Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

life Inc.

Beauty & Lifestyle

In Fashion #37: Midi Skirt

A peça "saia" é praticamente inexistente no meu roupeiro. As poucas que tenho, uso "quando o rei faz anos" e não está propriamente no meu top de preferências. Neste momento tenho a uso, uma saia comprida, uma pencil skirt beige, uma saia tubo preta e uma saia de ganga e raramente lhes pego, nem sei muito bem porquê.

 

Mas... ando curiosa para experimentar o novo comprimento de saia que tanto se vê por aí - a midi skirt. Em versão fluída, porque em tubo é coisa para me fazer parecer uma chouriça rechonchudita. E mesmo assim tenho algumas dúvidas se este modelo é capaz de me ficar bem mas nada como experimentar! Adorei o modelo da Zara, existe também em preto e parece-me a melhor opção.

 

1165249605_1_1_1.jpgZara

 hmprod2.jpghmprod.jpgH&M

9398344800_2_1_1.jpgPull&Bear

 

Gostam deste modelo ou nem por isso?

 

xoxo

cindy

 

Coisas que não entendo #12

É de rir ( ou chorar, dependendo da perspetiva) quando determinadas reportagens/artigos/entrevistas começam a ser partilhados nas redes sociais e de repente começa tudo a tomar resoluções de vida. Acredito que seja com a melhor das intenções mas convenhamos que a) ninguém descobriu a pólvora, b) é chato ver a mesma coisa partilhada vezes sem conta, c) a maior parte das vezes são assuntos mais que batidos, que todos sabemos mas que optámos por não lhes dar a atenção que merecem antes.

 

Falo disto a propósito da reportagem da Sic sobre alimentação. De repente, começa tudo, "que horror, ai o ice tea não é chá gelado?", "tanto açucar?", "ai os bolicaos fazem mal?"! Estamos a envenenar as crianças e não sabíamos! A sério, senhores? A sério que acham que um bolo que tem a duração de dois meses e está cheio de "e's" é saudável? Acham mesmo que um lanche completo é um iogurte de pintarolas cheio de corantes, conservantes e açucares? E que é melhor beber ice tea em vez de água? Deixem-se de histórias. Infelizmente, como na maior parte das coisas nesta vida, caímos no facilitismo. É muito mais fácil pegar em coisas embaladas e enfiá-las na mochila dos pequenos. Do mesmo modo que é mais apelativo para nós comer bolachas em vez de um pão. No outro dia escandalizei-me ao ler os rótulos dos suissinhos infantis que tinham TODOS amido modificado, o que não é de todo recomendável consumir com frequência ou mesmo NUNCA. Se ler os rótulos de todos os produtos alimentares infantis a sensação é a de que o corpo dos mais pequenos deve ser 70% açucar. Portanto, acho que seria benéfico deixarmos-nos de tretas e pensarmos que efetivamente o açucar - e tantas outras coisas - é de evitar. Deixem de dar rebuçados e chupas às criançinhas sempre que vão ao café, habituem-nas a beber água e a deixar os ditos refigerantes e "sumos naturais" para os dias de (muita) festa, comprem pão em vez de bolachas e vão ver que ainda poupam muito dinheiro. Não gostam de legumes? Metam-nos na panela e passem o molho no fim, fica delicioso e eles nem suspeitam no que ali vai. 

 

Quando eu era pequena levava um iogurte de aroma, um pão e uma peça de fruta ( que às vezes não comia) à laia de merenda para a escola. Não me lembro de haver refrigerantes, sumos ou bolachas ( sem ser água e sal e maria) em casa. Bolicaos e afins também não faziam parte da lista de compras dos meus pais. Nunca gostei de cereais, exceto os de chocolate mas raramente os comia. E sendo agora mãe, todos os cuidados são poucos com a alimentação da Pinypon. Há sempre sopa, prato e fruta. Prefiro fazer os iogurtes do que comprá-los. Às vezes faço bolachas mas tento sempre reduzir no açucar e gorduras. Claro que volta e meia lá faço uma sobremesa, compro um gelado e adoro chocolate. Mas não como outras tantas coisas que sei que não têm benefício nenhum. E principalmente, não as dou à minha filha. Há uns tempos tive uma dificuldade enorme em explicar porque não queria que a Pinypon provasse gomas. Porque lhe daria eu isso? Não tem valor nutricional nenhum e só tem coisas que fazem mal. O mesmo se aplica a rebuçados, chupa chupas, bolos comprados e etc. Aquela porcaria não faz bem nenhum, eu não os como e vou dá-los à pequenita? Não me parece.

 

O texto já vai longo e só queria terminar dizendo que espero que a reportagem tenha aberto os olhos a muita gente, mas que a mudança não se faz através de desafios no facebook do género "21 dias sem açucar" ou a deixar de comer produtos com glutém porque de repente somos todos celíacos. Temos de mudar porque é uma questão de saúde e de educação alimentar. E já agora, deixava uma questão no ar. Quando começará a mudar a alimentação nas escolas?

 

xoxo

cindy

 

 

Há pessoas que não têm espelho em casa #1

Só pode.

 

Porque senão não saíam de casa nos preparos que a seguir menciono e que sinceramente me deixam constrangida. Sim, porque eu sinto-me constrangida pelas figuras alheias, mete-me pena e só peço aos anjinhos que se um dia me lembrar de semelhante haja uma alma caridosa que me segure a tempo.

 

Ora vejamos:

 

  • Os crop tops são muito engraçados... para quem tem uma bariguinha lisa, sem banhola ao dependuro e sem bóias laterais. Como isto corresponde a 10% da população, não se percebe a imensidão de modelitos nas lojas. Ou melhor, tantos há que parece que as mulheres  acham que de repente têm um six pack e lhes fica o máximo andarem de pancita ao léu.
  • Outra coisa que me mete impressão é passar pelo liceu aqui da zona - que a minha irmã frequenta - e ver as meninas com um diminuto par de calções e um top ainda mais mini. A sério que os pais as deixam sair naquelas figuras? A sério que acham normal andarem a mostrar as bochechas do rabo, as mamocas e tutti, tutti? Felizmente que a manocas tem bom senso e sobretudo auto estima para não achar que tem de andar descascada para obter validação do sexo oposto.
  • Já todas sabemos que leggins não são calças. Certo. Mas há pessoas que ainda não perceberam que collants não são leggins. E que se comprarem o tamanho errado, o tecido vai esticar e passa a ser transparente. De modo que além de não ficar bem ver-se a pele à transparência, convenhamos que também não fica nada bem ver-se as cuecas da Hello Kitty ( obrigada Lídia pela imagem), ou o penso higiénico.
  • Outra que me deixa pensativa e a tentar imaginar o raciocínio da pessoa em questão. Domingo é geralmente dia de passeio, quer pelo parque, à beira-mar, onde queiram. E é vê-las a desfilar nos seus tacões de 20 cm, agarradas a eles, a tentarem não se espalhar. E fazem quilómetros nisto. A sério que até sinto alguma admiração porque eu jamais iria "passear" de andas. A expressão "roupa de domingo" nunca fez tanto sentido como quando vejo estas figuretas.

 

Atenção que não quero dizer com isto que as pessoas não se devam vestir a seu gosto. Deve é haver discernimento para sabermos o que nos fica bem ou melhor e que nem todas as modas se adequam a todos os corpos. Concordam?

 

xoxo

cindy

 

 

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Follow on Bloglovin
SweetCare - Saúde, Beleza e Cosmética

Calendário

Junho 2018

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930