Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

life Inc.

Beauty & Lifestyle

2 meses de Baby P.

Neste último mês andamos a tentar definir rotinas. Não é fácil porque um bébé é tudo menos rotineiro. Mas para bem da sanidade mental de todos e segurança da filha que já cá andava, é mesmo necessário ir delineando alguns horários.

 

As noites têm sido relativamente tranquilas, às vezes lá nos presenteia com uma rambóia noturna mas regra geral vai fazendo intervalos maiores e dorme das 22h às 3h/4h, mama, torna a dormir e depois só mama de manhã. Volta a adormecer e eu consigo tomar pequeno-almoço, adiantar qualquer tarefa e dar um saltinho aqui. No primeiro mês ele nem chegava a acordar quando o pousava na cama, agora lá vai abrindo os olhitos, manda um sorriso mas vai conseguindo adormecer sozinho. Outras vezes precisa do embalo especial do pai que é tiro e queda.

 

De dia vai fazendo algumas sestas ao colo ou na cama. Muitas vezes adormece a mamar e acabo por o deixar ao colinho. Sabe tão bem e eles crescem tão rápido que é aproveitar! E não me venham com a história do "eles habituam-se ao colo e depois é que vais ver!", colo é segurança e garanto que a primeira não ficou estraga, pelo contrário. 

 

IMG_20180719_110657.jpg

Almofada de Amamentação Zippy e Fralda Primark

 

E os sorrisos são a grande novidade por estas bandas, Deliciosos e muitas vezes dedicados à mana, que diz que ele é o maior fofinho e o melhor irmão e só não gosta muito quando ele chora. Eu também não mas que remédio, faz parte do conjunto. Gargalhadas só a domir, é demais!

 

Já se entretém na espreguiçadeira por pequeninos espaços de tempo, lá vai agitando as mãos e fazendo abanar os bonecos. Cansa-se facilmente e toca a fazer soar a sirene - leia-se abrir as goelas. Quando quero mesmo fazer alguma coisa inadiável, é só metê-lo no sling que é soneca certa! Claro que o sling não resolve tudo mas é uma grande ajuda para além de prático.

 

E como esta noite foi de rambóia, vou só ali bocejar um bocado!

Bébé a bordo #15: chuchas

Tema novo  para mim porque a primeira filhota nunca quis chupeta! Por mais que insistíssemos e por mais modelos que experimentássemos, era vê-la a cuspi-la sem hesitação nenhuma. E olhem que nos teria dado jeito com as cólicas... Mas vejamos o lado positivo, não tivemos de passar pelo desmame da chucha. Ontem recebi um PR das novas chupetas da Phillips Avent e lembrei-me de fazer este post, precisamente porque é esta a marca das chupetas que comprei para o baby P.

 

Chupete Philips Avent ultra air Lifestyle01.jpg

Se forem ver as listas do que levar para a maternidade, vão constatar que nos hospitais amigos da amamentação a chupeta não faz parte dos items pedidos. Pois bem, eu levei uma chupeta só por precaução e logo na primeira noite foi o que me valeu. O rapaz estava inconsolável, eu completamente KO e acabou por se acalmar com a chupeta. As que comprei inicialmente foram as Avent Mini (0-2 meses) e têm sido as utilizadas cá em casa. Ele gosta e eu acho-as práticas pelo fato de trazerem uma tampinha que protege a chupeta e facilita o transporte. Sinceramente, não notei nenhuma interferência com a amamentação mas também o nosso P. não usa a chupeta com muita frequência e sobretudo não dorme com ela de noite. Usamos mais para quando está irritado ou com cólicas...

 

A Avent apresenta agora as novas chupetas Ultra Air, que para além de favorecer um desenvolvimento oral saudável, apresenta quatro orifícios amplos, desenhados para uma maior ventilação no rosto do bebé, enquanto a está a usar. Desta forma, a pele sensível do bebé mantém-se mais seca e calma, permitindo que haja um maior fluxo de ar. Fabricada com silicone de alta qualidade, a nova chupeta Ultra Air da Philips Avent não contém BPA, é extremamente confortável, higiénica e prática para o bebé. Mas o que  me chamou a atenção neste novo modelo foi trazer um estojo de transporte e esterilização no micro-ondas, sem dúvida uma mais valia.

 

Esterilizador chupeta Philips Avent ultra air.jpg

O pvp é de 10,49€

 

Quais as chuchas preferidas aí de casa? Os vossos bébés usam?

 

Vamos ao check-up?

Esta semana temos consulta dos 2 no Pediatra! Consulta dos 2 meses de baby P. no pediatra e estou ansiosa por saber se este badochinha bom está a engordar como deve e quanto cresceu. Aparentemente o rapaz está bom e recomenda-se mas nada como ver os números. Já arrumei bastantes peças de roupa, outras doei

 

Também vamos saber quais as vacinas a dar fora do plano nacional de vacinação, provavelmente a Rotarix e a Bexsero, verdadeiros atentados às carteiras dos pais. Menos mal que a Prevnar já faz partedo plano, da M. ainda pagámos. É certo que as vacinas são um descanso mas mesmo assim custa desembolsar umas centenas de euros quando deveriam ser gratuitas. E quem não pode gastar esse dinheiro?

 

A M. vai à consulta dos 6 anos, normalmente porta-se um bocado mal mas consultas mas desta vez diz que vai dar o exemplo ao mano. Já sei que vamos ouvir que está a dever quilos à balança... Não é uma questão de apetite porque ela come bem e de tudo, é mesmo dela. Nem adianta prescrever vitaminas ou afins, o resultado é o mesmo. Anda sempre a segurar as calças quando corre e nem pensar em comprar calças e calções sem os elásticos de adaptar. Também por recomendação médica já fomos ao oftalmologista para despistar qualquer problema de visão e está tudo ótimo.

 

E será que o pediatra me mata se eu perguntar se posso levar o baby um bocadinho de nada à praia ao final da tarde? Ficava dentro da tenda resguardado... é que assim não há praia para ninguém e a mais velha não se cala! É muito mau?

Grupos de mães ou a loucura da maternidade

Sigo vários grupos de mães no Facebook, não por querer tirar qualquer dúvida ( para isso ligo ao médico!), mas porque é o mesmo que assistir a uma comédia ou nalguns casos a um filme de terror. E não, não estou a ser mázinha ou a exagerar.

 

Antes de mais comecemos pelas perguntas e eventuais fotos. Perguntas como " o cócó do meu bébé está assim, acham normal?" acompanhado de foto é o pão nosso de cada dia. Muito frequentes são também fotos de crianças com borbulhas e a inevitável pergunta " será varicela, sarampo, alergia, picada  e o caneco?". Ou então " o meu bébé de 1 semana não dorme a noite toda, como posso pô-lo a dormir?". Pois, alguém lhe deveria ter dito que os recém nascidos e alguns bébés não dormem a noite toda e que dormir 8 horas seguidas ia ser uma miragem durante uns meses (anos?).

 

E as respostas? Socorro! Cada pérola de sabedoria que é de deitar as mãos à cabeça. Desde respostas que eu acho que só podem ter sido dadas por alguém da idade da minha bisavó, a sugestões verdadeiramente perigosas que me fazem deitar as mãos à cabeça. E quando o tema é amamentação? Valham-nos todos os santinhos! Seguem-se os erros ortográficos que por vezes tornam praticamente impossível discernir o que aquela alminha está ali a perguntar.

 

E poderiamos dizer que estes grupos deveriam servir para comentar a maternidade, os desafios e as dúvidas, num ambiente de partilha mas é inevitável haver conflitos nestas matérias. Principalmente porque hoje em dia vivemos uma maternidade cor-de-rosa através das redes sociais e as pessoas acreditam que o normal é sairmos todas da maternidade em modo fit, passarmos os dias seguintes a ir ao cabeleireiro arranjar as unhas e o cabelo e porque não andarmos sempre maquilhadas? Acordarmos frescas e fofas e prontas para ir passear os rebentos à esplanada mais in da cidade.

 

Pois por aqui há noites complicadas, o peso vai regressando ao normal, há dias em que ando descabelada ( é só irem às stories do Instagram!) e nem tenho saído muito de casa porque primeiro não tenho companhia e depois a meteorologia nem sempre ajuda. A maior parte dos dias é um desafio conseguir tomar banho, fazer refeições em condições, descansar e tratar das coisas normais. A juntar a isto uma mana mais velha que também precisa de atenção e esta casa às vezes parece um manicómio.

funniest-Mothers-day-memes-13.jpg

E agora digam lá, qual a pergunta nestes grupos que mais vos escandalizou? A mim foi a do cócó e a de uma senhora que queria "atacar" o marido logo depois de uma cesariana e estava a perguntar se podia!

Bébé a bordo #14: babywearing

Vamos falar de babywearing?

 

O babywearing é a prática de transportar o bébé junto a nós, seja num sling, mochila ou pano. Para além da vantagem de ficarmos com as mãos livres, o que dá imenso jeito, para o bébé é um aconchego que permite regular a temperatura, fazer uma transição mais suave entre a vida na barriguita da mãe e o exterior, transmite segurança e ajuda nas cólicas. Só vantagens!

 

Da M. comprei um sling de pano da Maria Café mas nunca me ajeitei muito com aquilo. O fato de apoiar só num ombro não me dava a estabilidade e confortos necessários para usar regularmente. Também tínhamos uma mochila da Pré-Natal que me metia impressão  por achar que dava pouco apoio na cabeça e que só foi mais usada depois dos 6 meses.

 

Passados estes anos, ouve-se falar muito mais noutras opções - o pano e a mochila. Após alguma pesquisa, pareceu-nos que o pano seria  a melhor opção para nós. Era uma questão de escolhermos onde comprar e de que marca. Julgo que não estou em erro ao dizer que ainda há pouca oferta em lojas físicas, vi alguns panos à venda em farmácias e pouco mais. Entretanto recebi uma newsletter da Vertbaudet e vi que existia um modelo de sling wrap, com críticas bastante positivas e tratei de encomendar. O preço era bastante em conta e parecia promissor. Mas como nestas coisas cada caso é um caso, o pano chegou e eu detestei. Primeiro não era elástico, era um tecido supergrosso que dificilmente poderia ser usado nos dias mais quentes. Depois era muito comprido e pesadão. Enfiei o rapaz lá dentro e ele só berrava. Pudera, nem se consegui mexer! Tratei de o devolver o mais rápido possível, já que não tinha ficado nada satisfeita.

 

Pesquisando online, uma das lojas que nos aparece no imediato é a Pulguinhas, que eu já conhecia de outros blogs. Pedi algumas informações sobre o sling wrap, nomeadamente se seria adequado para pessoas com problemas de coluna, como é o meu caso. Tiradas as dúvidas, foi escolher o padrão e encomendar. Chegou super rápido e vinha ainda acompanhado de uma bolsinha para os documentos do bébé.

 

34963676_1891231244253618_4510813617649614848_n.jp

 

O sling vem dentro de uma bolsinha super fofa no mesmo padrão e traz instruções tão elucidativas de como usar o pano, que logo à primeira atinei com a coisa. Tenho usado o sling praticamente todos os dias principalmente quando preciso das mãos livres e o noto mais agitado. É tiro e queda, em pouco minutos adormece e é assim que consigo vir até ao pc, tratar da roupa, arrumar a casa e assim.

IMG_1040.jpg

 

Resumindo: tem feito sucesso! Por aí, são adeptos do babywearing?

New In: o que trouxe dos saldos #2

Estava aqui a ver o quanto já tinha gasto nos saldos e constato que o grosso foi mesmo em compras para os filhotes.

 

Quem é que como eu aproveita os saldos para preparar a estação seguinte? Sempre fiz isso com a M. e continuo agora com o baby. Tenho conseguido comprar peças de meia estação e até mais quentes e parecendo que não poupam-se uns euros valentes. Claro que nem tudo se consegue comprar, mas já é uma ajuda grande.

 

A M. tem tudo o que precisa para um verão em estilo, conseguimos aproveitar ainda peças do ano passado - sobretudo vestidos, t-shirts e calções. As calças nunca migram de estação porque sua excelência as rompe sempre! E tanto faz serem da Primark, como da Zippy ou Zara. Rasgam-se na mesma. Portanto, temos apostado em calças e malhas para os dias mais frescos. Tenho-a deixado ajudar a escolher, afinal de contas já está uma crescida e em Setembro já vai para o primeiro ano!

 

Quanto ao pequenito, herdou algumas peças da irmã mas precisava mesmo de roupas de verão - t-shirts, calções e fofos. Comprei quase tudo online e aproveitei os saldos da Zippy para encomendar peças mais quentes, incluindo um anoraque que foi uma pechincha! A família também tem dado alguns conjuntinhos e tenho ali peças amorosas da Tuc Tuc, Knot e Laranjinha para estrear em dias mais quentes. Lojas que me desiludiram  em relação aos saldos: Benetton e H&M. Para já, não consegui comprar nada. Temos estado mais por casa - este tempo incerto não ajuda - e portanto o outfit tem sido babygrow de algodão. Prático e confortável!

 

Compras a pensar no Verão:

35779223_1881323225244420_1301751862399074304_n.jp

Tuc Tuc

35889157_1879696482073761_2223579340224856064_n.jp

Mango Kids

IMG_1077.jpg

Fofo Zippy

IMG_1084.jpg

T-shirt e casaco Zara IMG_1079.jpg

T-shirts Lefties

 

Compras a pensar no Outono:

IMG_1085.jpg

Fofo Zara

IMG_1086.jpg

Casaco Zara

IMG_1087.jpg

Calças Lefties IMG_1081.jpg

Casaco e camisola Zippy

 

Acho que fiz boas compras! Ficam a faltar os interiores mas para isso... Primark!

Kit de recuperação pós-parto

Na verdade não há milagres. É contar com a genética e rezar aos santinhos porque felizmente ou infelizmente, poucas de nós somos como as modelos da Victoria Secrets ou como a Carolina Patrocínio.

 

Já se sabe que o ideal é haver um aumento de peso regrado durante a gravidez e não engordar 20kg. Da M. engordei 10kg, desta vez foram 13kg e acreditem que eu notava a diferença. Facto: parte do peso que ganhamos é do bébé, líquido, placenta, etc. Portanto, perdem-se logo uns quilinhos no nascimento. A amamentação ajuda imenso e o resto é ir fazendo os possíveis para ir perdendo - mais uma vez, de modo regrado, que não é tempo de dietas quando se amamenta.

 

De qualquer modo, há alguns produtos que podemos usar para ajudar ao nível da pele, principalmente na barriga que esteve em modo esticanço durante 9 meses. Já aqui falei da importância de continuarem a aplicar o creme que usaram na gravidez para prevenção de estrias. Se a pele ao esticar pode quebrar, ao encolher, idem aspas. Portanto, continuarem a besuntar-se de creme ainda na maternidade é ótima ideia.

 

IMG_0990.jpg

 

Um dos cremes que mais gosto para esta fase é o Velastisa que entretanto mudou de nome para Woman Isdin refirmante pós-parto. Já usei após a gravidez da M. e posso dizer-vos que resulta bem ao nível da firmeza da pele. Devem usar 2 vezes ao dia, aplicando na barriga e massajando bem. Com a utilização frequente vão notando os resultados.

 

Este Peeling Corporal da Ziaja é uma novidade cá em casa, encomendei na Notino depois de ler ótimas reviews sobre ele. Como sempre, a marca não desiludiu e têm aqui um excelente esfoliante que estimula a micro-circulação, alisa e refirma a pele. Para além disso, contém princípios ativos que prometem combater a celulite. O que eu gosto neste produto - para além do cheirinho delicioso! - é deixar a pele super lisa logo com uma aplicação. A minha próxima compra será o Sérum Corporal para aliar a este.

 

A nível da hidratação corporal continuo a usar este Leite Corporal da Nuxe Body, especialmente formulado para peles secas. E não esquecendo o Purelan para quem está a amamentar, é um verdadeiro "life saver" para mamilos doridos ou gretados!

 

Posto isto, nos primeiros tempos é sempre complicado conseguir tempo para estas rotinas mas sempre que possível tentem tirar um tempinho para vocês. Faz toda a diferença e dá logo outro ânimo!

 

.

1 mês de Baby P.

O tempo passa rápido... sobretudo quando é bem passado! Conheço muita gente que não morre de amores pela fase de recém nascido e bébé mas eu adoro e acreditem que já noto imensas diferenças em relação aos primeiros dias e peço ao tempo para andar de-va-ga-ri-nho...

 

Baby P. come, dorme, chora, faz chichi e cócó e sorri imenso, principalmente para a irmã. Ainda se deve lembrar dos bons dias gritados a plenos pulmões para a minha barriga, durante meses. Aproveitámos esta semana de bom tempo para passear (finalmente!) e só espero que o calor continue para poder colocar os refegos do moço ao léu.

 

IMG_0648.JPG

 

E à velocidade que o gordito cresce e engorda vou precisar de investir não só em roupa mais quente nos saldos ( estamos em modo poupança!) mas também em roupa fresquinha para o calor. Tenho ali peças que já deixaram de servir mas felizmente até agora não ficou nada por estrear.

 

A mana mais velha vai tendo alguns ciúmes e temos tentado fazer programas com ela em modo filha única. Esta semana demos um saltinho à praia, às vezes vamos as duas às compras ou vai jogar futebol com o pai. E claro que se ressente quando cá vêm visitas e só têm olhos para o bébé. Felizmente que há pessoas com bom senso que fazem questão de lhe trazer um miminho e ir brincar com ela.

 

Hoje o pai regressou ao trabalho e resolvi que a M. não ia à escola. Afinal, para o próximo ano letivo não vai poder ter esta flexibilidade já que o primeiro ano já implica mais responsabilidade. Ficar com os dois em casa roça o limite da insanidade mas até que tem corrido bem!

 

Dramas de uma recém mamã

Comprar um vestido todo catita a pensar no jeitaço que ia dar para amamentar e nos dias quentes.

 

Pensar que é melhor trazer o M porque sempre fica mais folgado enquanto não se recupera a figura (haveria tanto a dizer sobre isto...).

 

Chegar (finalmente!) o calor, ir toda lampeira buscar o vestido e...

 

Constatar que sim senhora, fica excelente, exceto na parte em que as mamocas ficam esborrachadas... E o miúdo tinha acabado de mamar!

 

Voltar a guardar o vestido e dizer-lhe adeus, vemo-nos no verão do próximo ano!

 

97d3c440ebe143402d94e4dd8dc4b6cc.jpg

 

 

 

Bébé a bordo #13: as coisas chatas da gravidez

Quem disse que a gravidez era "um estado de graça" das duas uma, ou era homem ou então teve uma gravidez santa. A verdade é que a gravidez da M. foi relativamente tranquila e sem grandes stresses. Mas esta última já envolveu outro tipo de chatices e digo-vos que se tivesse sido a minha primeira, teria pensado duas vezes antes de avançar para uma próxima.

 

1928019_1437684382.jpg

 

Primeiro, o descolamento inicial que tantas preocupações nos deu. Não tínhamos contado a ninguém, só podíamos desabafar um com o outro e foram umas semanas de aflição.

 

Seguiram-se os enjoos do demo que me faziam ter vontade de andar agarrada à sanita... Valeu-me o Nausefe. Mas e quando esgotou? Foi um suplício conseguir manter alguma comida no estômago e conseguir trabalhar.

 

693714ab6173a4521fd721266ee1b856.jpg

 

Depois pelas 30 semanas e no seguimento de uma ecografia, a notícia que o rapaz não estava a engordar o que deveria. Recomendações para descansar e comer mais, acabei por vir para casa de baixa com ordens para repouso e muita e boa comida. E felizmente o rapazola nasceu gordito e bom, como diria a minha avó.

 

Mais para o final, umas comichões pelo corpo que me levaram duas vezes às urgências, sendo que da última vez fiquei em observação durante a noite e só tive alta na tarde seguinte. Em ambas as vezes, não se confirmou a suspeita de colestase gravídica, portanto acho que deviam ser mesmo as minhas alergias em alta. Por essa altura, estava de 39 semanas e foi-me proposta a indução, porque segundo a médica de plantão "não ia andar sempre a correr para a urgência por causa das comichões". Pois bem, lá lhe disse que preferia que a coisa se desenrolasse naturalmente ( mal sabia eu!) e foi-me informado que ia ficar registado no meu processo que tinha recusado a indução. Enfim, terá sido a única vez em que não me senti tão bem acompanhada no CMIN.

 

E finalmente, algo que me acompanhou em ambas as gravidezes - o fato de não ser imune à toxoplasmose. Eu, paranóica me confesso. Portanto, deixei de comer tudo o que fosse cru. E a dificuldade em comer fora de casa? Cheguei à conclusão que tuga que é tuga, gosta de polvilhar tudo com salsa crua. De deitar rodela de limão na coca-cola. Da bela da salada no prato. E quando uma pessoa diz que quer o prato do dia sem salada e lhe aparece o prato com a salada? Posso-vos dizer que uma vez passei-me dos carretos com um empregado de mesa que ainda se achou com razão e me disse " que mal faz uma saladinha?!". Nunca mais lá pus os pés. E convenhamos que não ser-se imune à toxoplasmose implica deixar de comer muita coisinha boa... O que vale é que já tirei a barriga de misérias. E já comi a bela da alheira, quilos de morangos e cerejas, carne mal passada, sushi, mousse de chocolate... you name it!

 

E por aí, quais foram as vossas "chatices"?

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Follow on Bloglovin
SweetCare - Saúde, Beleza e Cosmética

Posts mais comentados

Calendário

Julho 2018

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031