Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

life Inc.

Beauty & Lifestyle

Cogumelos Portobello Recheados

Cá por casa temos andado a tentar mudar alguns hábitos alimentares. Acho que nos últimos meses não temos comido tão bem como seria desejável mas efetivamente quando andamos a cair de sono ou cansados a última coisa que me apetece é ir enfiar-me na cozinha e engendrar uma refeição. Acabamos por recorrer muitas vezes ao take away ou entregas em casa e isso não é de todo o mais saudável.

 

A par disto, eu enfiei na cabeça que ia perder os 4 quilos que me faltam e 2 já se foram. O problema é que quando anda stressada - o meu estado dos últimos meses - só me apetece comer porcarias e tem sido complicado gerir isso, ainda para mais com estas noites mal dormidas dos últimos tempos. Mas lá têm saído umas receitas mais "light" e saudáveis, sem grande esforço e cheias de sabor, como estes cogumelos portobello recheados.

 

67887091_2541071212619780_7728953666748547072_n.jp

 

Ingredientes

 

4 cogumelos portobello

1 tomate maduro

4 cogumelos castanhos cortados em pedacinhos

queijo emental qb

alho em pó qb

mangericão qb

azeite qb

sal qb

 

Numa frigideira saltear os cogumelos partidos aos pedacinhos em azeite e alho em pó. Juntar o tomate também cortado em pedaços pequenos, juntar o mangericão e temperar. Numa assadeira dispôr os cogumelos portobello - limpos e secos - pincelar com azeite e rechear com o preparado anterior. Colocar o queijo e pressionar. Levar ao forno até os cogumelos estarem dourados e gratinados.

 

Bon apetit!

 

PS: podem também juntar uns pedacinhos de bacon ao salteado de cogumelos!

___________________________________________________________________________________________________ Se gostaram de ler este post e não querem perder pitada das novidades aqui no blog, basta subscrever o blog por e-mail e seguir-me nas redes sociais Instagram e Facebook ( tudo na na barra lateral direita). ___________________________________________________________________________________________________

Bébé a bordo #21: a papa

Depois da introdução da sopa e de alguns legumes - já experimentámos batata, cebola, abóbora, courgette e alface - chegou a vez da papa. E se há 6 anos atrás foi chegar ao supermercado e escolher uma das papas das prateleiras, desta vez o processo foi outro.

 

Hoje em dia há toda uma consciencialização dos efeitos nefastos do açucar que está presente na maior parte dos alimentos processados que consumimos. E se é verdade que não sou fundamentalista e a minha filhota mais velha vai comendo um chocolate e umas lambarices, fiquei chocada com a quantidade de açucar presente nas ditas papas para bebés. As marcas que analisei tinham todas entre 16g a 20g de açúcar por dose. Ora bem, isto é o equivalente a cerca de 3 pacotes de açucar.

 

Já tinha ouvido falar da Holle, uma marca de alimentação infantil que utiliza apenas matérias-primas provenientes da agricultura biodinâmica e biológica, respeitando o cuidado e o valor nutricional durante todo o processo. Numa das minhas idas ao Celeiro, fui pesquisar as variedades existentes e o preço. Sim, porque o fator económico também é importante. Optei por trazer a papa de milho, sem glúten e para preparar com água, de acordo com as indicações do pediatra de que devíamos começar pela papa sem glúten. Esta papa tem apenas 4.9g de açúcar por dose, estão a ver a diferença? E o preço não é nada de descabido... comprei-a por cerca de 3€.

 

46497908_335455443700707_3083162197786886144_n.jpg

 

E será que baby Pêpê gostou? Bem, lambeu-se todo. Efetivamente, para nós aquilo não sabe a nada mas a verdade é que eles não têm o paladar habituado ao doce como nós... Tem comido super bem e é o que nós queremos.

 

Entretanto, a Nestlé lançou a nova gama Cerelac Seleção da Natureza, sem açucares adicionados. Comprei a de Aveia, Manga e Banana para ir alternando mas está ali à espera que iniciemos o glúten já que a aveia pode por contaminação conter o mesmo. a composição não difere muito da Holle e será uma alternativa a ter em conta.

 

E por aí, quem já começou a papa? São sensíveis a esta questão do açucar?

 

___________________________________________________________________________________________________ Se gostaram de ler este post e não querem perder pitada das novidades aqui no blog, basta subscrever o blog por e-mail e seguir-me nas redes sociais Instagram e Facebook ( tudo na na barra lateral direita). ___________________________________________________________________________________________________

Dicas da Marta #26: Squeez

Na minha saga de pesquisa de lanches saudáveis para a mais velha levar para a escola, deparei-me com estes pacotinhos de seu nome Squeez e adorei o conceito!

 

Squeez é uma marca portuguesa de pacotinhos reutilizáveis que podemos usar para transportar purés de furta, batidos, sumos, iogurtes, papas e afins. Aqui, o conceito-chave é mesmo "reutilizáveis". São fáceis de encher através da abertura no fundo do pacotinho, fáceis de fechar através do duplo fecho para evitar acidentes, fáceis de usar, lavar e reutilizar! São ainda livres de BPA, PVC e Ftalatos e podem ir a lavar na máquina da louça até 70º. A capacidade varia entre 100ml, 150ml e 200ml.

 

Infografia Pacotes Pacotinhos Saquetas.png

Estão a ver o meu entusiasmo quando me chegou um pack cá em casa, mesmo a  tempo do início das aulas? Comecei logo a planear o que ia levar nos pacotinhos e a pesquisar receitas!!! Para já têm servido para levar iogurtes, smoothies e sumos.

 

IMG_1867.jpg

Basta preparar a paparoca e enfiar dentro do pacotinho pela abertura na base dos mesmos. Depois é só usar o duplo fecho na nase para evitar acidentes. Na lavagem na máquina podem colocar a tampinha dentro e assim evitam que os sacos fechem e possibilitam a entrada da água durante a lavagem. Super fácil!

IMG_1865.jpg

 

Em relação à conservação, segundo a marca os pacotinhos aguentam os purés de fruta até 5 dias, os batidos e iogurtes 4 dias. Para evitar a oxidação da fruta, nada como acrescentar umas gotas de limão aos purés! Para transportar, usar uma mala térmica e uma cuvete de gelo. Podem ler este FAQ que está tudo lá muito bem explicado.

 

Na loja online existem vários packs e também alguns acessórios que vêm complementar os pacotinhos e ainda torná-los mais práticos. Adorei estas colheres que se enroscam no bocal e permitem que os bébés comam diretamente do pacotinho. Vou seguramente encomendá-las quando iniciar a alimentação do P. agora aos 6 meses, assim evitam-se boiões e papas fora de casa.

 

Já conheciam o conceito? Estou fã!

___________________________________________________________________________________________________ Se gostaram de ler este post e não querem perder pitada das novidades aqui no blog, basta subscrever o blog por e-mail e seguir-me nas redes sociais Instagram e Facebook ( tudo na na barra lateral direita). ___________________________________________________________________________________________________

Regresso às aulas #2

Vamos falar de lanches para os mais novos?

 

Com a entrada no primeiro ano, a M. tem de levar lanche todos os dias para meio da manhã. A câmara fornece leite com chocolate para esse lanche mas nem ela gosta nem eu quero que ela beba isso todos os dias. E muito haveria a dizer sobre o porquê de ser leite achocolatado em vez de leite simples... se nem as entidades dão o exemplo!

 

A nossa M. sempre comeu bem e sem esquisitices mas no último ano resolveu que havia de dizer que não gosta de quase nada do que lhe põem no prato. Cá em casa tem bom remédio: come na mesma! Mas tem sido um desafio ao pequeno almoço conseguir que ela coma sem demorar uma eternidade e ir variando o conteúdo. Por outro lado, está a dever quase 2 kg à balança pelo que tem mesmo de se alimentar em condições.

 

O meu desafio: mandar um lanche que seja saudável qb e que ela coma sem refilar! No fim de semana abasteci-me no supermercado e agora é ir alternando as iguarias. Tento sempre que leve uma peça de fruta, uns hidratos e leite simples ou iogurte. Já sabem que eu gosto de fazer bolachas e bolos caseiros, acho que é uma ótima maneira de conseguirmos controlar os ingredientes e evitar muitas das porcarias que as bolachas de supermercado têm.

 

E por adorar fazer eu as coisas, adorei estes pacotinhos da Squeez que chegaram cá a casa e que vão dar imenso jeito para os lanches - por serem reutilizáveis, podemos utilizá-los vezes sem conta e enchê-los com sumos, batidos, iogurte ou até purés de fruta! Aguardem por um próximo post sobre eles porque efetivamente vieram facilitar muito esta preparação dos lanches.

IMG_20180917_124030.jpg

 

Para levar o lanche levamos a lancheira habitual que já usamos desde que ela era bébé e que continua impecável! Falta agora comprar um cantil pequeno e umas caixinhas para distribuir o lanche. Hoje em dia há coisas tão giras que até me apetece comprar para mim e estas da Caramello Store e da Little Cloud são de babar!

cad241_1ca27a53b87f4cbbbab718e0b0e144a3~mv2.jpg

cad241_cfdd9d3d1975464e83953af6b001f563~mv2.jpg

Caramello Store

 

unicornboxes1.jpg

cloudlunchbox1.jpg

Little Cloud

 

___________________________________________________________________________________________________ Se gostaram de ler este post e não querem perder pitada das novidades aqui no blog, basta subscrever o blog por e-mail e seguir-me nas redes sociais Instagram e Facebook ( tudo na na barra lateral direita). ___________________________________________________________________________________________________

Em modo fada do lar #8

Quem quer uma receita maravilhosa e saudável?

IMG_20160526_121644.jpg

 

 

Há uns dias andei a pesquisar receitas de brownies... mas não queria nada encher-me de manteigas, óleos e acuçar. Finalmente lá encontrei uma receita que prometia ser ótima e de "porcarias" tinha pouco, portanto lá deitei mãos à massa. Acabei por fazer algumas alterações - alguns dos ingredientes como óleo de côco não tinha - e deixo-vos aqui a receita adaptada, já que resultou muito bem e ficou deliciosa! Usei farinha de alfarroba, uma ótima substituta do cacau e que dá um sabor intenso achocolatado.

 

Ingredientes:

 

2 ovos

4 c s açucar mascavado

1/3 chávena de azeite

1 e 1/2 chávena de farinha de amêndoa

1/2 chávena de farinha de alfarroba

1 cc fermento em pó

2 c s cacau

1/2 cc sal

morangos qb

 

Preparação

 

Bater os ovos com o açucar até obter uam mistura fofa. Adicionar o azeite e bater bem. Juntar os ingredientes secos e envolver. Forrar uma forma redonda ou retangular com papel cegetal, untar com gordura (usei manteiga) e deitar a mistura. Colocar morangos partidos sobre a massa e levar ao forno 15 minutos, convém não cozer em demasia! E voilá, podem comer à vontade!

 

xoxo

cindy

___________________________________________________________________________________________________ Se gostaram de ler este post e não querem perder pitada das novidades aqui no blog, basta subscrever o blog por e-mail e seguir-me nas redes sociais Instagram e Facebook ( tudo na na barra lateral direita). ___________________________________________________________________________________________________

Coisas boas

Um destes dias chegou cá a casa uma caixa com um conteúdo muito apetitoso! Já conhecem os Veegs? Cá em casa somos super fãs da Fruut que tem feito imenso sucesso com os seus snacks de fruta desidratada e portanto acolhemos de bom grado este lançamento da mesma empresa, desta vez tendo como alvo os vegetais.

 

IMG_7399.JPGIMG_7557.JPG

 Os Veegs existem em duas variedades - cebola atrevida e batata doce inocente - e são simplesmente deliciosos, para além de super saudáveis, sendo uma boa alternativa às batatas fritas e snacks fritos e salgados. Numa altura em que muito se fala em alimentação saudável, acho uma mais valia termos acesso a este tipo de alimentos. Já tinha o hábito de fazer chips de batata doce de vez em quando e por isso vejo com agrado a versão "pacote" que dá bem menos trabalho! A pequenota cá de casa ficou fã e agora além de devorar os Fruut de maçã vermelha, também pede os Veegs de batata-doce! E digo-vos que a cebola atrevida resulta muito bem como "topping" de determinadas refeições ou até mesmo em saladas.

 

1b42704a9fb4c3b3666b15e9bd79bb9e_L.jpg

 "A Frueat procura com a Veegs reforçar a sua oferta de produtos 100% naturais e saborosos, alargando-a a novos momentos e experiências de consumo, procurando marcar presença nos corredores de saúde e bem-estar. A alimentação saudável e a procura de sabores genuínos são grandes tendências do mercado alimentar"

 

Ideal para saborear sem culpas! Quem já conhecia?

 

xoxo

cindy

___________________________________________________________________________________________________ Se gostaram de ler este post e não querem perder pitada das novidades aqui no blog, basta subscrever o blog por e-mail e seguir-me nas redes sociais Instagram e Facebook ( tudo na na barra lateral direita). ___________________________________________________________________________________________________

Em modo fada do lar #7

Ando super gulosa, só me apetecem doces!!! Um horror!

 

Hoje ao lanche apetecia-me algo bom mas que não fosse proibitivo e portanto lembrei-me destas panquecas de cacau que tinha visto algures neste mundo da internet. Super fáceis de fazer, saudáveis, e o mais importante, saciantes para aqueles momentos em que só nos apetece um docinho ou comer o mundo e o outro. Dividi com a Pinypon e ficaram mais que aprovadas.

 

20160310_171907.jpg

 

Ingredientes:

 

1 banana

2 ovos

1 cs manteiga de amendoim (compro no celeiro e é só mesmo amendoim)

2 cs cacau em pó magro

 

Preparação

 

Tudo no liquidificador e bater até obter uma mistura cremosa. Colocar numa figideira, quando fizer bolhinhas é só virar. Dá para cerca de 4 panquecas. Servi com morangos, iogurte natural, sementes de chia e um fio de mel!!! Combinação perfeita!

 

xoxo

cindy

___________________________________________________________________________________________________ Se gostaram de ler este post e não querem perder pitada das novidades aqui no blog, basta subscrever o blog por e-mail e seguir-me nas redes sociais Instagram e Facebook ( tudo na na barra lateral direita). ___________________________________________________________________________________________________

Da alimentação saudável

Quem me conhece sabe o quanto gulosa sou... adoro doces, salgados nem tanto e devoro chocolate. Sempre tive o colesterol nos valores limites e embora a maior parte dos médicos desvalorizasse o fato, sempre me senti preocupada com a situação e com o impato que poderia ter na minha saúde no futuro.

 

Comecei aos poucos a cortar no que sabia não ser tão saudável... olhando para trás vejo que foi um processo gradual. O fato de também ter deixado de fazer refeições fora de casa ajudou e muito. Já nem me lembro da última vez que fui ao Macdonalds e afins, nem bebo coca cola há imenso tempo. Deixei de colocar açucar no café, no chá nunca pus e deixei de beber leite. Ao mesmo tempo, comecei  introduzir novos alimentos, sementes, aveia, bulgur, quinoa, manteiga de amendoim, leites vegetais, isto tudo sem fundamentalismos.

 

Tirando os doces, cá em casa sempre tentámos levar uma alimentação saudável com poucos pecados à mistura. Há sempre sopa, priveligiamos os estufados, fritos nem vê-los, nada de refrigerantes, cereais, bolachas e iogurtes sou eu que os faço... bem como o leite vegetal de aveia de que aqui já falei. Estas alterações fazem com que as facadas que vou dando não sejam tão impraticáveis. Não pensem que ando por aí a comer saladas, adoro uma bela francesinha e um hamburguer. Mas em vez de ir comer um ao Macdonalds, prefiro ir à hamburgueria e saber o que estou a comer...

 

E ao fazer as análises do pré operatório pude constatar que os meus valores estão abaixo do habitual, o que só demonstra que pequenos gestos fazem a diferença. Nem me lembro de alguma vez o meu colesterol estar tão bom!

 

E vocês, têm cuidado com a alimentação?

 

xoxo

cindy

___________________________________________________________________________________________________ Se gostaram de ler este post e não querem perder pitada das novidades aqui no blog, basta subscrever o blog por e-mail e seguir-me nas redes sociais Instagram e Facebook ( tudo na na barra lateral direita). ___________________________________________________________________________________________________

Em modo fada do lar #4

Já sabem que não bebo leito há um bom par de anos mas confesso que às vezes sinto saudades da bela meia de leite ou galão ao pequeno-almoço. Durante algum tempo consumi leite de soja mas depois cheguei à conclusão que além de não ser economicamente viável, o excesso de soja pode ser prejudicial ao nosso organismo, sem falar do excesso de açucar que os leites vegetais têm na sua composição.

 

Ultimamente fiz alguma pesquisa sobre o modo de manufatura das alternativas vegetais e resolvi experimentar fazer leite de amêndoa. Esta receita serve de base a qualquer leite vegetal e além de simples é saborosa!

 

Ingredientes:

 

20 amêndoas

1 litro de água

aroma de baunilha (eu não usei)

 

Preparação:

 

Deixar as amêndoas de molho, preferencialmente de um dia para o outro. Escorrer e reservar. Num liquidificador colocar as amêndoas e a água e bater por um minuto. Com uma gaze, coar o líquido, escorrer e colocar numa garrafa. Aguenta 3 a 4 dias no frio.

 

Já experimentei com café e em batidos, fica ótimo! Nos próximos tempos vou experimentar fazer de aveia! Se fizerem as contas, vão ver que sai super barato fazer o leite em casa e ao menos sabem o que estão a consumir. Aliás, é por isso que cada vez mais gosto de ser eu a fazer as coisas em casa.

 

xoxo

cindy

___________________________________________________________________________________________________ Se gostaram de ler este post e não querem perder pitada das novidades aqui no blog, basta subscrever o blog por e-mail e seguir-me nas redes sociais Instagram e Facebook ( tudo na na barra lateral direita). ___________________________________________________________________________________________________

Em modo fada do lar

Ontem baixou a fada da culinária que há em mim. Também têm dias assim?

 

Aquilo foi fazer bolachas de sésamo, iogurtes e uma sobremesa de gelatina... tivesse eu mais espaço no frigorífico e mais teria confecionado! Já sabem que adoro cozinhar e agora que tenho uma ajudante, aproveito muito mais!

 

21283_10200395257600344_6714682636742485370_n.jpg1560407_10200393821164434_9158832807645037104_n.jp11190777_922542637809998_188243021_n.jpg

As bolachas são sem dúvida para repetir, são salgadas e crocantes, ideias para comer com queijo creme! A Pinypon ficou fã e até pediu para levar algumas quando fomos ao parque de tarde. Depois de provar as gelatinas de iogurte que andam por aí no supermercado lembrei-me de experimentar fazer gelatina, adicionar fruta laminada e iogurte natural. A fruta fica em cima, o iogurte assenta no fundo e resulta numa sobremesa por camadas. Para quem quiser o mesmo resultado das de supermercado é só misturar o iogurte na gelatina. E entretanto descobri como fazer iogurte grego em casa, quando experimentar conto tudo aqui!

 

Bom fim de semana!

 

xoxo

cindy

___________________________________________________________________________________________________ Se gostaram de ler este post e não querem perder pitada das novidades aqui no blog, basta subscrever o blog por e-mail e seguir-me nas redes sociais Instagram e Facebook ( tudo na na barra lateral direita). ___________________________________________________________________________________________________

Meet the Blogger

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Contato de e-mail

daybiday@sapo.pt

@life_inc_blog
Follow on Bloglovin

Parcerias

Compre aqui

SweetCare - Saúde, Beleza e Cosmética

Calendário

Dezembro 2019

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031