Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

life Inc.

Beauty & Lifestyle

Teletrabalho - 1 ano depois

Se me dissessem ao entrar em 2020 que ia passar esse ano quase todo em teletrabalho e em 2021 assim ia continuar, eu não acreditava. Mas aqui estamos, mais de um ano volvido, ainda neste regime de teletrabalho. Ali entre o verão e o início do outono ainda estivemos alternados entre presencial e teletrabalho mas foi sol de pouca dura.

 

photo-1586991359975-54500b7d8a86.jpg

 

Se são leitores assíduos aqui do blog, certamente se lembram que quando a Mariana nasceu e depois de ter sido despedida do gabinete onde trabalhava, comecei a trabalhar a partir de casa. Na altura estávamos em plena crise do imobiliário e isso permitiu-me gozar a licença de maternidade, receber o subsídio de desemprego e começar a trabalhar como freelancer quando se começou a ver alguma retoma. Foi o melhor de dois mundos - ficar com ela em casa até aos 3 anos e poder acompanhar o seu crescimento, ao mesmo tempo que ia fazendo os meus projetos. Mas continuo a dizer que só foi possível conciliar as duas coisas porque a Mariana sempre foi uma bebé e criança sossegada. Isto para contextualizar que este mundo de trabalhar em casa não é novidade para mim.

 

Claro que estarmos voluntariamente em casa e sermos atirados em espaço de dias para o teletrabalho em contexto de pandemia não é propriamente a mesma coisa. Os primeiros dias foram um choque entre o que é que fazemos aos miúdos e esta porcaria do VPN não funciona e vamos ficar doidos e coitadas das pessoas se nós não damos conta do recado. Falo por mim ( claro!) mas senti muito que mediante o panorama em que estávamos, era mais que justo dar ( ainda mais ) o litro para não prejudicar ninguém que dependia de uma decisão para o seu investimento. Por outro lado, a sensação de sermos privilegiados por podermos estar em casa, resguardados e ( mais) longe do virus, traduzia-se numa maior noção de responsabilidade. E os meses foram-se passando entre escola em casa, videochamadas para tudo e mais alguma coisa, reuniões pelo Teams, pelo Zoom, pelo Meet, telefonemas dia fora, entre dois adultos e duas crianças em casa, 24h sobre 24h.

 

Depois, o alento dos meses de verão que permitiram irmos passar uns dias ao Douro, depois uma semanas e regressar em Setembro ao ensino presencial. Alternar trabalho em casa com trabalho presencial durante uns tempos e a noção que estar em teletrabalho permite conciliar bem melhor vida familiar e laboral. Diminuem-se as deslocações, o tempo perdido em ir casa, escola, trabalho e depois vice versa. Ganha-se tempo para eles e para a vida familiar. Perde-se o convívio com os colegas e amigos e a socialização que todos precisamos.

 

O pior chegou quando tivemos que voltar ao modelo teletrabalho, tele escola e creche em casa. Uma criança que não queria voltar a ficar longe dos colegas e amigos, um bebé muito mais ativo e a requerer muita mais atenção, pais já saturados e exaustos. Janeiro, Fevereiro e Março foram meses duros, muito desgastantes do ponto de vista psicológico e físico. Fez-se mas foi muito, muito complicado. Foi chegar ao final do dia com a sensação que se falhou em alguma coisa - ou no trabalho, ou nos filhos.

 

Felizmente, com a abertura das escolas e das creches pudemos respirar um pouco de alívio e recuperar alguma da sanidade perdida. Não sabemos o que os próximos meses nos reservam mas esperemos que a luz ao fundo do túnel esteja cada vez mais perto.

 

E qual o balanço destes muitos meses? Que o ideal - numa situação fora da pandemia - é haver dias de trabalho em casa e dias de deslocação ao trabalho. Em casa o trabalho rende mais, sinto-me mais produtiva e consigo concentrar-me mais facilmente. No entanto, a troca de impressões com os colegas é fundamental para alargar conhecimentos e até para uniformizar procedimentos. Para mim, este seria o mundo ideal. Resta saber se terminada a pandemia darão hipóteses aos funcionários de escolherem em que moldes pretendem trabalhar.

 

Por aí, como foi ou tem sido a experiência do teletrabalho?

 

xoxo

Marta

___________________________________________________________________________________________________ Se gostaram de ler este post e não querem perder pitada das novidades aqui no blog, basta subscrever o blog por e-mail e seguir-me nas redes sociais Instagram e Facebook ( tudo na na barra lateral direita). ___________________________________________________________________________________________________

Breves

Tenho andado desaparecida mas o tempo tem sido escasso... Chego a casa cansada e não me tem apetecido escrever, apesar de até me ir lembrando de coisas engraçadas ao longo do dia. Não quero sentir que o blog é uma obrigação e como tal não me "forço" a escrever.

 

Para além do trabalho, surgiram alguns projetos novos e tem sido uma ginástica conseguir encaixar tudo. E dou por mim a dormir mal porque ando sempre com a cabeça a mil.

 

Enfim... dias mais livres virão, concerteza.

 

xoxo

marta

___________________________________________________________________________________________________ Se gostaram de ler este post e não querem perder pitada das novidades aqui no blog, basta subscrever o blog por e-mail e seguir-me nas redes sociais Instagram e Facebook ( tudo na na barra lateral direita). ___________________________________________________________________________________________________

Dia não

Hoje escrevo-vos via sofá. Estou tão mal disposta que tive mesmo de me instalar por aqui para ver se ao menos consigo tratar de alguma coisa à distância. É a maravilha das novas tecnologias.

 

Ontem foi um dia louco, a juntar a tantos outros que tenho tido nos últimos tempos e claro, o corpo ressente-se disso. Tratei de mil e um assuntos. Organizei outros tantos. Estive a decorar as compotas para os cabazes, fruto da produção em massa de domingo à tarde. Deixei a Pinypon com a avó e fui  uma obra. Vim de lá com alterações necessárias que tinham de ser feitas ainda ontem para hoje de manhã estarem em obra. Passei no supermercado enquanto tratava de outra obra ao telefone. Cheguei a casa e bora fazer as alterações. Miss Pinypon começa a chorar porque o Mickey ralhou ao Pluto no episódio de Natal. Vem para o meu colo e a rentabilidade baixa. Como tenho ali abóbora para alimentar um regimento e já não consigo congelar mais, fiz mais uma variante, desta vez com amêndoa e especiarias. Enquanto a compota estava ao lume, fiz as alterações aos desenhos. Finalizei a compota e nisto eram horas de jantar ( à pressa). Hora de enviar e-mails a todos os intervenientes. Deitar a Pinypon e ainda rever os assuntos a tratar hoje. Acordar de madrugada com uma Pinypon chorosa e molhada. Mudar a cama toda, sentir a garganta a doer e voltar para o quentinho da cama. Acordar com uma valente enxaqueca e dores de garganta.

 

E aqui estou eu. Mesmo assim, já tratei dos assuntos necessários, valha-nos o pc, a internet e o telemóvel. Fica a faltar ir aos CTT e comprar a última prenda de Natal. Mas já não vai ser hoje... Vou aproveitar o miminho da minha Pinypon que sabe sempre bem :)

 

xoxo

cindy

 

 

 

 

___________________________________________________________________________________________________ Se gostaram de ler este post e não querem perder pitada das novidades aqui no blog, basta subscrever o blog por e-mail e seguir-me nas redes sociais Instagram e Facebook ( tudo na na barra lateral direita). ___________________________________________________________________________________________________

Crazy Days

Lembram-se disto?

 

Pois que a minha sexta-feira foi um desses dias loucos em que eu questiono a minha sanidade mental. O dia até que começou bem, consegui despachar trabalho de manhã, adiantei o almoço, a minha mãe chegou e eu fui ter com o S. à baixa para irmos almoçar a um sítio lindo - depois conto. Almocinho bom, conversa boa, tudo ótimo.

 

Depois do almoço tive uma reunião - correu tudo bem - e quando acabou fui para a paragem do bus. Eu detesto andar de autocarro, já aqui disse? Tenho imensa pena que o metro não tenha avançado mais porque realmente os transportes públicos no Porto não estão nada bem distribuídos. Mas para ir para a Baixa, ou vou de bus e é direto ou tenho de pegar no carro, deixar no metro e apanhar o metro. Ir de carro está fora de questão. Bem, lá fui eu para a paragem. Eram 15h20, a minha mãe tinha de sair às 16h15 para ir a uma consulta, dava mais que tempo. Pois, dava... se a &/&%#"#"!$%&/(() do autocarro não se tivesse atrasado horrores. Supostamente quando o autocarro apareceu já deveriam ter passado outros dois! DOIS! Para ajudar à festa, a Avenida da Boavista está em obras e obriga a um desvio do trânsito por uma rua de sentido único. Estão a ver o filme, certo? 20 minutos para andar 500m.

 

Resultado: eu fula e chateada porque a minha mãe ia perder a consulta, entretanto o meu pai vem da praia para ficar com a Pinypon e acabamos por chegar os dois ao mesmo tempo... e veio da praia para nada. A minha mãe sai para a consulta e não a atendem! Geralmente, espera sempre HORAS pela vez, quando chega atrasada não a atendem. Ainda por cima no PRIVADO!!!

 

Depois desta correria toda - e com imensooooooo calor à mistura - começam as dores no meu rico joelho esquerdo. Pronto, resto do dia em modo perro. Depois liga-me um cliente que não sabe o que quer e eu sem lhe conseguir responder... Haja paciência e siga para fim de semana!

 

Ao menos, tive direito a uma Pinypon super mimoca que logo viu que eu não estava nos meus dias e esteve sempre a dar beijinhos e miminhos. Ah e a um jantar direto do Baixa Burguer, cortesia do meu Action Man particular.

 

Há dias de loucos!

 

xoxo

cindy

 

 

___________________________________________________________________________________________________ Se gostaram de ler este post e não querem perder pitada das novidades aqui no blog, basta subscrever o blog por e-mail e seguir-me nas redes sociais Instagram e Facebook ( tudo na na barra lateral direita). ___________________________________________________________________________________________________

Meet the Blogger

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Contato de e-mail

daybiday@sapo.pt

@life_inc_blog
Follow on Bloglovin

Parcerias

Compre aqui

SweetCare - Saúde, Beleza e Cosmética

Posts mais comentados

Calendário

Julho 2021

D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031