linhas de expressão e poros em menos de um minuto".

 

90113015_560140594853475_6690366729886892032_n.jpg

 

A minha opinião sobre o produto é de que é realmente uma boa aposta. Embora a embalagem seja de 15ml, basta uma pequena quantidade de produto para obter resultados. A embalagem traz uma espátula para aplicarmos o primer, o que facilita bastante o manuseamento do produto e evita contaminações. Os efeitos nos poros e no alisamento da pele são notórios e é uma excelente preparação antes de aplicar a base. Não tenho a pele oleosa e os meus poros são sobretudo na zona T, pelo que não sei como se comportará em peles mais oleosas mas na minha funciona muito bem. O que eu adoro mesmo, memso neste primer? A suavidade com que a pele fica!

 

89925840_165752627757019_4846416022787325952_n.jpg

 

Podem encontrar este produto à venda na Éclatant, uma loja online que vende perfumes originais, cosméticos e produtos para o cabelo das marcas internacionais mais conhecidas. Apesar de haver loja física aqui no Porto, confesso que não conhecia a cadeia mas posso-vos dizer que a loja online tem imensas das marcas que uso regularmente e a experiência de compra foi bastante agradável.

 

xoxo

Marta

 

#oferta

___________________________________________________________________________________________________ Se gostaram de ler este post e não querem perder pitada das novidades aqui no blog, basta subscrever o blog por e-mail e seguir-me nas redes sociais Instagram e Facebook ( tudo na na barra lateral direita). ___________________________________________________________________________________________________

Então Marta, como corre isso da quarentena?

Em minha defesa, já levo uma semana disto. Mas só desde segunda em regime de teletrabalho, com a família toda em casa.

 

stay.jpg

 

Considerações imediatas:

 

- instaurei um horário. Até hoje ninguém o cumpriu.

- só me apetece cozinhar mas depois penso que se calhar aqueles ingredientes podem fazer falta e lá se vão os bolos e as bolachas.

- é muiiiiitoooooooooooo complicado conciliar teletrabalho + crianças. Nem é pela mais velha, é mesmo pelo bebé que precisa de atenção e de brincadeira.

- estou com receio de que se acabe o chocolate.

- demorei uma manhã inteira a conseguir fazer as compras no continente online para ir levantar ao drive.

- das duas uma, ou os miúdos se tornam inseparáveis ou então vão-se chatear todos os santos dias enquanto isto durar.

- estou orgulhosa da minha cidade e da prestação de todos. A atuação do Presidente da Câmara, das entidades e das pessoas tem sido exemplar, espero que o resto do país acorde e faça o mesmo.

- agradecida por ter comprado um aspirador robot, aka Alfred por estas bandas.

- o meu hall de entrada é toda uma zona de descontaminação. Sinto-me a viver num filme de Scifi! Eu sei que é o meu género preferido mas dispensava viver isto.

- estou arrependida de ter adiado a remodelação da varanda, se tivesse pensado e executado tinhamos agora um espaço exterior livre da ventania que assola esta zona e os míudos podiam brincar ao ar livre.

- a minha filha descobriu que pode falar com os amigo pelo WhatsApp e passam a vida  a fazer house tours e a mostrar o pandemónio da casa, incluindo camas por fazer.

- fiz rissóis de frango e como se acabou o pão ralado resolvi improvisar e panar metade com tostas pulverizadas. Foram ao óleo e ficaram pretos. So long pela economia doméstica!

 

E por aí? Como se estão a sentir com o #stayhome? Aproveito para dizer que vou continuar a publicar os posts do costume, acho que é importante irmo-nos distraindo com as coisas habituais.

 

xoxo

Marta

___________________________________________________________________________________________________ Se gostaram de ler este post e não querem perder pitada das novidades aqui no blog, basta subscrever o blog por e-mail e seguir-me nas redes sociais Instagram e Facebook ( tudo na na barra lateral direita). ___________________________________________________________________________________________________

As camisas da Mango que não podem perder nesta estação

Até há bem pouco tempo tinha poucas camisas no meu roupeiro. Não era peça que usasse muito e achava sempre que eram demasiado " formais" e difíceis de combinar. Em minha defesa, efetivamente só recentemente começámos a ver modelos e cortes de camisas mais descontraídos e fugindo aos habituais cintados e a direito. E só assim comecei a ganhar apreço por este elemento que agora vigora em muito maior quantidade no meu roupeiro.

 

A Mango andava a deixar-me desgostosa. A coleção de Outono/ Inverno não me encheu as medidas e pelo que fui vendo no avanço desta temporada também não estava muito mais apelativa. Mas hoje ao dar uma vista de olhos pelo site - temos de nos distrair quando estamos de quarentena, certo? - vi imensa coisa gira! Em poucos minutos tive vontade de adicionar imensas peças ao carrinho, depois lembrei-me do estado da nação e deixei na wishlist. Se sobrevivermos terei tempo de finalizar a compra e de me pavonear com as camisas.

 

67060616_85.jpg67094424_02.jpg67035920_02.jpg

67060550_79.jpg

Agora, não as esgotem todas, ok?

 

xoxo

Marta

___________________________________________________________________________________________________ Se gostaram de ler este post e não querem perder pitada das novidades aqui no blog, basta subscrever o blog por e-mail e seguir-me nas redes sociais Instagram e Facebook ( tudo na na barra lateral direita). ___________________________________________________________________________________________________

Em casa #1

Como vos disse a semana passada, estamos já há alguns dias em casa. Sexta o pai também ficou e soubemos ao final do dia que o serviço da câmara onde trabalhamos ia fechar e teríamos a possibilidade de trabalhar em casa em regime de teletrabalho. Tenho de louvar a atitude do Presidente Rui Moreira porque efetivamente se antecipou e tomou a decisão consciente de proteger os funcionários. Aliás, as medidas que o Porto tem tomado têm surtido resultado e as ruas têm estado vazias. Tomara o resto do país fazer o mesmo mas pelos vistos por Lisboa ainda acham que estamos na brincadeira.

 

Se olhar para a semana passada fico com aquela sensação que naqueles 7 dias couberam imensos acontecimentos e se no início da semana tudo parecia longínquo e hipotético, pelo meio da semana fiquei com a certeza que o meu lugar e o dos pequenos era mesmo em casa. Fui chamada de exagerada mas dois dias depois já toda a gente queria era ir para casa. Sou uma pessoa curiosa por natureza, gosto de pesquisar e estar a par do que se passa e fui-me apercebendo que os casos conhecidos no início da semana seriam apenas a ponta do iceberg de muitos outros que andariam aí camuflados e sem estarem ainda descobertos. Preferia estar enganada mas infelizmente não.

 

89084405_1620259221456824_1122607157280243712_n.jp

 

Fiquei zangada com as pessoas que sabendo como estava a situação em itália se foram lá enfiar na mesma. Que levaram a sua vida social normal sem olhar à saúde dos outros. Que publicaram videos nas redes sociais a dizer que estavam internados mas "tá-se bem!", numa atitude completamente despreocupada face à gravidade da situação. Mas pensando bem, a nossa própria Ministra da Saúde e governantes em geral desvalorizaram até há bem pouco tempo a situação, apontando o virus como sendo mais uma gripe e o resultado está à vista de todos. E realmente, às tantas estes primerios casos serão os sortudos que tiveram os meios humanos todos disponíveis e sem faltarem equipamentos essenciais como ventiladores.

 

Não sejamos imprudentes, temos a nossa saúde em risco e está nas nossas mãos fazer o possível por quebrar a cadeia de transmissão. Mas, ou nos consciencializamos todos e remamos para o mesmo lado, ou então terá sido em vão. Os nossos profissionais de saúde são excecionais e mais do que nunca dependemos deles para a coisa correr bem, mas também temos em nós o poder de ajudar. Infelizmente, nem todos podemos ficar em casa. Há quem não possa porque o trabalho que desempenha não permite, há quem tenha de ir trabalhar porque o patrão assim o exige. Quem pode ficar em casa, por favor não desperdice essa benesse. Não mandei os miúdos para os avós... as pessoas de idade são um grupo de risco e as crianças podem ser transmissoras sem sintomas. Fontes não oficias indicam que o contágio no norte de itália passou muito por aí. Se sim, se não, só mais tarde se saberá.

 

Vamos acreditar que em breve vamos poder fazer tudo aquilo que não poderemos nos próximos dias.

 

xoxo

Marta

___________________________________________________________________________________________________ Se gostaram de ler este post e não querem perder pitada das novidades aqui no blog, basta subscrever o blog por e-mail e seguir-me nas redes sociais Instagram e Facebook ( tudo na na barra lateral direita). ___________________________________________________________________________________________________

Breves

Estou em casa com os miúdos desde quarta. Primeiro ouvi uns zunzuns sobre alunos em quarentena numa escola que partilha o ATL onde a minha mais velha anda e onde fica a creche do pequenino. Depois soube através de comunicado da associação de pais que havia caso de quarentena voluntária de um dos alunos e pais na escola da mais velha. Terça ainda foram, quarta já não consegui ignorar os sinais de alerta que o meu coração de mãe galinha enviava.

 

Contextualizando, tenho medo sobretudo pelo mais novo mas evidentemente que não quero ver nenhum dos meus a adoecer. Pese embora aparentemente as crianças sejam pouco afetadas, ninguém me sabe esclarecer se isso também acontece nos mais novos que já habitualmente sofrem com bronquiolites e infeções respiratórias. Perante a ausência de respostas, o seguro morreu de velho e antes pecar por excesso.

 

Parece-me a mim que a forma mais segura de nos resguardarmos é se cada um ficar na sua casinha, seja em lazer ou em teletrabalho. Assim, o ritmo de contágio seria diminuto, senão mesmo interrompido e os nossos serviços de saúde não ficariam atolados em doentes, tendo de escolher a quem dão resposta.

 

Não nos enganemos. Os números são claros, não temos capacidade de resposta e mesmo com este número de casos os serviços estão num caos, pelos relatos quer de médicos, quer de doentes que precisam de recorrer ao SNS. Arriscamo-nos a ter uma situação como a de Itália, se não tomarmos medidas drásticas e pararmos tudo. Se isso custa dinheiro? Obviamente. Quando custa uma vida? É isso que pergunto perante a chachada de conversa das duas senhoras de ontem na conferência de imprensa. Salta à vista que o adiar fechar as escolas não é porque não há risco e podemos seguir com as nossas vidinhas. É tão somente uma questão financeira e logística. Quando vai custar ao país se a SS tiver de pagar a um dos progenitores para ficar em casa com os filhos, caso não haja opção de teletrabalho? Tudo se resume a dinheiro. Espero que logo o nosso caro primeiro ministro tenha tomates e tome uma decisão consciente. Que sejamos por uma vez pioneiros em vez de esperarmos que nos bata a desgraça à porta depois do mal feito. 

 

Quanto a mim, venha o teletrabalho e nós cá nos arranjaremos. Para justificar estes dias vou ter de meter férias e se por um lado é para o lado que durmo melhor, por outro revolta-me a falta de respostas que temos para quem se quer proteger e resguardar os seus. Também me incomoda imenso a falta de respeito de quem devia estar de quarentena e vai para a praia aproveitar o  sol ou se anda a passear pelo shopping. Sejamos conscientes e civilizados.

 

Finalmente, não partilhem tudo o que vêm no FB e restantes redes sociais. Confiem nas fontes oficiais - DGS e OMS. Não partilhem tretas de beber água, suster a respiração e chupar imão que isso são só balelas e nem sei como alguém consegue ter imaginação para sequer inventar isso. Do mesmo modo, não comecem a comprar óleos essenciais e a recorrer a charlatanices porque a medicina convencional continua a funcionar bem.

 

Confiemos que vai correr tudo bem.

 

xoxo

Marta

___________________________________________________________________________________________________ Se gostaram de ler este post e não querem perder pitada das novidades aqui no blog, basta subscrever o blog por e-mail e seguir-me nas redes sociais Instagram e Facebook ( tudo na na barra lateral direita). ___________________________________________________________________________________________________

Pág. 1/2

Meet the Blogger

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Contato de e-mail

daybiday@sapo.pt

@life_inc_blog
Follow on Bloglovin

Parcerias

Compre aqui

SweetCare - Saúde, Beleza e Cosmética

Calendário

Março 2020

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031