Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

life Inc.

Beauty & Lifestyle

Viajar com bébés

Como já aqui disse, esta foi a primeira viagem de avião da Pinypon e a primeira para terras desconhecidas. E como tal, foi também a nossa estreia nisto de viajar com um bébé atrás. O que me stressava mais? Conseguir assegurar as refeições habituais e o medo de me esquecer de alguma coisa fundamental. Claro que fui eu que tive de fazer as malas e assegurar-me que nada ficava para trás. Um frete e um stress.

 

O fato de termos reservado um estúdio permitiu assegurar alguma normalidade das refeições da manhã e noite. Comprámos sopas e boiões da Bledina, bem como leite, fruta e bolachas. Ao almoço ficou mais complicado, já que acabamos por comer sandes ou petiscos mas nada que um boião não resolvesse. Iogurte ou fruta de sobremesa e estava a refeição completa. A verdade é que em viagem temos de ser sobretudo práticos e não é por 2 dias fora da rotina e a comer comida sem ser caseira que os nossos babys se ressentem.

 

Quanto às malas, estávamos limitados à bagagem de cabine. A minha roupa e a do S. numa mala e uma outra reservada para ela, já que bébés que viajam ao colo não têm direito a bagagem. Felizmente coube tudo na mala e ainda levei uns extras -  saco-cama, toalha de banho, mantinha, etc. Enfim, o possível para diminuir a mudança de rotinas e espaço. Claro que tivemos de levar uma Minnie atrás, bem como alguns brinquedos.

 

Para o transporte, nada como levar o carrinho. Habitualmente ela já prefere andar a pé e dispensa o carrinho mas em viagem nem pensar em andar atrás dela. E o carrinho serviu ainda para dormir as sestas, de tão cansada ela estava. O sling deu também jeito para dar aquele aconchego extra e colinho mais apoiado. As nossas costas agradecem e não há nada mais querido que senti-la encostada ao nosso coração.

 

 

Importante foi também assegurar que levava roupa para todos os estados meteorológicos possíveis, mas isso também é habitual eu fazer com as nossas malas. Acabámos por apanhar tempo ameno, embora nublado. Na segunda, dia do nosso regresso, estava sol e calor, por isso nada como deixar os casacos de lado. Claro que chegámos ao Porto com chuva e frio.

 

Espero que estas dicas sejam úteis! Agora precisávamos era de férias das férias :)

 

xoxo

cindy

Lyon #2

Domingo acordámos ainda meio cansados depois da noite atribulada que a Pinypon nos deu. Tomámos um belo pequeno-almoço e lá deitámos pés ao caminho.  Ou melhor, apanhámos o metro diretamente para o centro da cidade em vez de irmos a pé, como no dia anterior.

 

Fomos visitar uma zona mais próximo do Rhône, a Place de La Comedie, onde fica a Opera e o Hotel de Ville. A Opera é uma obra emblemática do Arquiteto Jean Nouvel e conjuga muito bem o moderno e o antigo. Bem próximo fica também o Museu de Belas Artes, cujo claustro visitamos. Parece que há um café muito giro num dos terraços mas acabamos por não ir provar o tão badalado chocolate quente.

 

Hotel de Ville

 

 Place de La Comedie

 

 Claustro do Museu de Belas Artes

 

Dali partimos para o Quais de Saint Antoinne, já nas margens do Saône, onde todos os domingos de manhã tem lugar um Food Market bem giro e recheado de coisas apetitosas! Com tanta comida aproveitamos para comprar o almoço, numa tendinha intitulada "Empanadas del Senõr Carlos". Trouxemos empanadas de carne, pois claro! E eram bem boas, com bastantes especiarias - e que no final do dia me deram cabo do trato intestinal mas isso agora são outras histórias! E enquanto almoçávamos, Miss Pinypon teve direito a ir brincar para o parque infantil e veio de lá toda contente!

 

 

 

 

 

E depois do almoço que fazem os tugas? Tomam cafézinho pois claro! Neste caso, ala para o Starbucks, que raios partam nunca mais abre no Porto, embora seja caro para caraças! E ainda fomos brindados com uma bebida extra, graças ao péssimo entendimento do inglês do S.

 

Entretanto rumámos novamente à Vieux Lyon para apanharmos o funicular para irmos ter com o meu irmão e ver a Catedral La Fourviére, bem no cimo da colina. A catedral é bonita mas o melhor é mesmo a vista que se tem de Lyon. Magnífica! E ainda fomos ver as ruínas romanas nas imediações. Depois foi só voltar a apanhar o funicular e deambular pelas ruas tão giras de Vieux Lyon.

 

 Vista do cimo da colina

 

 Anfiteatro romano

 

 

 Muita doçaria artesanal

 

 Nem a Pinypon resistiu ao gelado de Nutella

 

 Vieux Lyon

 

Por esta altura já ninguém podia dos pés... Por isso fomos para o hotel, tratar de arrumar as malas e descansar um pouco antes do jantar. Os meninos ainda estiveram a assistir ao jogo do FCP via internet e depois foi hora de nos despedirmos do nosso querido irmão.

 

No dia seguinte foi levantar, tomar pequeno almoço e iniciarmos o nosso regresso a casa. Todo o processo de check-in do carrinho da Pinypon, passagem pela segurança e embarque foi do mais confuso que há. E se quando vamos nós sozinhos até encolhemos os ombros e ignoramos, quando levamos um bébé atrás estas situações tornam-se inadmissíveis. Um big no no para o aeroporto de Lyon.

 

Chegámos sãos e salvos na segunda ao início da tarde, foi uma viagem divertida e agradável... Ainda farei um post sobre viajar com bébés, acho que poderá ser útil a alguém de futuro!

 

xoxo

cindy

 

Lyon #1

Ora bem, sábado de madrugada - acordámos às 5h30 - lá fomos nós de armas e bagagens para o aeroporto. A Pinypon ia super bem disposta, nem parecia que tinha acordado a semelhantes horas impróprias! 

 

Tenho de deixar aqui o meu elogio ao Aeroporto Sá Carneiro, staff super atencioso e simpático, infraestruturas adequadas, super baby friendly. Decorreu tudo dentro da normalidade e parece que não mas isso é super importante, já que com um bébé atrás tudo se torna mais complicado. Tirando a parte em que me esqueci na comida dela na segurança, correu tudo bem. O voo também correu bem, só na aterragem houve algum stress já que tivemos de desligar o tablet e Miss Pinypon não achou grande piada. Lá aterrámos no Aeroporto de Saint-Exupery que está em obras e é uma grande confusão. Só dentro do aeroporto, em voltas e mais voltas, devemos ter feito quilómetros. Uma estafa. Depois lá apanhámos o comboio expresso direto para o centro da cidade, onde o meu irmão foi ter conosco -  a viagem demora cerca de 30 minutos. Ai que saudades! Vontade de o estrafegar mas já sei que ele não é dado a essas coisas.

 

Marcámos a estadia através do booking.com e ficámos no Quality Suites Lyon, em Presqu'ile. Para quem não sabe, Lyon é atravessada por dois rios - o Rhône e o Saône - formando quase uma ilha (daí o nome presqu'ile). A escolha do hotel não poderia ter sido mais acertada. Uma localização ótima, bem central e umas instalações maravilhosas. Ficamos num estúdio com uma cama de casal, duas camas de solteiro e um berço para a pequenita. O fato de ter uma kitchnette permitiu-nos fazer as refeições da noite e pequeno-almoço, bem como aquecer a comida da Pinypon. Todo o staff era uma simpatia, sempre disponíveis para nos atender. Recomendo vivamente.

 

Agora um pequeno aparte. Eu estudei numa escola francesa aqui no Porto, desde os 3 anos até aos doze. Sempre gostei muito da cultura francesa e dos meus professores franceses. Mas confesso que prefiro falar inglês e que as minhas experiências parisienses me deram uma opinião dos franceses em geral muito particular - detestam turistas e detestam que lhes falem em inglês. Ora aqui em Lyon mudei completamente de opinião. Tirando algum staff do aeroporto, todos foram trés sympatiques. E eu fartei-me de parler français e adorei. Claro que tanto a minha irmã e o S. nem abriram a boca, a Cindy fala, a Cindy pede, tudo a Cindy. Mas correu bem :)

 

Depois de termos largado as bagagens e nos termos recomposto da viagem, foi tempo de partir à descoberta da cidade. Aproveitámos o guia local - o meu irmão - e lá fomos nós. Estava imensa gente na rua e foi complicado conseguirmos aproveitar as vistas. Ainda por cima, o meu irmão achou que devia aproveitar as irmãs para ir comprar roupa e fomo-nos enfiar na Zara. Aproveitámos para comer qualquer coisa - uma baguette, what else? Neste nosso primeiro passeio deu para perceber que Lyon é a típica cidade francesa, com os seus quarteirões bem organizados e a sua arquitetura própria. A parte velha - vieux lyon e fourviére - escapa a este ordenamento, com ruelas estreitas e ediífios bem antigos.

 

Place Bellecour

 

A Catedral de Fourviére

 

O Saône

 

Cucu!

 

 

E neste dia não deu para muito mais, ainda fomos ao supermercado comprar mantimentos e ala para o hotel descansar! E como sempre, Miss Pinypon estranhou as instalações e o fato de ter três pessoas a roncar no mesmo quarto que ela. Resultado? Uma noite ultra confusa, com sonos aos cochichos. Sem falar da confusão de mudança de hora, que com o fuso horário já nem sabíamos a quantas andávamos!

 

O resto fica para amanhã.

 

xoxo

cindy

 

 

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Follow on Bloglovin
SweetCare - Saúde, Beleza e Cosmética

Posts mais comentados

Calendário

Julho 2018

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031