Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

life Inc.

Beauty & Lifestyle

Fim de semana!

A semana passada foi uma correria... entre reunião na escola, eventos, trabalho e coisas para tratar, parecia que sexta-feira à noite nunca mais chegava. E quando chegou, eu estava exausta. Aliás, estávamos todos cá em casa! Por isso, precisávamos era de um fim de semana calmo e foi isso mesmo que tivemos.

 

Saímos no sábado para Miss Pinypon ir experimentar a natação com a sua amiga Joaninha e correu muito bem. Embora haja natação incluída na mensalidade da escola, ela diz que não quer ir e não temos insistido. O ano passado foi meia dúzia de vezes e sentíamos que isso a deixava bastante stressada, ao ponto de na véspera do dia de natação dormir mal. Começou a dizer que não queria ir porque não queria mergulhar e tinha medo. E como nem sequer podíamos ir ver o que se passava nas aulas - os pais não podiam ir assistir nem aparecer - não insistimos, porque afinal de contas não lhe podíamos dizer que os medos dela eram injustificados. Estamos a falar de crianças de 3 anos e acho que um pai que se preze deve querer saber o que se passa nas aulas e não consigo sequer entender o que levou a que não houvesse sequer hipótese de ir dar uma espreitadela. Portanto, resolvemos ir experimentar uma aula noutro sitío e acho que já está mais inclinada a frequentar as aulas. E como nós podemos assistir, fica ela e nós mais descansados.

 

Domingo foi para ficar no choco a tratar da roupa que infelizmente não se trata sozinha! E com este mau tempo, valha-nos a máquina de secar, não é?

 

Boa semana a todos!

 

xoxo

marta

___________________________________________________________________________________________________ Se gostaram de ler este post e não querem perder pitada das novidades aqui no blog, basta subscrever o blog por e-mail e seguir-me nas redes sociais Instagram e Facebook ( tudo na na barra lateral direita). ___________________________________________________________________________________________________

Regresso à escola com a C&A

Eu não sei quanto às outras mães que por aqui passam mas para mim não há nada de roupa pipi no dia-a-dia dos mais pequenos. Eu sei que há quem goste de ver os petizes de vestidinho de roda e meia pelo joelho, mas a meu ver não é nada de prático para os mais novos que só querem andar confortáveis para brincar. Geralmente deixo esses outfits mais engalanados para o fim de semana e uma ou outra ocasião especial. A Pinypon tem um dia a dia na escola bem recheado de atividades e como tal gosto de escolher roupas práticas!

 

Fui desafiada pela C&A a mostrar-vos algumas das minhas escolhas no âmbito do regresso à escola dos mais novos e digo-vos que fiquei surpreendida pela variedade de peças e estilos da coleção. Levei a Pinypon comigo e sem dúvida que ela adorou encontrar as suas personagens preferidas por lá - Frozen, Paw Patrol, Princesa Sofia, Minions... E não é que já quer escolher as roupas? Era só " Oh mamã, que querido, posso levar?"!

 

IMG_20161015_185902.jpgIMG_20161015_182628.jpg

As minhas escolhas recaíram sobretudo em peças para o dia-a-dia, práticas e fáceis para ela se vestir, mas nem por isso menos giras! Adorei os básicos com aquele pormenor rendilhado, as leggins de malha muito quentinhas para os dias mais frios, a camisola com a raposinha, tão mas tão gira e querida! E o gorro com os pompons, não é a coisa mais querida? E embora não seja fã de bonecadas na roupa, também não sou tirana ao ponto de não lhe fazer a vontade e trazer uma peça ou outra dos bonecos preferidos. O polar do Frozen para aqueles dias mais caseiros e a sweat da Paw Patrol foram as escolhas dela e veio toda contente.

IMG_20161016_103007.jpgIMG_20161016_103216.jpgIMG_20161016_103332.jpgIMG_20161016_103417.jpgIMG_20161016_103508.jpgIMG_20161016_103614.jpg

Ainda vou lá voltar para ver estes onesies tão queridos e estes casacos tão quentinhos, que infelizmente não tinha no tamanho 5 anos.

2.jpg14724415_1440774382617858_4382678205797087880_n.jp

 Gostaram das minhas escolhas? Costumam fazer compras na C&A? Podem ir seguindo as novidades e campanhas da marca por aqui.

 

xoxo

marta

___________________________________________________________________________________________________ Se gostaram de ler este post e não querem perder pitada das novidades aqui no blog, basta subscrever o blog por e-mail e seguir-me nas redes sociais Instagram e Facebook ( tudo na na barra lateral direita). ___________________________________________________________________________________________________

Pinypon report

Sou só eu que acho que os miúdos crescem imenso no Verão? Sempre que olho para ela parece-me mais menina e esticada, menos bébé e com refeguinhos. Acho que as férias servem mesmo para isso, para os miúdos aproveitarem o ar livre, a praia, o rio, a piscina, os avós e as coisas boas da vida. Quando damos por ela, as calças estão curtas e as t-shirts mais justas.

 

A grande aprendidzagem deste verão foi mesmo ela ter perdido o medo da psicina. Sempre preferiu praia ou rio, na piscina só ao colo e mesmo assim notava-se que ficava com medo. No início do ano letivo anterior soubemos que uma das atividades era natação. Ela começou por ir mas notámos que as aulas não eram muito do agrado. Pelos vistos, também não o eram de muitos outros coleguinhas e aos poucos deixou de ir. Porque tinha medo e não podia usar bóias. Porque eram 2 professores para não sei quantos miúdos e nem dava para ir ver em que condições eram as aulas. Com a resistência dela ficámos apreensivos e concordámos que seria melhor aguardar.

 

No início do verão viu um vídeo do primo João todo contente na água e com umas braçadeiras. Disse logo que também ia fazer isso na piscina. E não é que fez? Aos poucos foi-se largando de nós e quando achei que estava pronta deixei-a a flutuar toda contente com as braçadeiras. Agora parece um peixinho, dá às mãos e aos pés na perfeição e assim vai percorrendo a  piscina!

IMG_8806.JPG

 Ficou tão orgulhosa do seu feito, só sabia dizer que estava crescida! Minha rica filha, não cresças muito rápido!

 

356.jpeg

 xoxo

marta

 

___________________________________________________________________________________________________ Se gostaram de ler este post e não querem perder pitada das novidades aqui no blog, basta subscrever o blog por e-mail e seguir-me nas redes sociais Instagram e Facebook ( tudo na na barra lateral direita). ___________________________________________________________________________________________________

Nós e a tecnologia

Hoje em dia a tecnologia está em todo o lado e presente na maior parte dos nossos gestos diários. Gostamos de consultar o e-mail no smartphone, postar uma foto no Instagram, entretemo-nos com um jogo enquanto estamos à espera e quando damos por ela passamos muito tempo de olhos postos no ecran, seja ele do telemóvel, tablet, tv ou pc. Contra mim falo, que gosto sempre de estar "online" embora hoje em dia esteja cada vez menos. Já pouco uso o FB, exceptuando a página do blog e o chat que uso para falar com algumas pessoas. Cansou-me a exposição e ter de dar satisfações sobre os meus passos. Continuo a gostar do Instagram porque adoro fotografia e acabo por seguir apenas pessoas que conheço e ter seguidores também conhecidos. Passo muito tempo em frente ao pc porque a maior parte do meu trabalho é feito digitalmente e o fator e-mail e redes sociais acaba por ser também importante.Mas gostava de passar menos, sou sincera.

 

Ontem li este texto que achei muito interessante. Acho assustador ver crianças (bébés) tão pequeninas e já de tablet e telemóvel nas mãos. A verdade é que eles dominam os aparelhos na totalidade, mesmo sem ninguém lhes ensinar. Mas será só a mim que me parece muito precoce ver bébés de um ano e pouco já agarrados ao tablet para estarem entretidos enquanto os pais fazem qualquer coisa? No outro dia estava numa loja, olho em redor e vejo uma criança de 4 anos num carrinho e embrenhada no tablet enquanto os pais examinavam a roupa. Não gosto de ver a minha filha a jogar no telemóvel e não gosto de a ver com o tablet - só usamos quando vamos de viagem e em último recurso. Ou seja, é a excepção e não a regra. Que me perdoe quem o faz, mas acho que é cair no facilitismo recorrer aos tablets e telemóveis para os entreter.

 

Quando éramos pequenos mal se ouvia falar em computadores e a única coisa que víamos era televisão e mesmo essa em menores quantidades já que a oferta infantil era bem pequena. Passávamos mais tempo na rua (não se ouvia falar dos perigos de hoje em dia) e sobretudo sabiámos brincar. Estarei errada quando digo que a maior parte das crianças hoje em dia não sabe brincar? Não é capaz de se sentar e estar embrenhada nas suas brincadeiras? Enchemos as crianças de brinquedos e depois elas não os usam, ficam encostados a um canto... Felizmente a de cá de casa sabe brincar sozinha, claro que às vezes pede a minha comparência mas regra geral entretém-se bem e adora os seus brinquedos. É capaz de ficar perdida a folhear um livro e isso deixa-me contente. Sempre gostei de ler, continua a ser das minhas coisas preferidas e acho que é uma atividade muito enriquecedora. Incrível o que se aprende quando se lê um livro! Gostamos de a levar ao parque e ir enumerando o que vemos - as folhas, as árvores, as pedras, os animais... mostrar o quanto é bom correr e estar lá fora. Lembro-me sempre de um coleguinha da minha irmã dizer numa aula que o leite e os ovos vinham do animal supermercado. Gosto de a ver brincar ao faz de conta, em que me prepara as maiores iguarias acompanhadas por um cházinho. E de a ver rodopiar na sala a fazer "balé".

 

O fator tecnologia já está tão presente que as crianças já acham que tudo tem ecran touch. Só me lembro dela no Museu de História Natural em Londres a carregar com o dedo em tudo o que era monitor a ver se funcionava!!! Sei que não a posso impedir de querer o tablet e volta e meia apanho-a com o telemóvel. Mas afinal de contas, sou eu (nós) que mando cá em casa e somos nós - pais - que sabemos como queremos educar os nossos filhos. Cabe-nos a nós ter o discernimento e saber o que queremos para os nossos filhos. Já bastam as situações que não podemos controlar e que escapam ao nosso controlo. O ideal é que haja equilíbrio e sensatez.

 

xoxo

cindy

 

PS: atenção que estou a falar de crianças pequenas e bébés, quando são maiorzinhos acho muito bem que explorem as novas tecnologias.

___________________________________________________________________________________________________ Se gostaram de ler este post e não querem perder pitada das novidades aqui no blog, basta subscrever o blog por e-mail e seguir-me nas redes sociais Instagram e Facebook ( tudo na na barra lateral direita). ___________________________________________________________________________________________________

Sugestões #1

Pois que o fim de semana já lá vai e foi bem bom e cheio de sol! Com direito a passeios, almoços em família e uma festinha de anos do primo da Pinypon... Foi preenchido mas soube muito bem!

 

Deixo-vos algumas sugestões para começarmos bem esta semana!

 

Passem na loja d'O Boticário para conhecer a nova coleção Tropical Colors, eu fiquei fascinada com as sombras e os lápis de olhos, cores fantásticas e efeitos surpreendentes. Trouxe o lápis roxo e já o andei a experimentar, adoro! Depois apresentarei devidamente a coleção que está mesmo condizente com os dias quentes que esperemos que aí venham!

 

11215107_10200436712596693_5185672287853710255_n.j

 

E por falar em calor, nada como começar a preparar os dias de praia... Sou só eu que me desleixo um bocadinho durante o Inverno? Podem ver as sugestões das bloggers ( eu, incluída) na campanha desta semana na Skin.pt.

 

PARKER1.png

 

E para os mais pequeninos, deixo-vos esta sugestão de atividade no Parque da Cidade!  Parece ser bem giro! Podem consultar aqui a página do evento.

 

11092117_10153236103785429_6413934137749979188_o.j

 Boa semana!

 

xoxo

cindy

___________________________________________________________________________________________________ Se gostaram de ler este post e não querem perder pitada das novidades aqui no blog, basta subscrever o blog por e-mail e seguir-me nas redes sociais Instagram e Facebook ( tudo na na barra lateral direita). ___________________________________________________________________________________________________

Privacidade

Ontem lia este post da Magda, já antigo, por sinal. E até comentei com ela que efetivamente o tema continua a estar mais que atual. Por isso, resolvemos trazer novamente o assunto a lume... Podem ir ao blog dela ler o novo post!

 

Eu sei que hoje em dia há esta nossa necessidade de partilhar online o nosso dia-a-dia. Eu própria o faço, atualmente com mais bom senso e menos espontaneidade que há uns tempos atrás. Mas há muito boa gente que parece não ter dois dedos de testa e acho por bem partilhar e colocar nas redes sociais tudo e mais alguma coisa. Onde anda o bom senso? E esta questão torna-se bem mas preemente quando se trata de crianças.

 

Para mim é completamente descabido publicar uma foto da minha filha sem roupa, em roupa interior ou a tomar banho. Infelizmente, há quem ache normal escarrapachar fotos dos filhos nestes preparos - agora é a parte em que perco algumas colegas bloggers que eu sei e vejo que o fazem regularmente. Já pensaram que um dia mais tarde os vossos filhos podem não achar piada ao verem fotos deles cobertos de varicela espalhadas pela internet? Ou que podem ter coleguinhas a gozar com eles por causa daquela foto tirada no banho?

 

Para quem quer partilhar fotos com amigos e familiares há uma coisa chamada definições de privacidade qe permitem regular quem pode ou não ver determinadas fotos no FB, por exemplo. Eu uso e abuso quando me apetece publicar fotos com a família. Podem e devem ter os vossos perfis privados para quem não faz parte da vossa rede de amigos. Claro que uma foto num blog não tem privacidade nenhuma... No instagram também podem tornar o perfil privado e eu só costumo adicionar quem conheço.

 

Pensem no assunto com consciência, é bonito partilharmos os nossos petizes mas há coisas que devem ficar na privacidade do lar.

 

xoxo

cindy

___________________________________________________________________________________________________ Se gostaram de ler este post e não querem perder pitada das novidades aqui no blog, basta subscrever o blog por e-mail e seguir-me nas redes sociais Instagram e Facebook ( tudo na na barra lateral direita). ___________________________________________________________________________________________________

Obrigada!

Antes de mais obrigada à equipa de blogs do Sapo pelo destaque de ontem! E obrigada igualmente aos que aqui deixaram os seus comentários ao meu post, gostei muito de os ler e constatar que efetivamente já muitos de nós têm as noções básicas sobre nutrição e a alimentação dos nossos pequenitos.

 

Ainda haveria muito a dizer, sobretudo acerca da alimentação praticada pelas próprias escolas, mas nas minhas pesquisas de ontem deparei-me com esta boa nova! Sem dúvida que é um avanço no panorama geral... E ainda sobre alimentação e há bitos alimentares, deixo aqui este artigo que gostei bastante de ler.

 

Espero que gostem!

 

xoxo

cindy

___________________________________________________________________________________________________ Se gostaram de ler este post e não querem perder pitada das novidades aqui no blog, basta subscrever o blog por e-mail e seguir-me nas redes sociais Instagram e Facebook ( tudo na na barra lateral direita). ___________________________________________________________________________________________________

Vacinação

Ontem ao final da tarde fomos ao Centro de Saúde para a Pinypon tomar a vacina contra a meningite B, receitada pelo pediatra. Tivemos uma Pinypon bastante choraminguitas para o resto do dia e noite, acabei por dormir no quarto dela e dar-lhe um Ben-u-ron para a aliviar. Hoje já acordou bem disposta e nada de queixas.

 

A vacina - bexsero - começou a ser comercializada o ano passado e a ser administrada este ano. Havia já vacinas contra os tipos A e C, mas nenhuma contra as estirpes do grupo B, a principal causa de doença meningocócica e septicémia nos países desenvolvidos. Os sintomas iniciais não são claros e a progressão clínica da doença é rápida, podendo surgir repentinamente em indivíduos previamente saudáveis. "Em Portugal, registaram-se 85 casos de doença invasiva meningocócica, em 2011. Entre 8 a 10 por cento dos casos são fatais e cerca de 20 por cento das crianças sofrem sequelas graves."

 

A Pinypon como já tem mais de 24 meses vai apenas tomar duas doses, cada uma pela módica quantia de 98€ ( autch). Mas para bébés mais pequenos estão a ser administradas 3 ou mais doses. Como sempre, nada de incluir esta vacina no PNV.

 

Portanto façamos as contas:

 

Prevnar - 75€ cada dose, 3 doses - 225€

Rotarix -  80€ cada dose, 2 doses - 160€ ( a Pinypon vomitou uma, demos 3 - 240€)

Bexsero - 98€ cada dose, 2 doses - 196€

 

Total: 661€ em vacinas supostamente essenciais mas não contempladas no PNV. Somos todos ricos, certo?

 

Já agora deixo aqui esta imagem que vi no blog Crónicas das Horas Perdidas para aqueles pais ou pessoas que acham o máximo não vacinar as criancinhas ou ainda aquelas que acham que o aumento de casos de autismo está relacionado com a vacinação.

 

 

Tenho cá para mim que simplesmente não deveriam ser aceites crianças nas escola que não tivessem o boletim de vacinas em dia.

 

xoxo

cindy

 

 

 

 

___________________________________________________________________________________________________ Se gostaram de ler este post e não querem perder pitada das novidades aqui no blog, basta subscrever o blog por e-mail e seguir-me nas redes sociais Instagram e Facebook ( tudo na na barra lateral direita). ___________________________________________________________________________________________________

A sonhar com a praia...

A sério que está frio e chove novamente?! Que deprê!!! Logo agora que já andava a namorar roupas diminutas e bem esvoaçantes e ansiava por ir molhar o pézinho à praia... Enfim.

 

Este ano quero ver se faço mais praia com a Pinypon, o ano passado fomos poucas vezes mas deu para ver que ela gostou. A missão que me aguarda é arrastar o Sr. Action Man para a beira-mar porque diz ele que a praia é uma seca e não gosta de ficar de papo para o ar a apanhar sol. Tem bom remédio, vamos os três e enquanto eu me deito de papo para o ar, ele toma conta da pequena e vai ver que faz tudo menos ficar na toalha. Boa ideia, não acham?

 

E praia é sinónimo de chapéus, toalhas e fatos de banho. E ir para a praia com bébés é sinónimo de levar mais que um fato de banho, para se ir mudando quando eles molham o que levam vestido. E cá para mim, do ano passado só deve servir um fato de banho da Pasito a Pasito que comprei em tamanho maiorzinho. Portanto, fatos de banho precisam-se, embora por este andar só sejam usados lá para Agosto.

 

Fato de Banho Pukatuka

 

Poncho de Praia Cat

 

Havaianas Minnie

 

Fato de banho Tic Tac Babies

Chapéu de palha H&M

 

Fato de Banho Zara Kids

 

Agora é esperar que venha (mais) calor...

 

xoxo

cindy

 

 

___________________________________________________________________________________________________ Se gostaram de ler este post e não querem perder pitada das novidades aqui no blog, basta subscrever o blog por e-mail e seguir-me nas redes sociais Instagram e Facebook ( tudo na na barra lateral direita). ___________________________________________________________________________________________________

Má educação vs Hiperatividade

A semana passada andou uma grande polémica por tudo o que é baby blogs e facebook por causa deste texto.

 

Já deu para perceber que há pessoas que concordam com a postura deste senhor e que estão convencidas que efetivamente as crianças são todas umas mal educadas e que os pais são todos muito maus educadores. Geralmente são os que não têm filhos, mas enfim.

 

A meu ver há aqui duas grandes questões. Se por um lado, há muitos pais que se demitem do seu papel de educadores e esperam que os professores façam na escola o trabalho todo, por outro há que entender que uma criança não é um adulto em miniatura e que como tal, não se pode esperar que vá a um jantar e fique duas horas entado, mudo e quieto, como os pais tantas vezes parecem esperar.

 

Claro que depende muito da criança e da idade mas há que evitar certas situações que à partida os pais sabem que serão explosivas. Uma criança com sono é igual a uma bomba pronta a detonar. Já deu para perceber isso com a nossa Pinypon. Ainda há uns dias, assisti a uma cena entre pai e filho, com direito a lambada e tudo, porque o pai se lembrou de entrar numa loja de gomas para comprar uns bombons e ficou admirado por o pequenito querer umas gomitas. Claro que a coisa não resultou! De quem é a culpa?Quem fez birra? O pai ou a criança? Só faltava acenar-lhe com uma goma e dizer: querias, querias!

 

Por outro lado, as pessoas também se tornaram menos tolerantes aos comportamentos normais das crianças. É normal uma criança saltitar, brincar, cantar e por aí adiante. E testar limites também. Quantos de nós não olharam já de lado ao ver uma criança chorar em público e fizemos um olhar reprovador? Eu própria já o fiz mas agora com a minha experiência recente da maternidade passo-me quando sou eu o alvo desses olhares impúdicos! E já o fui, simplesmente porque a Pinypon tinha descoberto recentemente que sabia dar guinchinhos e resolver treinar enquanto passeávamos pelo shopping! TUDO A OLHAR!!! Porque ela estava a incomodar?!

 

Má educação para mim é o que vou relatar a seguir. Há uns tempos estava eu numa fila de uma loja à espera que chegasse a minha vez de pagar. Atrás de mim estava uma senhora com uma criança. Não é que a certa altura o infante começa a dar-me pontapés nas canelas?! E eu olhei para trás e fiz-lhe cara má. A mãe viu o que estava a fazer e acham que pediu desculpa?! Nada, não se passava nada de especial. Quem diz isto, diz aquelas crianças que se vêm a insultar pais e avós e que chegam mesmo a bater-lhes. Isto sim é muito má educação. E não se resolve com diagnósticos errados de hiperatividade e comprimidos. A minha mãe que é educadora de infância é a primeira a dizer que a maior parte dos miudos não são hiperativos mas sim simplesmente mal educados. Ou haveriamos agora de repente termos um surto de hiperatividade?!

 

Por tudo isto, até poderia concordar com o autor no que diz respeito ao exagero de diagnósticos de crianças hiperativas que há efetivamente hoje em dia. Mas concordar com o que ele reitera como má educação? Jamais. Há que deixar que as crianças sejam... crianças.

 

xoxo

cindy

 

 

 

___________________________________________________________________________________________________ Se gostaram de ler este post e não querem perder pitada das novidades aqui no blog, basta subscrever o blog por e-mail e seguir-me nas redes sociais Instagram e Facebook ( tudo na na barra lateral direita). ___________________________________________________________________________________________________

Meet the Blogger

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Contato de e-mail

daybiday@sapo.pt

@life_inc_blog
Follow on Bloglovin

Parcerias

Compre aqui

SweetCare - Saúde, Beleza e Cosmética

Calendário

Janeiro 2020

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031