Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

life Inc.

Beauty & Lifestyle

Bébé a bordo #20: o sono

Lembram-se deste post? Pois que tratei de meter mãos à obra e estudar o assunto. E agora estou-me a benzer porque estou com medo de me "gabar" e depois a coisa descambar. Mas vamos lá!

 

Para falar de sono temos também de falar de alimentação, seja aleitamento ou amamentação, já que nos primeiros meses estão os dois par a par e se um não corre bem, o outro também sai prejudicado. Do mesmo modo, não podemos falar de noites boas sem sestas boas durante o dia.

 

people-who-say-they-sleep-like-a-baby-usually-dont

Começando pela amamentação... Tanto a M. como o P. nunca foram bébés de acordar de 2h em 2h para mamar. Em recém-nascidos faziam intervalos de 4/5h durante a noite e nunca tivemos problemas de sonos trocados, em que os bébés não distinguem o dia da noite. Após o primeiro mês começaram a espaçar as mamadas noturnas e a fazer intervalos cada vez maiores. Quando escrevi o post acima, estávamos em pleno 4º mês e a título de curiosidade fui consultar os arquivos do blog e pela mesma altura escrevi um post semelhante sobre a M. Acredito que estivéssemos a passar por uma fase menos boa, seja pela regressão do sono aos 4 meses de que tanto se fala, seja pelas vacinas em si.

 

O que é certo é que resolvi começar a fazer aquilo que tinha dado resultado mais tarde com a M. O que eu (nós) notávamos é que quando a qualidade de sono durante o dia era má, a noite também não corria bem, com inúmeros despertares e pedidos de maminha para sossegar. Tornava-se imperativo melhorar a qualidade das sestas durante o dia! Ora baby P. adorava mamar e adormecer no colo da mãe. Também gostava do embalo do pai e se nós nos sentássemos era um "Ai, Jesus!". Nada contra, os primeiros meses são mesmo para estes miminhos extra porque o tempo foge e o colo não vicia, mas o que é certo é que fazia sestas curtas de meia hora no máximo, o que não supria as necessidades de descanso. A solução foi começar a habituá-lo a fazer as sestas na cama dele.

 

A meio de Outubro deixámos o berço e passámos para a cama de grades, embora ainda no nosso quarto. Enquanto ele mamar de noite não faz sentido mudar de quarto e andar num vai e vem, principalmente com o tempo frio. Cama de grades instalada e pais preparados para muito berreiro. Após ler sobre o assunto e tendo plena noção que não íamos deixar o baby Pêpê a chorar desalmadamente, começámos por implementar uma rotina de sestas que atendesse aos sinais de sono que ele fosse dando. E descobrimos que idealmente ele precisa de fazer 3 a 4 sestas, 3 de menor duração e 1 maior. Portanto, andamos numa rotina de acordar, mamar, higiene, brincar, sesta e assim sucessivamente. Acabamos por dissociar a mama do sono porque introduzimos o brimcar ali no meio. E a coisa começou a correr melhor. Mama, brinca e quando começa a dar sinais de rabujice, cama com ele. No início reclamava mas um de nós ficava lá até acalmar e hoje é só deitá-lo, dizer " Pêpê é hora de nanar", ele vira-de para o lado e fica. Claro que há dias piores mas tem corrido quase sempre bem. Nós conseguimos descansar e fazer outras coisas e ele consegue ter o descanso merecido.

 

E com esta nova rotina, não só ele começou a dormir melhor de dia como as noites voltaram ao normal e o mais importante - consegue adormecer sem ajudas de embalanços e cantorias às tantas da manhã. Não nego mimo nem colo a nenhum dos dois mas acho que conseguem imaginar o desespero de às tantas da manhã andar a embalar um bébé que não dá sinais de ir adormecer nos próximos tempos. Principalmente, quando se vai trabalhar no dia seguinte, como o caso do S. Além disso, um bébé que dorme bem é um bébé bem disposto e feliz! E acreditem, se eles adormecem sozinhos é porque se sentem seguros. Não é isso que queremos para os nossos filhos? Segurança e conforto! Um bebé que adormece sozinho é capaz de acordar e voltar a adormecer sem precisar de ajudas ( colo, cantorias, mama, embalo) e se tiverem um "malandro" daqueles que acorda de 2h em 2h durante a noite para mamar, ponderem se não será porque não consegue adormecer sem essa ajuda.

 

Voltando à amamentação. Pelas 20h dou maminha pela última vez. Este timing também é importante e suscetível de ser ajustado consoante as estações do ano. Agora com a mudança de hora e como anoitece mais cedo, temos notado que provavemente já é tarde para o deitarmos - mama pouco porque já está KO - e vamos começar a antecipar esta última mamada. Maminha dada, beijinho de boa noite e cama. Às vezes choraminga e precisa de um pouco de companhia mas depois é seguido até às 4h/5h da manhã. Nova mamada e caminha com ele, fica até de manhã.

 

Agora que já leram este testamento, e tendo em conta que não sou nenhuma especialista e estou a relatar a minha experiência, o que eu queria salientar são três coisas:

 

- sem sono de qualidade durante o dia não há sono de qualidade durante a noite;

- ensinar o bebé a adormecer sozinho é complicado mas vale a pena. Não acontece da noite para o dia (ahahahah) mas vai dando frutos e vão notar bem a diferença.

- se durante o dia o bebé espaçar muito as mamadas, vai querer repor o que não mamou durante a noite, por isso, mais vale dar de mamar mais amíude durante o dia e verem se as noites começam a ser mais tranquilas.

 

Recomendo-vos ainda a leitura do livro "10 dias para ensinar o seu filho a dormir" da Filipa Sommerfeldt, que foi lido por ambos os pais e ajudou bastante a perceber algumas questões e a instaurar uma rotina diária de sonos.

 

Só me resta desejar-vos bons sonhos!

Um ano mais velha

Na Sexta-feira entrei oficialmente nos 37. É só mais um número, afinal os 30 são os novos 20, certo? Mas assusta-me a velocidade louca com que o tempo passa e o tempo que perdemos com coisas que não importam em vez de aproveitarmos enquanto cá andamos.

 

5934124_keep_calm_que_37_anos_no__nada.png

 

Tenho andado adoentada mas nem isso impediu de ter sido um dia maravilhoso passado a quatro. A M. não teve aulas, fruto da greve dos funcionários da escola e portanto deu para passar o dia conosco. Fui surpreendida com os parabéns ao pequeno-almoço, almoçámos num dos meus restaurantes preferidos e ao final do dia tive a visita dos meus pais e irmão. Foi um dia perfeito!

 

Gostava de agradecer a quem me deu os parabéns quer pelo Instagram, quer pelo Facebook, é bom sentir o vosso carinho!

 

Para o ano há mais!

 

 

Breves

Esta sexta faço anos... Estou a ficar velhota!

 

Contrariamente ao habitual, não me apetecem grandes comemorações... Ando alérgica a confusões e numa de ficar no meu cantinho. Também não fiz nenhuma wishlist de aniversário porque sinceramente não há nada que me faça falta nem que queira muito, muito. Bem, queria encontrar uma casa que não custasse os olhos da cara e que tivesse um jardim, mas duvido que alguém me oferecesse essa prenda! A M. bem pede um quintal mas com o recuperar do imobiliário, qualquer imóvel está para lá de caro e como ainda não me saiu o euromilhões...

 

4b9482660898bef05129b5742454c34b.jpg

 

Mas claro que me podem sempre surpreender com prendas, au adoro surpresas!!! Começo é a não gostar de fazer anos e ver o tempo a passar tão rápido!

 

E vocês?

 

Home decor

Já aqui vos disse que o quarto dos babys anda em remodelações (eternas, por este andar), andamos sempre a ver de que modo podemos rentabilizar o espaço de modo a que um berço, uma cama e milhentos brinquedos possam conviver em relativa harmonia.

 

Com a entrada na escola, tornou-se imperativo arranjar um espaço de estudo para a mais velha. Andei a ver secretárias - queríamos uma coisa pequena - e não desgostei desta do Ikea. Mas a verdade é que estou farta de andar a comprar mobílias no Ikea, meio mundo tem igual, depois parece uma epidemia porque aundo vamos a ver há peças Ikea em cada divisão da casa... Continuo a gostar da marca mas mais para decoração e aquelas coleções mais exclusivas.

 

Mas falava eu de secretárias. Um destes dias recebi a newsletter habitual do Showroomprive.pt, onde habitualmente faço compras. Uma das campanhas era precisamente de mobiliário para o quarto dos mais novos da marca Potimarron e tinha uma secretária linda, de inspiração nórdica! A peça só chega para meados de Outubro, estou ansiosa!

products_10406486_image1_medium.jpg

A caminho vem também uma cadeira de inspiração Eames em verde água para fugir um pouco ao branco! Depois mostro quando estiver tudo arrumadinho.Adoro estas andanças e vocês?

 

Caso se queiram inscrever no site, usem por favor o meu código - MARATVRZ. Obrigada!

Regresso às aulas #2

Vamos falar de lanches para os mais novos?

 

Com a entrada no primeiro ano, a M. tem de levar lanche todos os dias para meio da manhã. A câmara fornece leite com chocolate para esse lanche mas nem ela gosta nem eu quero que ela beba isso todos os dias. E muito haveria a dizer sobre o porquê de ser leite achocolatado em vez de leite simples... se nem as entidades dão o exemplo!

 

A nossa M. sempre comeu bem e sem esquisitices mas no último ano resolveu que havia de dizer que não gosta de quase nada do que lhe põem no prato. Cá em casa tem bom remédio: come na mesma! Mas tem sido um desafio ao pequeno almoço conseguir que ela coma sem demorar uma eternidade e ir variando o conteúdo. Por outro lado, está a dever quase 2 kg à balança pelo que tem mesmo de se alimentar em condições.

 

O meu desafio: mandar um lanche que seja saudável qb e que ela coma sem refilar! No fim de semana abasteci-me no supermercado e agora é ir alternando as iguarias. Tento sempre que leve uma peça de fruta, uns hidratos e leite simples ou iogurte. Já sabem que eu gosto de fazer bolachas e bolos caseiros, acho que é uma ótima maneira de conseguirmos controlar os ingredientes e evitar muitas das porcarias que as bolachas de supermercado têm.

 

E por adorar fazer eu as coisas, adorei estes pacotinhos da Squeez que chegaram cá a casa e que vão dar imenso jeito para os lanches - por serem reutilizáveis, podemos utilizá-los vezes sem conta e enchê-los com sumos, batidos, iogurte ou até purés de fruta! Aguardem por um próximo post sobre eles porque efetivamente vieram facilitar muito esta preparação dos lanches.

IMG_20180917_124030.jpg

 

Para levar o lanche levamos a lancheira habitual que já usamos desde que ela era bébé e que continua impecável! Falta agora comprar um cantil pequeno e umas caixinhas para distribuir o lanche. Hoje em dia há coisas tão giras que até me apetece comprar para mim e estas da Caramello Store e da Little Cloud são de babar!

cad241_1ca27a53b87f4cbbbab718e0b0e144a3~mv2.jpg

cad241_cfdd9d3d1975464e83953af6b001f563~mv2.jpg

Caramello Store

 

unicornboxes1.jpg

cloudlunchbox1.jpg

Little Cloud

 

Primeiro dia de escola

Ontem começou finalmente a escola! Depois de uma apresentação  levezinha na sexta-feira, que acabou por ser mais para os  pais, segunda-feira foi o começo a valer.

 

top-back-to-school-design-ideas.png

 

Lá foi ela de mochila às costas, a pé com o pai, a cronometrar o tempo que demoraram - 10 minutos, mamã! Sentou-se junto de uma amiguinha que já conhecia e que estava tristonha e lá deixou o pai ir embora. Ainda lhe disse que estava com medo mas aguentou-se bem.

 

Quando a fui buscar ao ATL estava radiante, disse que adorou, a professora era uma querida e que tinha adorado o lanche que enviei - amanhã pode ser igual mamã? Veio carregadíssima com outra mochila cheia de material, oferta da Câmara Municipal do Porto, oferta essa que me teria dado muito jeito antes de ter comprado material que agora temos repetido. Mas como seguramente vai haver necessidade de substituir ao longo do ano, fica já tratado.

 

Lições para o próximo ano letivo:

 

- tratar de encomendar os livros com mais antecedência ou então comprar numa livraria física! Ainda estamos à espera dos  manuais que comprámos na Wook.

- tratar das etiquetas também com mais antecedência.

 

Primeiro dia de escola: desafio superado

Regresso às aulas

Este ano a M. ingressa no primeiro ano, vai para uma escola nova e andamos todos ansiosos para ver como corre. Agora que já sabemos a escola em que entrou, temos uma lista de coisas a tratar antes do início deste ano letivo.  E enquanto não saem as turmas e listas de livros e material, fui adiantando serviço e para começar esta nova etapa com o pé direito, nada como encomendar o calçado para a próxima estação. O calçado de verão depois de tantas brincadeiras já está a precisar de reforma e não sei como é por aí, mas cá em casa os pés crescem em proporção do tempo que passam descalços! Mas é sinal de que temos crianças saudáveis e ativas, certo?

 

À semelhança de anos anteriores, fiz a encomenda na loja online Pisamonas. Gosto do conceito, gosto da loja e do fato de se poder encomendar com portes grátis e eventualmente trocar também de modo grátis caso não acertemos com o número que mandámos vir. Tudo à distância de um clique! Aliás a única dificuldade é mesmo escolher o que encomendar, já que há imensa variedade de calçado! Para quem tiver de usar farda, encontra na loja também vários modelos de calçado adequados ao fim. 

IMG_1403.jpg

 

No nosso caso, encomendei umas botas safari já a contar com os dias mais frios, umas merceditas de veludo e uns ténis de lona para este final de verão/ início de outono que se prevê ainda com dias quentes. Desta vez, encomendei as botas safari com velcro porque a M. ainda não atina bem com os cordões e como a escola nova é toda pavimentada em cimento tive receio de (mais) quedas. As merceditas também já são presença assídua no guarda-roupa da pequena, geralmente para usar com vestidos e numa ocasião mais especial. Desta vez optei pelo cinza escuro para fugir ao azul marinho de sempre. Os ténis são ideais para o dia-a-dia e as cores são deliciosas... os rosa e os azuis ganga ficaram-me debaixo de olho mas ganharam os azuis!

 

IMG_1407.jpg

IMG_1396.jpg

IMG_1399.jpg

 

Para o ano já me perco também na secção de menino... E provavelmente vou cair na "pirosice" de combinar o calçado dos manos!

 

O segundo filho

Quando somos pais pela primeira vez tudo é novidade e os dias são uma aprendizagem contínua. Lemos imenso sobre o assunto, vamos às aulas de preparação para o parto e tudo fazemos para que esta coisa da parentalidade corra bem.

 

Quando pensamos no segundo, somos já pais mais experientes, com toda uma escola por trás. Seremos até mais descontraídos em relação a algumas coisas mas ainda mais rigorosos em relação a outras. Calculamos que ter dois dê mais trabalho que ter só um. Que teremos o dobro das preocupações e da despesa. Que os primeiros tempos serão difíceis e de adaptação para todos. Imaginamos isto tudo e mesmo assim partimos à aventura.

 

DontForgetToLaugh-Baby-10-Months-Week_1.jpg

 

E o que nos diz o mundo?

 

"Ah, tens uma filha amorosa e bem comportada? Prepara-te que o segundo vai ser um terror."

 

" O primeiro dorme bem? Vão ver que o segundo não vos deixa dormir..."

 

" Agora com dois, esqueçam as saídas e a vida social."

 

E a melhor de todas... dirigida à mais velha " Quiseste um mano? Mas ele vai-te partir os brinquedos todos".

 

Coisas simpáticas, hein? Não vejo qual o prazer que as pessoas têm em dizer estas coisas. É um facto que os filhos não são todos iguais, cada um terá a sua personalidade mas podem-se explicar onde está escrito que têm de ser o oposto um do outro? É alguma regra matemática? Se um é bem educado, o outro será um delinquente?

 

Também não notamos aquela ciumeira exacerbada da mana mais velha de que toda a gente fala. Notamos sim que está mais teimosa e a precisar de mais atenção mas em relação ao irmão não poderia ser mais querida e dedicada, como já vos falei aqui.

 

É a dita sabedoria alheia, certo? A mesma que quando estamos grávidas faz com que as pessoas tenham prazer em contar histórias de terror sobre o parto. O que vale é que tem boa solução: fazer orelhas moucas!

 

Férias à vista

E este blog vai andar meio abandonado... Deixei alguns posts programados mas faço tenções de aproveitar estes dias para desligar um pouco e aproveitar (ainda mais) os meus.

 

Provavelmente vou andar mais pelo Instagram  - até porque tenho um desafio em mãos - e pela página do blog no FB, por isso vão acompanhando!

 

abf32542e8507b320aa91ee6088f5eb3--vacation-time-qu

 

Boas férias a quem ainda não foi :)

Cá por casa

Ela amassa-o, estrafega-o e enche-o de beijinhos. Faz questão de lhe dar os bons dias quando ele acorda e é vê-la numa impaciência quando ele resolve acordar mais tarde. Já têm o "abraço dos manos" e é incrível como sendo ele tão pequenino, consegue já reconhecer a voz da irmã entre tantas. Mal a ouve é sorriso certo!

 

Já lhe deu o biberão quando tive de ir ao dentista, participa quase sempre no banho, já aprendeu a mudar fraldas e é a minha ajudante de serviço quando é preciso entretê-lo. Chama-o de "meu amor"  e eu derreto-me toda. E estes mimos compensam todo o trabalho a dobrar que vamos tendo!

 

IMG_1376.JPG

 

Acho que lhe demos a melhor prenda do mundo!

 

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

SweetCare - Saúde, Beleza e Cosmética

Calendário

Novembro 2018

D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930