Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

life Inc.

Beauty & Lifestyle

Coisas parvas

Chega o calor, eu começo a ver biquinis e fatos de banho...

 

índice.png

E deprimo porque a maior parte dos modelos de biquinis ficam bem a pessoas com pouco peito e não a mulheres mais avantajadas na parte superior, que é o meu caso. É só que dispenso ver uma mamoca a saltar!

funny-way-too-small-tried-on-bikini-now-a-bracelet

Ai vida...

 

xoxo

marta

___________________________________________________________________________________________________ Se gostaram de ler este post e não querem perder pitada das novidades aqui no blog, basta subscrever o blog por e-mail e seguir-me nas redes sociais Instagram e Facebook ( tudo na na barra lateral direita). ___________________________________________________________________________________________________

No time

Ultimamente tenho a sensação que o tempo não chega para tudo. Tenho vários assuntos para tratar e não consigo (mesmo!) organizar-me.

 

índice.jpeg

Ora vejamos:

 

- festa da M. para planear e organizar!

- remodelação na casa de banho para fazer, incluindo comprar louças e a tralha toda;

- comprar cadeiras para a sala de jantar;

- fazer uma sessão de bra fitting porque me fartei de soutiens que assentam mal!

- formatar o pc lá de casa que mais parece uma lesma;

 

Acho que preciso de dicas d egestão de tempo!

 

xoxo

marta

 

___________________________________________________________________________________________________ Se gostaram de ler este post e não querem perder pitada das novidades aqui no blog, basta subscrever o blog por e-mail e seguir-me nas redes sociais Instagram e Facebook ( tudo na na barra lateral direita). ___________________________________________________________________________________________________

Coisas que só a mim

Uma pessoa é alérgica ao gengibre. Uma pessoa apregoa aos 4 ventos que é alérgica ao gengibre. Uma pessoa foge do gengibre fresco como o diado da cruz e evita ao máximo o gengibre em pó.

 

Uma pessoa chega ao dia de Natal e apercebe-se que a cozinheira de serviço - a minha rica tia - resolveu armar-se em Masterchef (porque um senhor no hospital que é chef disse que ficava maravilhoso e blá blá blá) e despejou o frasco do gengibre em pó pelo perú, batatas, castanhas e etc. Uma pessoa come uma febrinha de dentro do peru e mantém-se pelo arroz. Reza para não dar nenhuma reação alérgica.

 

Pois sim. Ora adivinhem lá como estou eu? Ás pintas, pois claro.

 

xoxo

marta

___________________________________________________________________________________________________ Se gostaram de ler este post e não querem perder pitada das novidades aqui no blog, basta subscrever o blog por e-mail e seguir-me nas redes sociais Instagram e Facebook ( tudo na na barra lateral direita). ___________________________________________________________________________________________________

Coisas que não entendo #24

Gosto imenso de ver o Shark Tank versão americana, quem mais? Acho que no geral aparecem coisas interessantes, algumas verdadeiramente revolucionárias e que os "sharks" até acabam por ser bonzinhos, mesmo o resmungão do Mr. Wonderful.

 

Mas serve este post para desabafar sobre a versão portuguesa do programa que é tão má, tão, tão má que coitadinhos de nós se aquela é a nossa melhor amostra de empresários de sucesso. Nada contra os negócios dos senhores mas, caramba! Parecem uns saloios a falar, chegam mesmo a ser mal educados com os concorrentes e parece-me tudo tão amador... Os mais acessíveis e menos gozões acabam mesmo por ser o Mário Ferreira e a Isabel Neves. Os restantes parece que andam a gozar com a malta que por lá aparece. Não há mais empresários de sucesso no nosso país que tenham pelo menos umas costela de humildade?

 

Alguém vê? Partilham da minha opinião?

 

xoxo

marta

___________________________________________________________________________________________________ Se gostaram de ler este post e não querem perder pitada das novidades aqui no blog, basta subscrever o blog por e-mail e seguir-me nas redes sociais Instagram e Facebook ( tudo na na barra lateral direita). ___________________________________________________________________________________________________

Dúvidas existênciais #1

Uma pessoa "precisa" ( a sério!) de comprar roupa. Uma pessoa percorre as lojas TODAS e não compra nada.

 

tumblr_nmv6u57IER1sp3lpfo1_500.jpg

Agora a sério, já estou naquela fase em que olho para a roupa de verão e já não sei o que vestir. Por outro lado, tenho a certeza que quando vier o frio vou ansiar pelo regresso do calor. Completamente bipolar, certo?

 

Mulheres...

 

xoxo

marta

___________________________________________________________________________________________________ Se gostaram de ler este post e não querem perder pitada das novidades aqui no blog, basta subscrever o blog por e-mail e seguir-me nas redes sociais Instagram e Facebook ( tudo na na barra lateral direita). ___________________________________________________________________________________________________

Coisas que não entendo #15

Já vos contei que mudei de colchão de cama... fiquei com o antigo cá em casa com o objetivo de o doar a alguma instituição. A empresa que faz os colchões podia ter levado o antigo mas nesse caso ia mesmo para o lixo. E embora o colchão já tenha uns anitos decerto será preferível dormir nele que no chão por isso pensei que sempre servisse a mais alguém.

 

Pois que já contatei uma instituição nesse sentido, dei o contato para agendarem a recolha e nada! Já se passou uma semana e pelos vistos não devem estar muito interessados. Ligo e ninguém atende, e-mail nem respondem e ando nisto. É triste... Não tenho meios para transportar o colchão e neste momento a opção é deixá-lo na rua a ver se alguém lhe pega. Mas aqui na zona duvido...

 

Portanto, se souberem de alguma instituição aqui no Porto que faça recolhas ao domicílio e esteja de fato interessada, deixem aí nos comentários!

 

xoxo

cindy

___________________________________________________________________________________________________ Se gostaram de ler este post e não querem perder pitada das novidades aqui no blog, basta subscrever o blog por e-mail e seguir-me nas redes sociais Instagram e Facebook ( tudo na na barra lateral direita). ___________________________________________________________________________________________________

Coisas que só a mim #2

Depois de vos ter relatado ontem o episódio do colchão... heis-que afinal os cromos fomos nós!

 

Pelos vistos, este tipo de colchão xpto com molas ensacadas (acho que é assim) ao ter estado ao alto durante 2 dias ali plantado na entrada, encolheu... Disse-nos o senhor da fábrica. É pô-lo na cama, porêm-no a uso e vão ver que vai ao sítio...

 

Assim o fizemos, hoje realmente já não está tão encolhido... mais umas cambalhotas e vai ao sítio! Olarila!!! Ao menos posso comprovar que o colchão é super confortável e finalmente acordei sem dores de costas o que é sem dúvida uma grande melhoria em relação aos últimos tempos!

 

Portanto, boa sexta-feira!!! Vou começar a entrar em countdown para a festança de domingo! Oh Yeah!!!

 

il_fullxfull.284823032.jpg

xoxo

cindy

___________________________________________________________________________________________________ Se gostaram de ler este post e não querem perder pitada das novidades aqui no blog, basta subscrever o blog por e-mail e seguir-me nas redes sociais Instagram e Facebook ( tudo na na barra lateral direita). ___________________________________________________________________________________________________

Coisas que não entendo #11

Há dias lia este texto do Nuno Markl e abanava a cabeça conforme ia lendo, em plena concordância com o autor. Ide ler porque é importante para o que se segue.

 

É certo e sabido que a sociedade ( e nós próprios) adoramos colocar rótulos às pessoas e isso é particularmente visível no que aos sexos diz respeito. Parece que há um manual de conduta que diz que os homens têm de ser bons em determinadas coisas e ignorar outras. Por outro lado, as mulheres hoje em dia acham que têm de saber fazer tudo e isso gera uma enorme confusão. Mas nem era disso que eu queria falar. Falava eu dos papéis instituídos pela sociedade a cada um dos géneros. O Homem deve saber fazer bricolage e manusear o berbequim, tratar do carro e perceber de velas e motores, estar a par do último grito tecnológico e perceber de bits e bytes.  Nem que quando o carro avarie abram o capot e fiquem a olhar para o motor como um boi olha para um palácio.

 

148785_503602589682411_301510673_n.jpg

Gostei particularmente do relato da cena do mecânico que recorrentemente se passa comigo e com o S. quando calha de irmos ao mecânico. Do mesmo modo que quando fomos comprar a máquina de lavar a loiça fui eu o alvo do vendedor. E quando vamos tratar de qualquer coisa de informática? Falam com ele que não percebe nada do assunto e os manda falar comigo, mas nem assim os tipos conseguem ignorar a formatação que os impele a procurar a voz maculina para esses assuntos. Eu fico com vontade de arrancar cabeças e o S. aborrecido por lhe estarem a falar chinês.

 

Technology_b26dd4_3010168.jpg

 São ridículas estas distinções que fazemos, não acham?

 

xoxo

cindy

 

___________________________________________________________________________________________________ Se gostaram de ler este post e não querem perder pitada das novidades aqui no blog, basta subscrever o blog por e-mail e seguir-me nas redes sociais Instagram e Facebook ( tudo na na barra lateral direita). ___________________________________________________________________________________________________

Arre, é que não mata mas mói!

Uma pessoa entrega um processo de licenciamento numa câmara deste nosso país à beira mar plantado em meados de Novembro. Não fica propriamente aqui ao lado, ainda são uns 50km.

 

Vai-se lá uma primeira vez em busca de um requerimento tipo que indique o que é necessário entregar e indicam-nos o decreto-lei que de direito regula os documentos necessários para licenciamento. Muito bem, é só consultar e entregar os documentos indicados na legislação. Assim se faz e um mês depois vem uma notificação que falta documento x - Ah mas o documento x não está no decreto-lei. Pois, mas tem de entregar. Lá se vai entregar. É desta? Pois que não é porque indicaram o modelo errado e é necessário fazer uma alteração. Será que à terceira é de vez? Pois, também não porque entretanto a declaração da ordem dos arquitetos que é semestral caducou no final do ano e nós queremos mas é uma atualizada.

 

Só vos digo que nunca vi semelhante... Ora vejamos, Novembro, Dezembro, Janeiro e Fevereiro e o meu rico projeto ainda não está em apreciação. Não adianta reclamar, é assim e pronto. De cada vez que se anexa um documento paga-se 5€ de taxa, portanto está-se mesmo a ver o esquema para encher os cofres da câmara. Uma vergonha, é o que é. Depois admiram-se que as pessoas façam obras ilegais, tal é o tempo dispendido, o dinheiro envolvido e a burocracia associada. Sem falar do desgaste que é estar constantemente a faltar coisas, parece que é incompetência do projetista quando não tem culpa nenhuma.

 

Senhores, para quando uma legislação NACIONAL, sem variantes regionais e tretas afins. E para quando uma tabela de taxas NACIONAL, sem ser à vontade do freguês, neste caso, da tesouraria? E já agora, porque não implementar o licenciamento digital por esse país fora?

 

Estou pelos cabelos, &%$%#""!#/&())=(=? para isto.

 

xoxo

cindy

___________________________________________________________________________________________________ Se gostaram de ler este post e não querem perder pitada das novidades aqui no blog, basta subscrever o blog por e-mail e seguir-me nas redes sociais Instagram e Facebook ( tudo na na barra lateral direita). ___________________________________________________________________________________________________

Só a mim...

A minha vizinha do lado está com a casa em obras. Veio avisar gentilmente na segunda que ia haver um pouco de barulho e tal. Nada de mais. Parece que todos os meus vizinhos fazem obras, pena é não mas terem pedido a mim.

 

Ontem por volta das 18h, comecei a sentir um cheiro fortíssimo a invadir-me a casa. Coisa tal que mal abri a porta de casa ia morrendo sufocada. É indiscritível o cheiro, mas acreditem que não se conseguia respirar de tal modo estava concentrado no átrio de acesso aos apartamentos. Mentes brilhantes que só elas ainda tinham feito o obséquio de fechar a porta da caixa de escadas que geralmente está sempre aberta. Apressei-me a entrar em casa, abri tudo o que era janelas e fui-me barricar no quarto com a Pinypon. A dada altura até no quarto cheirava e eu só pensava que não podíamos estar ali nem sequer dormir ali. Pior, estava com receio de sair de casa porque tinha de atravessar o hall e estava irrespirável. Logo eu que na noite anterior tinha dormido meia sentada porque estava com falta de ar.

 

Liguei ao S. que estava a chegar a casa a explicar a situação, liguei à minha mãe a pedir guarida para a noite e toca a fazer as malas. Por sorte a minha mãe estava na minha avó do outro lado da rua e apressou-se a vir ter comigo e averiguar junto do porteiro e do administrador do condomínio o que se passava. Pelos vistos, toda a gente do prédio se estava a queixar já que o cheiro se tinha espalhado, nisto o adminstrador estava já em contato com a vizinha para lhe comunicar que tinha de vir abrir as janelas e resolver o problema. Pedimos para avisarem os nossos vizinhos que são pessoas de idade e podiam nem se aperceber e ficarem doentes ou com problemas respiratórios. Resumindo, fomos todos recambiados para dormir fora. E eu pergunto, por sorte os meus pais moram perto, agora imaginem que não tinhamos onde ir dormir, íamos para um hotel? Bem que apresentava a conta à vizinha. Enfim, lá fomos passar a noite aos meus pais, felizmente os meus irmãos estão fora e espaço não falta. Mas já viram os transtorno? Deixei o trabalho a meio, fui dar "trabalho" aos meus pais e levei meia casa às costas.

 

Obviamente que a culpa não é da senhora minha vizinha, será certamente de quem dirige as obras e não deve saber que há determinados produtos que não se podem usar em espaços fechados e em obras de apartamentos. Têm de ser substituídos por outros inodoros ou menos tóxicos que regra geral são mais caros. E muito menos se sai de uma obra sem deixar a casa a ventilar. Se eu soubesse que uma equipa minha tinha feito semelhante serviço numa obra, a esta hora estavam com as orelhas a arder de tanto sermão e missa cantada.

 

Estamos agora de volta, a casa ficou aberta a noite toda e está livre de cheiros. Os homens já foram avisados que têm de trabalhar com o espaço ventilado e nada de voltarem a aplicar o mesmo. Quanto à vizinha pelos vistos dormiu em casa, cá para mim hoje vai trabalhar com uma moca de diluente que só visto.

 

xoxo

cindy

 

___________________________________________________________________________________________________ Se gostaram de ler este post e não querem perder pitada das novidades aqui no blog, basta subscrever o blog por e-mail e seguir-me nas redes sociais Instagram e Facebook ( tudo na na barra lateral direita). ___________________________________________________________________________________________________

Meet the Blogger

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Contato de e-mail

daybiday@sapo.pt

@life_inc_blog
Follow on Bloglovin

Parcerias

Compre aqui

SweetCare - Saúde, Beleza e Cosmética

Calendário

Fevereiro 2020

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829