Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

life Inc.

Beauty & Lifestyle

Grupos de mães ou a loucura da maternidade

Sigo vários grupos de mães no Facebook, não por querer tirar qualquer dúvida ( para isso ligo ao médico!), mas porque é o mesmo que assistir a uma comédia ou nalguns casos a um filme de terror. E não, não estou a ser mázinha ou a exagerar.

 

Antes de mais comecemos pelas perguntas e eventuais fotos. Perguntas como " o cócó do meu bébé está assim, acham normal?" acompanhado de foto é o pão nosso de cada dia. Muito frequentes são também fotos de crianças com borbulhas e a inevitável pergunta " será varicela, sarampo, alergia, picada  e o caneco?". Ou então " o meu bébé de 1 semana não dorme a noite toda, como posso pô-lo a dormir?". Pois, alguém lhe deveria ter dito que os recém nascidos e alguns bébés não dormem a noite toda e que dormir 8 horas seguidas ia ser uma miragem durante uns meses (anos?).

 

E as respostas? Socorro! Cada pérola de sabedoria que é de deitar as mãos à cabeça. Desde respostas que eu acho que só podem ter sido dadas por alguém da idade da minha bisavó, a sugestões verdadeiramente perigosas que me fazem deitar as mãos à cabeça. E quando o tema é amamentação? Valham-nos todos os santinhos! Seguem-se os erros ortográficos que por vezes tornam praticamente impossível discernir o que aquela alminha está ali a perguntar.

 

E poderiamos dizer que estes grupos deveriam servir para comentar a maternidade, os desafios e as dúvidas, num ambiente de partilha mas é inevitável haver conflitos nestas matérias. Principalmente porque hoje em dia vivemos uma maternidade cor-de-rosa através das redes sociais e as pessoas acreditam que o normal é sairmos todas da maternidade em modo fit, passarmos os dias seguintes a ir ao cabeleireiro arranjar as unhas e o cabelo e porque não andarmos sempre maquilhadas? Acordarmos frescas e fofas e prontas para ir passear os rebentos à esplanada mais in da cidade.

 

Pois por aqui há noites complicadas, o peso vai regressando ao normal, há dias em que ando descabelada ( é só irem às stories do Instagram!) e nem tenho saído muito de casa porque primeiro não tenho companhia e depois a meteorologia nem sempre ajuda. A maior parte dos dias é um desafio conseguir tomar banho, fazer refeições em condições, descansar e tratar das coisas normais. A juntar a isto uma mana mais velha que também precisa de atenção e esta casa às vezes parece um manicómio.

funniest-Mothers-day-memes-13.jpg

E agora digam lá, qual a pergunta nestes grupos que mais vos escandalizou? A mim foi a do cócó e a de uma senhora que queria "atacar" o marido logo depois de uma cesariana e estava a perguntar se podia!

Baby wishlist #1

Como já vos disse aqui, quando nasceu a Mariana emprestaram-nos imensa coisa, nomeadamente carrinho e cama de grades, que acabam por ser as peças mais dispendiosas. Portanto desta vez vamos mesmo ter de investir mas sem exageros. 

 

O mundo dos carrinhos, duos, trios e sei lá mais o quê, requer toda uma investigação e experimentação em loja, até parece que vamos comprar um carro a sério. Às tantas até é mais complicado! Requisitos fundamentais: prático, leve e versátil. E claro, confortável para o baby. Há imensa variedade de modelos no mercado e para todos os bolsos. Quando foi da M. nunca usámos a alcofa do carrinho - sei que imensa gente usa nos primeiros tempos, principalmente em casa, mas sabiam que a maior parte das alcofas dos carros não está homologada para grandes permanências? Portanto, a nossa opção será no sentido de comprarmos um duo, cuja cadeira seja convertível em alcofa para eventuais sestas em passeio. Após imensa pesquisa, estamos inclinados para este modelo da Zippy. Antes só havia em vermelho/bordeaux mas agora que existe em azul, está perfeito!

 

E para dormir nos primeiros meses e podermos circular entre sala/quarto e resto da casa, a escolha recaíu sobre este berço também da Zippy. Por mais que eu adorasse comprar o Next to Me da Chicco, tendo em conta que não é tão transportável, acabei por colocar a ideia de parte. Acredito que seja prático, sobretudo pela parte da amamentação noturna mas acho que conseguimos dar conta do recado. A M. passou o primeiro mês na alcofa de palhinha que era minha e depois passou logo para a cama de grades. Mas lá está, na sala éramos só nós e não havia uma M. mexida e aos pinotes. b53ca55a038b5b644166424fb2fc73946cd5f807.jpg

E em relação ao trocador, o modelo escolhido é mesmo este do Ikea, provavelmente para pintar ainda em cor a escolher. É dos mais pequenos e acho que será facilmente convertível para outra função quando já não utilizado.

0469279_PE612110_S5.JPG

E depois outras coisas básicas:

 

Almofada de amamentação - a anterior desfez-se!

Colchão muda-fraldas - o anterior também já foi para a reciclagem...

Protetor de berço e roupa de cama - gosto muito dos do Ikea;

Fraldas de pano;

E ando a tentar convencer o S. a comprar um novo saco de rua porque já não gosto (nada) do outro... Um das opções será comprar uma mala de produtos, assim junta-se o útil ao agradável!

 

E por falar em produtos, já devem ter ouvido falar da oferta que a Wells tem para os babys nascidos em 2018! Achei uma nova iniciativa e ao pesquisar a nova gama para bébés e mamãs descobri imensos produtos para mim que vão dar jeito para levar na mala da maternidade.

 

Coisas que não vou voltar a comprar:

 

Biberões - tenho uns quantos da M. que ela nunca usou...

Chupetas - umas duas bastam, se sair à irmã nem as vai querer ver;

Mantas e mantinhas - se soubessem a quantidade de mantas que ali tenho...

 

Alguma sugestão/ produto que achem indispensável? Desejem-me sorte para as compras deste fim de semana!!!

 

xoxo

Marta

 

 

 

É Natal trálálaá

Estamos a dias do Natal e ainda me falta comprar presentes, acabar cabazes e enviar uns miminhos via CTT. Não sei como passaram os dias tão rápido...

 

Os CTT estão como sempre atrasados, os shoppings apinhados e eu sem vontadinha nenhuma de me ir lá enfiar para terminar a investida natalícia. Acho que vou esperar pelo regresso da mana de Guimarães para ao menos ter companhia. Idealmente por esta altura já teria tudo comprado, terminado e pronto a entregar. Mas os afazeres dos últimos dias e alguns imprevistos - acabaram-se os tinteiros da impressora, por isso nada de etiquetas - acabaram por atrasar tudo. Felizmente já seguiu a "encomenda" que mais me preocupava, a dos meus cunhados na Bélgica. E já vos disse que vou ser tia outra vez? Estou tão feliz, mais um bébé para a família. E também vou ser tia "emprestada" já que um casal amigo também espera o primeiro bébé :) Nada me põe tão contente como a chegada de novos rebentos.

 

Hoje conto que seja dia de conseguir adiantar o mais possível estes pendentes todos. Acho que vou colocar umas musiquinhas natalícias a ver se ajuda! A Pinypon adora e eu também :)

 

xoxo

cindy

 

 

 

Viajar com bébés

Como já aqui disse, esta foi a primeira viagem de avião da Pinypon e a primeira para terras desconhecidas. E como tal, foi também a nossa estreia nisto de viajar com um bébé atrás. O que me stressava mais? Conseguir assegurar as refeições habituais e o medo de me esquecer de alguma coisa fundamental. Claro que fui eu que tive de fazer as malas e assegurar-me que nada ficava para trás. Um frete e um stress.

 

O fato de termos reservado um estúdio permitiu assegurar alguma normalidade das refeições da manhã e noite. Comprámos sopas e boiões da Bledina, bem como leite, fruta e bolachas. Ao almoço ficou mais complicado, já que acabamos por comer sandes ou petiscos mas nada que um boião não resolvesse. Iogurte ou fruta de sobremesa e estava a refeição completa. A verdade é que em viagem temos de ser sobretudo práticos e não é por 2 dias fora da rotina e a comer comida sem ser caseira que os nossos babys se ressentem.

 

Quanto às malas, estávamos limitados à bagagem de cabine. A minha roupa e a do S. numa mala e uma outra reservada para ela, já que bébés que viajam ao colo não têm direito a bagagem. Felizmente coube tudo na mala e ainda levei uns extras -  saco-cama, toalha de banho, mantinha, etc. Enfim, o possível para diminuir a mudança de rotinas e espaço. Claro que tivemos de levar uma Minnie atrás, bem como alguns brinquedos.

 

Para o transporte, nada como levar o carrinho. Habitualmente ela já prefere andar a pé e dispensa o carrinho mas em viagem nem pensar em andar atrás dela. E o carrinho serviu ainda para dormir as sestas, de tão cansada ela estava. O sling deu também jeito para dar aquele aconchego extra e colinho mais apoiado. As nossas costas agradecem e não há nada mais querido que senti-la encostada ao nosso coração.

 

 

Importante foi também assegurar que levava roupa para todos os estados meteorológicos possíveis, mas isso também é habitual eu fazer com as nossas malas. Acabámos por apanhar tempo ameno, embora nublado. Na segunda, dia do nosso regresso, estava sol e calor, por isso nada como deixar os casacos de lado. Claro que chegámos ao Porto com chuva e frio.

 

Espero que estas dicas sejam úteis! Agora precisávamos era de férias das férias :)

 

xoxo

cindy

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Follow on Bloglovin
SweetCare - Saúde, Beleza e Cosmética

Calendário

Agosto 2018

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031