Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

life Inc.

Beauty & Lifestyle

2 meses de Baby P.

Neste último mês andamos a tentar definir rotinas. Não é fácil porque um bébé é tudo menos rotineiro. Mas para bem da sanidade mental de todos e segurança da filha que já cá andava, é mesmo necessário ir delineando alguns horários.

 

As noites têm sido relativamente tranquilas, às vezes lá nos presenteia com uma rambóia noturna mas regra geral vai fazendo intervalos maiores e dorme das 22h às 3h/4h, mama, torna a dormir e depois só mama de manhã. Volta a adormecer e eu consigo tomar pequeno-almoço, adiantar qualquer tarefa e dar um saltinho aqui. No primeiro mês ele nem chegava a acordar quando o pousava na cama, agora lá vai abrindo os olhitos, manda um sorriso mas vai conseguindo adormecer sozinho. Outras vezes precisa do embalo especial do pai que é tiro e queda.

 

De dia vai fazendo algumas sestas ao colo ou na cama. Muitas vezes adormece a mamar e acabo por o deixar ao colinho. Sabe tão bem e eles crescem tão rápido que é aproveitar! E não me venham com a história do "eles habituam-se ao colo e depois é que vais ver!", colo é segurança e garanto que a primeira não ficou estraga, pelo contrário. 

 

IMG_20180719_110657.jpg

Almofada de Amamentação Zippy e Fralda Primark

 

E os sorrisos são a grande novidade por estas bandas, Deliciosos e muitas vezes dedicados à mana, que diz que ele é o maior fofinho e o melhor irmão e só não gosta muito quando ele chora. Eu também não mas que remédio, faz parte do conjunto. Gargalhadas só a domir, é demais!

 

Já se entretém na espreguiçadeira por pequeninos espaços de tempo, lá vai agitando as mãos e fazendo abanar os bonecos. Cansa-se facilmente e toca a fazer soar a sirene - leia-se abrir as goelas. Quando quero mesmo fazer alguma coisa inadiável, é só metê-lo no sling que é soneca certa! Claro que o sling não resolve tudo mas é uma grande ajuda para além de prático.

 

E como esta noite foi de rambóia, vou só ali bocejar um bocado!

1 mês de Baby P.

O tempo passa rápido... sobretudo quando é bem passado! Conheço muita gente que não morre de amores pela fase de recém nascido e bébé mas eu adoro e acreditem que já noto imensas diferenças em relação aos primeiros dias e peço ao tempo para andar de-va-ga-ri-nho...

 

Baby P. come, dorme, chora, faz chichi e cócó e sorri imenso, principalmente para a irmã. Ainda se deve lembrar dos bons dias gritados a plenos pulmões para a minha barriga, durante meses. Aproveitámos esta semana de bom tempo para passear (finalmente!) e só espero que o calor continue para poder colocar os refegos do moço ao léu.

 

IMG_0648.JPG

 

E à velocidade que o gordito cresce e engorda vou precisar de investir não só em roupa mais quente nos saldos ( estamos em modo poupança!) mas também em roupa fresquinha para o calor. Tenho ali peças que já deixaram de servir mas felizmente até agora não ficou nada por estrear.

 

A mana mais velha vai tendo alguns ciúmes e temos tentado fazer programas com ela em modo filha única. Esta semana demos um saltinho à praia, às vezes vamos as duas às compras ou vai jogar futebol com o pai. E claro que se ressente quando cá vêm visitas e só têm olhos para o bébé. Felizmente que há pessoas com bom senso que fazem questão de lhe trazer um miminho e ir brincar com ela.

 

Hoje o pai regressou ao trabalho e resolvi que a M. não ia à escola. Afinal, para o próximo ano letivo não vai poder ter esta flexibilidade já que o primeiro ano já implica mais responsabilidade. Ficar com os dois em casa roça o limite da insanidade mas até que tem corrido bem!

 

Dramas de uma recém mamã

Comprar um vestido todo catita a pensar no jeitaço que ia dar para amamentar e nos dias quentes.

 

Pensar que é melhor trazer o M porque sempre fica mais folgado enquanto não se recupera a figura (haveria tanto a dizer sobre isto...).

 

Chegar (finalmente!) o calor, ir toda lampeira buscar o vestido e...

 

Constatar que sim senhora, fica excelente, exceto na parte em que as mamocas ficam esborrachadas... E o miúdo tinha acabado de mamar!

 

Voltar a guardar o vestido e dizer-lhe adeus, vemo-nos no verão do próximo ano!

 

97d3c440ebe143402d94e4dd8dc4b6cc.jpg

 

 

 

Hoje é um dia especial!

A nossa M. faz 6 anos!!!

 

Tenho de escrever o cliché de sempre, certo? Para onde foi o tempo? Passou a voar! 6 anos de muitas alegrias desta filha tão boa menina que tenho receio que o mais novo me saia um terrorista para equilibrar a balança. Anda entusiasmadíssima com a festa com os amiguinhos que desta vez será num daqueles espaços temáticos para crianças. Este ano não tínhamos disponibilidade para fazer de outro modo e feitas as contas, chegámos à conclusão que em termos de preço era praticamente o mesmo. E a verdade é que ela já andava a pedir desde os 3 anos por uma festa assim. E merece!

 

IMG_0189.JPG

 

Parabéns!!!

 

 

Bébé a bordo #12: a lista de maternidade

Geralmente cada hospital tem a sua lista de maternidade mas gostava de deixar algumas dicas!

 

Em relação às roupinhas do bébé, sejam precavidas e deixem alguns conjuntos extra já separados em casa. Sugiro que os coloquem dentro de sacos de plástico com zip ( tipo congelação). Eu das duas vezes assim o fiz e é bem mais prático para o pai pegar neles caso sejam necessários, do que vocês andarem a dizer "traz um babygrow que está na gaveta de cima, um body da gaveta de baixo e etc...".

 

Vamos a outro assunto glamouroso... cuecas descartáveis e pensos. Comprei uns boxers descartáveis na PréNatal que me deixaram bastante satisfeita, o único inconveniente é que apenas traz 4 unidades e não são propriamente baratos.

 

30412366_1799463776763699_4549238448073998336_n.jp

 

Após alguma pesquisa, resolvi comprar uns pensos específicos para o pós-parto na Chicco e digo-vos que foram uma desilusão. Não recomendo... O que resultou melhor foram mesmo as cuecas de incontinência da Ausónia. Super confortáveis, discretas, absorventes e muito, muito práticas. Adorei e só tenho pena de não ter usado no primeiro pós-parto.

 

Outra dica de suma importância! Não se esqueçam de levar o creme com que se andaram a besuntar nos 9 meses! É que as estrias ainda podem aparecer! Afinal a pele que esteve esticada vai indo ao sítio e podem ter o azar de resolver quebrar quando começar a encolher. Eu levei o Bio Oil e fui aplicando. Podem também levar um creme reafirmante, o meu preferido é este da Isdin, já usei no pós-parto da M. e gostei bastante.

 

31241571_1818547194855357_6558574425753518080_n.jp

 

E o que também não pode faltar? Purelan, se estiverem a pensar em amamentar. E água termal para se refrescarem na sala de partos, foi o que me valeu! Estava cheia de calor e nada de beber água!

 

Espero ter ajudado com estas minhas dicas!

 

Bébé a bordo #11: o parto

Como já vos tinha contado aqui, Baby P. não estava com vontade de vir conhecer o Mundo e como tal teve ordem de despejo. A indução foi marcada para dia 16 de Maio e não sendo o cenário ideal, ao menos sempre deu para deixar tudo orientado na véspera e saber com o que podia contar. Passei a véspera com a M. em casa, numa espécie de "último dia de filha única" e foi o melhor que fizemos. Fomos às compras as duas, fizemos um bolo e pão e brincámos um bocadinho.

 

E dia 16 de Maio lá me apresentei eu no CMIN de manhã cedo para a indução. Feita a avaliação inicial, lá me explicaram o procedimento, alertando sempre para o fato de poder demorar até 2 dias ( tortura, só pode!) e de esse tempo não ser considerado trabalho de parto. Este timing apontado como normal deixava-me muito apreensiva, passar 2 dias entre uma cama a ser monitorizada e caminhadas num corredor não me parecia nada simpático, mas enfim. Era rezar que fosse rápido.

 

Primeira medicação dada às 10h da manhã, monitorização, pausas para caminhar e não ficar maluca, almoço, nova avaliação às 16h e tudo na mesma. Mais medicação, monitorização, caminhada e por aí adiante. Algumas contrações, não muito dolorosas, pelo final da tarde, mais uma maratona pelo corredor. Ainda consegui jantar e depois começou a festa! O problema da indução é que por não ser um processo natural, o corpo não progride naturalmente na intensidade, frequência e duração das contrações. Portanto passei de um patamar de dor de 2 para um 8 que me levou a ter vontade de trepar pelas paredes. Ainda fiz uns exercícios na bola de pilates - tenho umas fotos mesmo giras com um ar alucinado! - e mais uma caminhada e quando fomos a ver a dilatação estava finalmente a avançar. Quando não aguentei mais, epidural sff e lá fomos nós para  a sala de partos.

 

Lá se preparou tudo - roupinha do bébé, kit de recolha das células estaminais - veio a anestesista e nisto já eu rebolava com contrações horrendas de 2 em 2 minutos. Socorrooooooooo! Lá levei a epidural mas não ficou no sítio certo, continuava a sentir o pico de dor na mesma e por isso, nova epidural, desta vez mais acima. A anestesista - uma simpatia! - estava muito aflita por não ter ficado bem à primeira e por eu continuar a sentir quase tudo. Felizmente, a segunda dose ficou 5 estrelas e eu passei do inferno ao céu em minutos. Abençoada epidural! E a partir daqui foi muito rápido! A dilatação lá se fez, Baby P. posicionou-se e foi só fazer força. Quando dei por ela tinha uma data de gente na sala a fazer claque hahahaha! Pude ver o bébé a sair e foi mágico! E mal nasceu foi logo para cima de mim, tão mas tão bom! Findos os procedimentos, lá se esvaziou a sala e ficámos só nós os três... no namoro! O bébé mamou logo como se tivesse nascido ensinado... o instinto é maravilhoso! Findo o recobro, seguimos para o internamento. As novas instalações do CMIN estão fantásticas após a remodelação e ampliação da antiga Maternidade Júlio Dinis. Para quem não sabe, o CMIN tem quartos duplos e privativos e eu ainda consegui ficar com um destes. Têm a vantagem de permitir que o acompanhante pernoite, o que é essencial e devia ser para toda a gente.

 

IMG_0528.JPG

 Baby P. com 3.295kg e 47.5cm

 

O engraçado é que segundo as ecografias, tudo apontava para um bébé pequenino e afinal saiu-me um badocha com refegos. Menos comprido que a irmã mas praticamente com o mesmo peso.

 

Para terminar só vos posso dizer que, tal como no parto da M., não tenho nada a apontar aos profissionais de saúde que se cruzaram conosco. Foram sempre explicando todos os procedimentos necessários, dispostos a esclarecer e ajudar. Acredito que seja como em todas as profissões - há bons e maus profissionais - mas efetivamente senti-me sempre bem acompanhada e bem entregue.

Bébé a bordo #9: Já nasceu!

Já venho atrasada mas quem segue o blog pelo FB e Instagram já está a par da novidade!

 

32873430_1843731079003635_7017227265964507136_n.jp

 

Baby #2 nasceu na passada madrugada de quinta-feira, já estamos em casa desde sábado e podem imaginar o estado de sítio da nossa vida neste momento. Já nem sei quantas horas de sono devo à cama mas um dia de cada vez!

 

Depois conto tudo :)

Bébé a bordo #7: Ordem de despejo

Pois é, ainda ando por aqui a arrastar a barriga... Digo-vos sinceramente que nunca me imaginei nestes preparos às 40 semanas. Não era suposto numa segunda gravidez a coisa ser mais rápida?

 

Já tive alguns falsos alarmes mas depois nada... aliás desde sexta que as coisas andam muito calmas. Nada de contrações e outros sinais. Ao menos já sinto que o rapaz está mais descido como era suposto, pelo que se for para avançar com a indução será uma mais valia. De qualquer modo, hoje tenho novamente consulta e logo veremos o que a médica vai decidir. A indução está marcada mas eu preferia que o parto se iniciasse naturalmente.

 

E ouvir toda a gente a perguntar: já nasceu? Já não aguento, a sério...

 

Pregnancy-Overdue-Meme-1.jpg

 

Alguém que tenha tido um parto induzido desse lado? Contem!

Dia da Mãe

Este dia da Mãe vai ser seguramente especial. A data de nascimento do baby boy é precisamente por essa altura mas claro que já se sabe que eles nascem quando querem!

 

Esta data é uma oportunidade de mimarmos as nossas mães e de os nossos filhotes nos mimarem a nós. Eu pessoalmente dou muito valor às prendinhas que a M. traz da escola, são sempre coisas giras que eu faço questão de usar. Mas à minha mãe gosto sempre de lhe dar coisas que eu sei que ela habitualmente não compra ( a maior parte das vezes por preguiça!) ou que eu sei que lhe estão a fazer falta, tentando sempre variar.

 

E porque a  Notino está com portes grátis até ao final do dia de hoje, para compras acima de 60€, nada como aproveitar e espreitar estas sugestões que vos deixo.

 

 

lammanw_aedt08-02__21.jpg

Magie Noire da Lâncome - um dos perfumes preferidos da minha mãe!

Está sempre esgotadíssimo em todo o lado por isso foi uma agradável surpresa quando o encontrei na Notino.

caketmw_aedp10_02-o__28.jpg Eternity da Calvin Klein - simplesmente um dos meus preferidos!

lierac-magnificence-coffret-viii___9.jpg

 Kit Magnificence da Lierac

O kit inclui: Magnificence Day & Night Velvety Cream 50 ml + Hydragenist Moisturizing Rescue Mask 10 ml + Hydragenist Morning Moisturizing Mist 30 ml

clinique-high-impact-coffret-iv___4.jpg

 Kit High Impact da Clinique

O kit inclui: High Impact Mascara 01 Black 7 ml + Take the Day off Makeup Remover for Lids, Lashes & Lips 30 ml + All About Eyes Eye Cream 5 ml

bnffedw_kset28_02__16.jpgKit Feelin' Dandy da Benefit

O kit inclui: Posie Tint Tinted Lip & Cheek Stain Poppy-Pink 4 ml + Dandelion Brightening Face Powder 2 Soft Pink 3 g

+ High Beam Luminescent Complexion Enhancer 4 ml + Dandelion Ultra Plush Lip Gloss 6.5 ml + Brush

boubruw_kpwd13-01__23.jpg

 

Blush da Bourjois - um "passarinho" disse-me que ela estava a precisar de um blush... e esta é uma das marcas preferidas!

 

Podem ainda espreitar o site e ver outras ideias de presente! Vamos mimar as nossas mães?

 

mothers-day-1360204_960_720.jpg

 

xoxo

Marta

Bébé a bordo #4

Já estou naquela fase em que quase rebolo e em que tenho dores em todos os lados. Durmo mal e tento compensar com umas sonecas pelo meio durante o dia. Levantar-me é um filme mas passo a noite a ir fazer chichi e a dar voltas na cama. Podem chamar uma grua sff?

 

MAS é a melhor das sensações sentir o baby boy aqui às voltas. E é uma delícia vê-lo a reagir tão bem ao som da voz da mana... Ela por sua vez aparece na nossa cama de manhã só para se encostar à barriga e sentir os pontapés. Há lá coisa mais querida? Vamos a ver como reage com ele cá fora mas acredito que vá ser (relativamente) pacífico, desde que também haja bom senso por parte das visitas.

 

E por falar em visitas...não vejo mal em recordar!

 

img_7455.jpg

 

Visitas na maternidade só dos pais, em casa as visitas querem-se curtas e combinadas. O primeiro mês é de adaptação e convém não desestabilizar os recém papás. De resto, sintam-se livres em aparecer acompanhados de comida hahahahaha!

 

Contem aí a vossa experiência!

 

xoxo

Marta

 

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Follow on Bloglovin
SweetCare - Saúde, Beleza e Cosmética

Calendário

Julho 2018

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031