Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

life Inc.

Beauty & Lifestyle

Bebé a bordo #24: a creche

Os vossos pedidos foram atendidos e cá está o post prometido!

 

Preferia nunca escrever este post e que o baby só entrasse aos 3 anos para a escolinha mas enquanto os nossos governantes não mudarem as políticas em prol da família, é o que temos. E acho que entrar aos 8 meses sempre é melhor que aos 5 ou 6 meses. Já não dependem só da maminha, a alimentação já está (idealmente) mais que estabelecida e portanto já não é preciso andar a fazer malabarismos de tirar leite para garantir a amamentação exclusiva até aos 6 meses. Para mim, que detesto tirar leite com a bomba, é um alívio ter já horários fixos desde que introduzimos a sopa e papa durante os 6 meses. Sei que o baby mama de manhã ao acordar, depois de tarde ao vir da creche e depois do jantar. Às vezes mama de madrugada - pelas 6h da manhã - mas nem sempre. Não há super produção nem ter de andar a tirar leite no trabalho.

 

Mas vamos lá a como baby Pêpê se tem dado na creche. Como comentei no Instagram, começámos a adaptação com duas idas de manhã com duração de cerca de 1h30. Correu super bem... mas depois ficou doente. Quando melhorou, era hora de eu voltar ao trabalho e foi terapia de choque com um dia inteiro passado lá. Claro que primeiro falei com a educadora e ela foi da opinião que, tendo ele estado tão bem naqueles dois dias, podia perfeitamente deixá-lo o dia todo. Imaginam quantas vezes liguei para ver se estava tudo bem? Valha-nos a paciência das funcionárias! Quando o fui buscar com a mana, estava um bocado carrancudo comigo... ria-se para ela mas para mim, nada. Lá lhe passou a telha e nos dias seguintes já não amuou! Nos primeiros dias, tiveram alguma dificuldade em que ele dormisse mas depois de explicar que gostava de dormir com o cobertor bem entalado dos lados, foi remédio santo. E em casa aterra profundamente depois do jantar. Houve um dia que nem sobremesa (leia-se maminha) quis!

 

51272968_2228805877162818_7902745399507550208_n.jp

 

Passou muito bem a semana e resta-nos agora esperar que continue a correr bem. Acho que ajudou ter estabelecido os horários em casa - alimentação e sestas - de acordo com os horários praticados na creche. E certamente ajuda ser um bebé bem disposto e sossegadinho. Até as funcionárias dizem que é um amor de bebé! Eu sou suspeita mas concordo plenamente!

8 meses de baby P.

Desleixei-me nestes posts sobre os meses mas vou retomar! Entre tantas maleitas, perdi um pouco o ânimo...

 

Com 8 meses, este baby está um crescido! E estas últimas semanas foram de grande desenvolvimento aqui por estas bandas. Baby P. arrasta o rabo quando quer chegar a algum lado ou a algum brinquedo. Está quase, quase a gatinhar e é vê-lo em grandes posições de ioga enquanto não atina com a mecânica da coisa. Acho que anda num impasse... quer se movimentar mas como detesta estar de barriga para baixo, chateia-se! Parece-me bem mais aventureiro que a irmã e acho que nos vai dar que fazer...

 

IMG_3160.JPG

 

Já tem dois dentes e foi um suplício enquanto não romperam! Noites mal dormidas, imensa baba, um baby muito irritado e aflito por se coçar. E acho que não vamos ficar por aqui e os outros vão sair de rajada! Continua a comer muito bem, adora a sopa, a papa, a fruta e as suas bolachinhas. É impensável pô-lo à mesa enquanto comemos sem lhe darmos qualquer coisa para comer, nem que seja um bocadinho de pão, porque não tira os olhos da nossa comida e começa a mastigar em seco.

 

Adora de paixão a mana e à segunda-feira de manhã até mete dó... anda sempre à procura do pai e mana pela casa fora. Bem, agora com a entrada na creche já temos todos programa fora de casa. Ela estrafega-o todo e adora perguntar como é que ele é tão fofo. Os ciúmes estiveram bem presentes na semana em que a M. ficou em casa doente, foi complicado de gerir a atenção e o colo para os dois...

 

E falar? Lá vai dizendo "olá" e agora quando chora de noite é mamamamamama, papapapapapa, enfim, chama todos a ver quem o acode primeiro!

Um post sobre... cocó

Andamos desde sábado a mudar fraldas muito malcheirosas. O baby está com diarreia, mais uma virose para a lista e acho que nem a apanhou nas poucas horas que esteve na creche. Já andava a fazer uns cocós meios estranhos e a partir de sábado tem sido sempre a abrir.

 

f361c0b908412b506048b601aacb6f4b.jpg

 

Está a dieta, não perdeu o apetite mas digamos que sopas de arroz e frango não são a praia dele e chora (mesmo!) pela sua sopinha de legumes e pela sua manga. A maminha é a grande aliada nestas alturas e sem dúvida uma vantagem, portanto tem havido bar aberto. Não noto que esteja pior mas também não posso dizer que a diarreia tenha melhorado significativamente. Está neste momento a fazer umas saquetas para ver se a coisa pára. Não se dorme em condições há séculos, primeiro os dentes, agora isto. Sempre que faz cocó acorda e nota-se que tem dorzinhas de barriga. É preciso dar colinho para acalmar e passamos a noite nisto. Vamo-nos revezando para irmos descansando os dois.

 

No meio disto tudo, preocupa-me o facto de não termos feito a adaptação à creche como planeado. Quando melhorar é suposto despejá-lo lá o dia todo, sem mais nem menos? Uma pessoa planeia as coisas e pimbas, a vida vem e troca-nos as voltas. Há coisas piores, mas caramba, precisa de ser tão difícil?!

 

Enfim, é  esperar que melhore e logo se vê.

Breves

Passámos a semana passada de molho em casa. Quem mais?

 

Sábado acordámos e ainda fomos à natação, mas quando acabou a aula a M. começou a queixar-se que estava cheia de frio e não havia jeitos de aquecer. Quando chegámos a casa e após continuar a queixar-se, fui ver a temperatura e estava nos 38º. Como sempre faço nestes casos, não a mediquei logo e deixei a febre atuar enquanto ela se sentisse confortável. A febre foi subindo e assim se manteve nos dias seguintes.

 

163faf5a556e7d25cbc115e68b380f76.png

 

Entretanto, combinámos com a educadora que a adpatação gradual do baby à creche começaria quinta-feira e eu que só queria uma semana descansada, a carpir este nosso afastamento, resignei-me a passar a semana em casa e vi-me a braços com uma filhota muito murcha e com a tentativa vã de manter os filhotes afastados a ver se ela não o contagiava. E quem ficou doente? Eu, claro! E ter os dois em casa, quando eu mal me conseguia mexer? Devia ser proibido as mães adoecerem. Os meus sintomas foram diferentes dos dela, não tive grande febre mas um mau-estar geral com dores musculares e vómitos à mistura. Na quinta o S. ficou em casa a dar apoio porque efetivamente não estava fácil!

 

No sábado fomos as duas dar um passeio, estávamos fartas de estar fechadas em casa e era de aproveitar o sol que estava! Fomos tomar o pequeno-almoço à Leitaria da Quinta do Paço no Bom Sucesso, passámos no Um Dia no Mercado no Península onde fizemos umas comprinhas na Maria Melão, Alecrim e Picolé Limão e ainda fomos vasculhar os últimos saldos da Zara, em busca de pechinchas.

 

Domingo foi para descansar e ganhar fôlego para uma nova semana! Esta sexta regresso ao trabalho, estou um bocado ansiosa para ver como correr!

Produtos fotográficos - Saal Digital

A fotografia é algo muito presente na minha vida diária e na nossa dinâmica familiar. Ando sempre com a máquina atrás porque adoro registar os nossos momentos e prova disso é que raramente apareço nas fotos! E hoje em dia, com telemóveis equipados com câmaras ótimas, nem máquina fotográfica é preciso para registar os momentos no dia-a-dia.

 

Em dezembro recebi uma proposta para testar os serviços da Saal Digital, uma loja online de produtos fotográficos de qualidade profissional e fiquei super contente por poder experimentar! Quando coloquei as fotos no Facebook e Instagram recebi imensas mensagens com perguntas e portanto resolvi escrever este post mais completo!

 

Testei dois serviços - o serviço de quadros/decoração e o serviço de albúm digital. No site têm 3 formas de fazer o vosso pedido, usando a própria loja virtual, o software fornecido ou ainda através da app. Eu usei o software Saal Digital Pt e achei bastante intuitivo, quer para desenhar o albúm digital, quer para o quadro.

 

O albúm foi uma prenda para os filhotes, quis relatar os primeiros meses juntos, desde que o baby nasceu. Escolhi algumas fotos e depois organizei o albúm como se fosse uma história, com pequenos textos a complementar as fotos. O modelo de albúm escolhido foi o quadrado de 19x19cm, com 26 páginas, capa dura glossy e papel fotográfico mate. Usei um layout predefinido mas depois personalizei-o a gosto e conforme o que pretendia - mudei as cores, a organização e a fonte dos textos.

 

IMG_2846.JPGIMG_2847.JPGIMG_2848.JPGIMG_2849.JPG

 

Quanto ao serviço de quadros e decoração, escolhi imprimir uma foto da nossa propriedade no Douro, o Cardal. É um lugar especial e como tal, merecia estar presente na (re)decoração da nossa sala que aos poucos se vai compondo. A escolha de suporte de impressão recaiu sobre a tela e adorei o resultado. Não trabalhei muito a foto porque queria mesmo o contraste das nuvens carregadas com o verde do sorgo. Embora já tenha uns valente anos, lembro-me perfeitamente do dia em que tirei a foto... uma tarde nas férias da Páscoa que acabou com uma trovoada daquelas valentes.

 

IMG_2961.jpg

 

O resultado final ficou tal e qual como eu imaginei e é um serviço a que vou recorrer mais vezes! A próxima encomenda serão umas telas dos filhotes para o quartos deles. E para que vocês também possam experimentar o serviço de quadros, quem usar o código LIFEINC num pedido mínimo de €39,95, tem 20€ de desconto! 

Cuisine Companion - a nova amiga cá de casa

Como vos contei neste post, comprámos a Cuisine Companion da Moulinex cá para casa. E como já passaram umas semanas achei que gostariam do meu feedback sobre a mesma. Afinal, vale ou não a pena investir num robot de cozinha?

 

Posso-vos dizer que não me arrependo absolutamente nada da escolha que fiz. Analisados os modelos no mercado, digamos que a Cuisine Companion é um meio termo entre a Bimby e a Yammi, em termos de preço. No entanto, acho que fica a anos luz da maquineta do tio Belmiro, pelo menos em termos de qualidade. E afinal de contas, comprei a Cici pelo mesmo preço que a Yammi 2 XL.

 

Cá por casa, são raros os dias em que a Cici não entra em ação. Já não faço sopa no fogão desde que a comprei, é super prático deixar tudo preparado e simplesmente programar. Posso ir fazer outra coisa e sei que a) não preciso esperar que ferva para ir baixar a temperatura b) a sopa está pronta em 40 minutos c) no fim fica passada e desliga-se. Todas as sopas do bebé têm sido feitas lá, ficam super cremosas e saborosas. Entretanto, já fiz marmelada, geleia de marmelo, leite creme ( aquela coisa que me calhava sempre mal no tacho), tiramisú, vários estufados e caris... e bolos, muitos bolos. Acho que a única coisa que prefiro fazer de modo convencional é mesmo a mousse de chocolate. Dá menos trabalho usar a batedeira!

 

Its-about-cooking-and-reading.jpg

 

Um dos meus receios era ter de me remeter apenas às receitas existentes. Mas a verdade é que embora haja receitas para tudo e mais alguma coisa, também se cozinha de modo intuitivo como no fogão. Ou seja, continuo a fazer à minha moda agora que já me adaptei aos programas e tempos de cozedura!

 

Como podem ler, a minha experiência tem sido mais que positiva. E agora com o Natal à porta acho que a minha Cici vai trabalhar ainda mais!

Destes dias

Enquanto esperamos que as bichezas do bebé se vão todas embora, temos andado muito caseiros. A pequena também entrou de férias mas vai alguns dias para o ATL porque sexta tem a festa e tem de ensaiar. Acabou o primeiro período com Muito Bom a tudo e não podíamos estar mais satisfeitos e orgulhosos. Aliás a adaptação ao primeiro ano tem corrido super bem.

 

As prendas estão todas compradas e as dos adultos debaixo do pinheirinho. As das crianças estão escondidas nos arrumos e só saem de lá na noite da consoada. E é um monte jeitoso para distribuir pelos sobrinhos! E ppor falar em pinheirinho, este ano adicionámos duas novas decorações - as bolinhas da Natal da Ai Ai Matilde. São tão lindas!

 

IMG_2505.jpg

 

O meu Pai Natal Secreto já chegou ontem e adorei os miminhos e palavras da Catarina! Um beijinho grande de agradecimento!

 

IMG_2509.jpg

 

Eu só enviei o meu ontem porque foi o único dia em que consegui sair de casa antes dos CTT fecharem. Mas chega ainda a tempo do Natal! E espero que a contemplada goste!

 

Hoje vamos ao pediatra a ver como estamos de saúde. Desejem-nos sorte ( e saúde)!

 

Falta de memória

À conta deste post da Triângulo Perfeito, dei por mim a pensar nas coisas estranhas que vão acontecendo cá por casa.

 

Sempre tive boa memória mas ultimamente não acerto uma. Acho que é um acumular de coisas - cansaço, noites mal dormidas, preocupação e stress. Deixo-vos alguns exemplos, acho que se vão rir mas a mim só me dá vontade de chorar na altura, depois desvalorizo e sigaaaaaaaaa!

 

- apeteceu-me arroz doce, pus a fazer, entretanto o Pêpê acordou e nunca mais me lembrei. Resultado: tacho para o lixo e nada de arroz doce, pois claro!

 

- encomendar pizza para a noite da pizza, achar estranha a demora e constatar que afinal não tinha concluído a compra. Acabámos  a jantar às 22h e a mais velha não parava de reclamar que a pizza estava atrasadíssima.

 

- sair de casa e deixar a chave na porta. Ao voltar, passar-me à procura da chave e ela toda catita na fechadura!

 

- encomendar uma capa para  o telemóvel sem reparar que não é para o meu modelo. A capa chega e o buraco da câmara não tem nada a ver. Pior, o meu irmão seguiu o meu conselho e encomendou igual...

 

- esquecer-me que era dia da miúda ir à horta de serralves e mandá-la para a escola de vestido e merceditas. Imaginam como chegou a casa, certo?

 

Enfim, isto da maternidade deixa-nos com os neurónios queimados. Sem falar daqueles que se perdem misteriosamente quando estamos grávidas!

 

xoxo

Marta

Presentes de Natal

Este ano fiz a maior parte das minhas compras de Natal naquela que já se tornou a minha loja online de eleição para perfumaria, cosmética e maquilhagem - a Notino.

 

Com um orçamento delineado e estando atenta às campanhas em vigor, consegui comprar as prendas para quase toda a família adulta e livrei-me de andar enfiada em shoppings e confusões habituais desta altura. Cada vez mais sou avessa a compras com encontrões, confusões e barulho. Prefiro fazê-las em casa onde posso comparar preços e saber que estou a fazer as escolhas mais acertadas.

banner.jpg

 

A Notino tem uma secção especialmente dedicada aos presentes de Natal, onde podem encontrar sugestões para toda a família, escolher mediante o preço que pretendem gastar e ainda ver as promoções em vigor. Acaba por facilitar a escolha sem termos de andar a percorrer o site todo que é gigante e tem mesmo muita oferta.

 

Hoje deixo-vos alguns coffrets como sugestão, já que são a minha primeira escolha para oferecer. Sejam coffrets de cosméticos, de perfumes ou maquilhagem, são sempre uma boa aposta porque permitem-nos oferecer mais produtos por um preço acessível.

lancome-hydra-zen-coffret_.jpg

Lâncome Hydra Zenlancome-monsieur-big-coffret-i_.jpgLâncome Monsieur Bigcalvin-klein-ck-one-coffret-xxiii_.jpgCalvin Klein CK One

lancome-la-vie-est-belle-coffret-xiv_.jpg

Lâncome La Vie Est Belle

 

E já sabem, podem ainda usar o serviço de embrulhos que a Notino disponibiliza! 

 

*post patrocinado

Meet the Blogger

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Contato de e-mail

daybiday@sapo.pt

@life_inc_blog
Follow on Bloglovin

Parcerias

Compre aqui

SweetCare - Saúde, Beleza e Cosmética

Calendário

Fevereiro 2019

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
2425262728