Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

life Inc.

Beauty & Lifestyle

Coisas que não entendo #12

É de rir ( ou chorar, dependendo da perspetiva) quando determinadas reportagens/artigos/entrevistas começam a ser partilhados nas redes sociais e de repente começa tudo a tomar resoluções de vida. Acredito que seja com a melhor das intenções mas convenhamos que a) ninguém descobriu a pólvora, b) é chato ver a mesma coisa partilhada vezes sem conta, c) a maior parte das vezes são assuntos mais que batidos, que todos sabemos mas que optámos por não lhes dar a atenção que merecem antes.

 

Falo disto a propósito da reportagem da Sic sobre alimentação. De repente, começa tudo, "que horror, ai o ice tea não é chá gelado?", "tanto açucar?", "ai os bolicaos fazem mal?"! Estamos a envenenar as crianças e não sabíamos! A sério, senhores? A sério que acham que um bolo que tem a duração de dois meses e está cheio de "e's" é saudável? Acham mesmo que um lanche completo é um iogurte de pintarolas cheio de corantes, conservantes e açucares? E que é melhor beber ice tea em vez de água? Deixem-se de histórias. Infelizmente, como na maior parte das coisas nesta vida, caímos no facilitismo. É muito mais fácil pegar em coisas embaladas e enfiá-las na mochila dos pequenos. Do mesmo modo que é mais apelativo para nós comer bolachas em vez de um pão. No outro dia escandalizei-me ao ler os rótulos dos suissinhos infantis que tinham TODOS amido modificado, o que não é de todo recomendável consumir com frequência ou mesmo NUNCA. Se ler os rótulos de todos os produtos alimentares infantis a sensação é a de que o corpo dos mais pequenos deve ser 70% açucar. Portanto, acho que seria benéfico deixarmos-nos de tretas e pensarmos que efetivamente o açucar - e tantas outras coisas - é de evitar. Deixem de dar rebuçados e chupas às criançinhas sempre que vão ao café, habituem-nas a beber água e a deixar os ditos refigerantes e "sumos naturais" para os dias de (muita) festa, comprem pão em vez de bolachas e vão ver que ainda poupam muito dinheiro. Não gostam de legumes? Metam-nos na panela e passem o molho no fim, fica delicioso e eles nem suspeitam no que ali vai. 

 

Quando eu era pequena levava um iogurte de aroma, um pão e uma peça de fruta ( que às vezes não comia) à laia de merenda para a escola. Não me lembro de haver refrigerantes, sumos ou bolachas ( sem ser água e sal e maria) em casa. Bolicaos e afins também não faziam parte da lista de compras dos meus pais. Nunca gostei de cereais, exceto os de chocolate mas raramente os comia. E sendo agora mãe, todos os cuidados são poucos com a alimentação da Pinypon. Há sempre sopa, prato e fruta. Prefiro fazer os iogurtes do que comprá-los. Às vezes faço bolachas mas tento sempre reduzir no açucar e gorduras. Claro que volta e meia lá faço uma sobremesa, compro um gelado e adoro chocolate. Mas não como outras tantas coisas que sei que não têm benefício nenhum. E principalmente, não as dou à minha filha. Há uns tempos tive uma dificuldade enorme em explicar porque não queria que a Pinypon provasse gomas. Porque lhe daria eu isso? Não tem valor nutricional nenhum e só tem coisas que fazem mal. O mesmo se aplica a rebuçados, chupa chupas, bolos comprados e etc. Aquela porcaria não faz bem nenhum, eu não os como e vou dá-los à pequenita? Não me parece.

 

O texto já vai longo e só queria terminar dizendo que espero que a reportagem tenha aberto os olhos a muita gente, mas que a mudança não se faz através de desafios no facebook do género "21 dias sem açucar" ou a deixar de comer produtos com glutém porque de repente somos todos celíacos. Temos de mudar porque é uma questão de saúde e de educação alimentar. E já agora, deixava uma questão no ar. Quando começará a mudar a alimentação nas escolas?

 

xoxo

cindy

 

 

Polémicas gastronómicas

Um dos meus chefs culinários preferidos é o Jamie Oliver, gosto sobretudo da forma despretensiosa como cozinha, da sua desenvoltura e claro, da sua luta contra a comida processada que abundava nas escolas do reino unido. Digamos que a sua inspiração é sobretudo a cozinha italiana, mas também gosta de se aventurar em versões de pratos representantes das mais variadas cozinhas e culturas.

 

Um destes dias o querido Jamie publica o seguinte petisco no seu FB...

 

Sem Título.png Bacalhau à Brás?!

 

O que ele foi fazer... ou melhor, o que ele foi cozinhar e mostrar... Conseguiu "irritar" uma nação inteira que se insurgiu contra o aspeto seco de um dos pratos nacionais. E o que eu me ri com os comentários!!! Não os censuro porque realmente aquilo parece tudo menos bacalhau à brás... aliás nem vejo bacalhau, apenas as batatas em palitos e azeitonas meias mirradas. A própria Riberalves convidou o chef para vir a Portugal conhecer as nossas mil e uma maneiras de cozinhar o bacalhau! Resta saber se vai aceitar o convite, só lhe ficava bem!

 

1.png

 Mas continuo a gostar da Jamie, é bom moço. Só tem de aprender a cozinhar bacalhau!

 

xoxo

cindy

 

 

Nós, mulheres

Muitas das vezes dou por mim a pensar que nós mulheres somos as nossas piores inimigas. Em vez de sermos solidárias com quem é do nosso género, somos críticas até dizer basta, adoramos dizer mal pelas costas e preocupamo-nos com a vida alheia, em vez de muitas vezes olharmos pela nossa. Não é segredo por estas bandas que tenho mais amigos homens que mulheres.

 

E esta introdução vem a respeito de quê?

 

Um destes dias a Fernanda do Blog da Carlota - que eu gosto imenso de ler - posta uma foto sua na praia, cerca de uma semana depois de ter sido mãe pela segunda vez. Barriguinha impecável e moreninha, quem me dera. Pois que recebeu logo um chorrilho de comentários parvos de como era possível ter sido mãe há uma semana e estar na praia, sem barriga e sem a filha recém nascida? Tinha-a abandonado, a malandra. Alguém chegou mesmo a comentar que hoje em dia se praticava uma maternidade desprendida e se deixavam os filhos em segundo plano. E como é que estava na praia, não tinha sangramento? A sério, pessoas?! Menos! Sim, nós mães temos de ser abnegadas e nada de sair do lado das crias nos primeiros meses. Nem podemos pensar em nós, credo, está fora de questão. E que ousadia, passada uma semana andar de biquini, imagine-se a oferecida. Eu não conheço a Fernanda de lado nenhum, mas pelo que leio no blog depreendo que seja uma mãe babada e dedicada a tempo inteiro. E além da bébé recém-nascida tem uma filha que certamente também merece a atenção dela e fazer programas com a mãe.

 

Novo dia, nova polémica, desta vez com a Mafalda Pinto Leite que comentou que num passeio se pôs a ver as vistas e concluiu que o povo português está gordo e com ar pouco saudável. Pois que lhe saltaram em cima, já não se pode ser gordo?! Temos de andar de burka? Basicamente focaram-se na parte estética ou melhor inestética do comentário em vez de se debruçarem sobre a questão da saúde. Ainda a semana passada eu falei disso aqui no blog e não podia estar mais de acordo. Não me venham com a conversa que é da crise e as pessoas comem mal porque uma sopa alimenta e é barata. E é ir ao supermercado e ver os carrinhos cheios de porcarias e ainda por cima porcarias caras.

 

Pessoas - mulheres em particular - foquem-se na vossa vida, deixem de ser mázinhas porque nunca sabemos se vamos ter telhados de vidro.

 

xoxo

cindy

Polémicas...

Anda por aí tudo a falar da Pepa e da polémica toda em volta dos vídeos da Samsung... E sabem que mais?

 

Acho isto tudo de uma falta de nível tal que o meu único comentário será este.

 

Antes de criticarem os outros e chamarem a rapariga de snob, queque, barbie, rica, insensível à crise e sei lá mais o quê, olhem para o vosso próprio umbigo e pensem se gostavam de ser estereótipados e rotulados por pessoas que não vos conhecem de lado nenhum.

 

Enão, a Samsung não devia ter retirado os vídeos, afinal de contas contratou os bloggers para eles falarem deles próprios. Mas à Samsung tanto se lhe dá, tem publicidade de um modo ou outro.

 

xoxo

cindy

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Follow on Bloglovin
SweetCare - Saúde, Beleza e Cosmética

Calendário

Junho 2018

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930