Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

life Inc.

Beauty & Lifestyle

Má educação vs Hiperatividade

A semana passada andou uma grande polémica por tudo o que é baby blogs e facebook por causa deste texto.

 

Já deu para perceber que há pessoas que concordam com a postura deste senhor e que estão convencidas que efetivamente as crianças são todas umas mal educadas e que os pais são todos muito maus educadores. Geralmente são os que não têm filhos, mas enfim.

 

A meu ver há aqui duas grandes questões. Se por um lado, há muitos pais que se demitem do seu papel de educadores e esperam que os professores façam na escola o trabalho todo, por outro há que entender que uma criança não é um adulto em miniatura e que como tal, não se pode esperar que vá a um jantar e fique duas horas entado, mudo e quieto, como os pais tantas vezes parecem esperar.

 

Claro que depende muito da criança e da idade mas há que evitar certas situações que à partida os pais sabem que serão explosivas. Uma criança com sono é igual a uma bomba pronta a detonar. Já deu para perceber isso com a nossa Pinypon. Ainda há uns dias, assisti a uma cena entre pai e filho, com direito a lambada e tudo, porque o pai se lembrou de entrar numa loja de gomas para comprar uns bombons e ficou admirado por o pequenito querer umas gomitas. Claro que a coisa não resultou! De quem é a culpa?Quem fez birra? O pai ou a criança? Só faltava acenar-lhe com uma goma e dizer: querias, querias!

 

Por outro lado, as pessoas também se tornaram menos tolerantes aos comportamentos normais das crianças. É normal uma criança saltitar, brincar, cantar e por aí adiante. E testar limites também. Quantos de nós não olharam já de lado ao ver uma criança chorar em público e fizemos um olhar reprovador? Eu própria já o fiz mas agora com a minha experiência recente da maternidade passo-me quando sou eu o alvo desses olhares impúdicos! E já o fui, simplesmente porque a Pinypon tinha descoberto recentemente que sabia dar guinchinhos e resolver treinar enquanto passeávamos pelo shopping! TUDO A OLHAR!!! Porque ela estava a incomodar?!

 

Má educação para mim é o que vou relatar a seguir. Há uns tempos estava eu numa fila de uma loja à espera que chegasse a minha vez de pagar. Atrás de mim estava uma senhora com uma criança. Não é que a certa altura o infante começa a dar-me pontapés nas canelas?! E eu olhei para trás e fiz-lhe cara má. A mãe viu o que estava a fazer e acham que pediu desculpa?! Nada, não se passava nada de especial. Quem diz isto, diz aquelas crianças que se vêm a insultar pais e avós e que chegam mesmo a bater-lhes. Isto sim é muito má educação. E não se resolve com diagnósticos errados de hiperatividade e comprimidos. A minha mãe que é educadora de infância é a primeira a dizer que a maior parte dos miudos não são hiperativos mas sim simplesmente mal educados. Ou haveriamos agora de repente termos um surto de hiperatividade?!

 

Por tudo isto, até poderia concordar com o autor no que diz respeito ao exagero de diagnósticos de crianças hiperativas que há efetivamente hoje em dia. Mas concordar com o que ele reitera como má educação? Jamais. Há que deixar que as crianças sejam... crianças.

 

xoxo

cindy

 

 

 

Meet the Blogger

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

SweetCare - Saúde, Beleza e Cosmética

Posts mais comentados

Calendário

Abril 2018

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930