Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

life Inc.

Beauty & Lifestyle

Dezembro!

Começámos o mês com a nossa tradição de fazer a árvore de Natal no dia 1 de dezembro.

 

Vestimo-nos a preceito - que é como quem diz, enfiámos os barretes de pai natal - e toca a caprichar na decoração. Na verdade, estou a pintar um quadro mais cor de rosa que a realidade que foi mais fazer a árvore com uma criança exitadíssima, um bébé que não estava a perceber nada e dois pais que começaram entusiasmados e acabaram cansadíssimos. Eu sei que não é só aqui que às vezes as expetativas saem goradas mas fico sempre um bocadinho triste.

 

De tarde, fui sair com a filhota para um programa a duas. O plano era irmos ver o concerto da Carolina Deslandes nos Aliados e depois assistirmos ao ligar da iluminação da árvore de natal. Fartámo-nos de andar, fomos beber um chocolate quente, ela ainda comeu algodão doce e ficámos as duas pegajosas... alguém sabe como tirar esta mistela dos casacos? Viemos embora no final do fogo de artifício e do acender das luzes. Estávamos de rastos e fartas de tanta gente mas foi giro.

 

47223811_329724264516624_8947783574816292864_n.jpg

47580423_257705164921870_1256657420210405376_n.jpg

 

E por aí, já estão em modo natalício?

O tempo perguntou ao tempo quanto tempo o tempo tem

Assusta-me a velocidade com que o tempo passa. Este ano tem passado a voar e teve tantas coisas boas mas também algumas más - a morte da minha avó e de outras pessoas que de algum modo me tocaram. Entre Março e Maio houve dias negros e tristes mas a partir daí tudo se foi compondo. E não sei como, estamos em finais de Novembro!

 

time-flies-quote.png

 

Às vezes parece-me que vivemos de acontecimento em acontecimento e os dias pelo meio vão ficando esquecidos e em piloto automático. São as férias, depois o regresso às aulas, o outono, o natal and so on... Os fins de semana passam a correr ou porque temos planos ou porque queremos fazer o que não fizemos durante a semana e vai ficando em lista de espera. São as coisas que ficam por fazer no ram-ram dos dias, no "não tenho tempo", amanhã faço. Muitas vezes dou por mim a prometer, "quando a M chegar da escola, vamos fazer alguma atividade...". E depois ela chega, e na maior parte das vezes acabamos por não fazer nada. Ou porque ela chega e é birra atrás de birra, eu canso-me e desisto. Ou porque entre dar banhos, preparar o jantar, dar mama ao bebé e arranjar as coisas para o dia seguinte... não sobra tempo. Lá volto eu ao tempo... ou falta dele.

 

Tenho a sensação que falta tempo para não fazer nada... simplesmente estar.  Muitas vezes olho para os filhotes e apetecia-me congelar o tempo. Resta-me a esperança que eles se lembrem de quando eram pequeninos e a mãe lhes fazia panquecas para o pequeno almoço ou que a M. recorde de irmos apanhar folhas e paus no Outono e jogar à bola com o pai, tal como eu me lembro de fazer pastés de nata com a minha mãe e avó ou de jogar o mastermind com o meu pai.

 

Dá para ver que estou nostálgica? E ainda nem chegou o fim do ano...

 

 

Welcome November

Novembro chegou e tenho esperança que seja um bom mês!

 

Hello-November-on-nature-landscape-with-lake-and-y

  

O frio instalou-se e sabe mesmo bem estar no aconchego do lar com umas malhas quentinhas e umas mantinhas. Só dispensava a chuva que nos tem mantido em casa. Já temos novamente o bébé constipado - isto acaba quando? Vai ser assim todo o Inverno? A verdade é que andamos todos fungosos e ranhosos e não há meio de nos livrarmos destes virus todos.

 

A licença do pai também está a acabar e vai-nos custar o regresso dele ao trabalho. Baby P. tem adorado que o pai esteja em casa, acorda e procura logo por ele para começar a brincadeira... E custa bem menos em termos de logística estarmos dois em casa! O começar das sopas e papas está aí à porta e estou desejosa de ver a reação. O tempo passa muito rápido como sempre... Tenho tentado aproveitar o máximo este bébé bom mas tenho sempre a sensação que o tempo nos foge e receio de mais tarde não me lembrar das pequenas coisas. Lady M. também está uma crescida, entusiasmada com as aprendizagens do primeiro ano e muito dedicada à escola. A adaptação à nova escola e turma tem corrido bem e estamos já embrenhados na rotina do dia-a-dia.

 

O aniversário do blog também é este mês e se tudo correr bem vamos ter um passatempo para premiar os leitores mais fiéis. E começam os preparativos para o Natal, a escolha dos presentes e as compras... por falar nisso, já se inscreveram no Pai Natal secreto 2018?

 

Um bom mês de Novembro a todos!

Sou finalmente dona de um robot de cozinha

Já andava a magicar nisto há séculos... Comprar uma Bimby estava fora de questão, acho o preço um exagero, a Yammi parecia-me uma solução arriscada porque pelo que leio nos fóruns dá imensos problemas e se temos o azar de nos calhar uma maquineta com defeito a coisa só se resolve com a devolução do dinheiro ao final da 3ª avaria.

 

Falaram-me da Cuisine Companion, uma amiga adicionou-me ao respetivo grupo no FB e fui acompanhando por lá. Comecei também a estar atenta às promoções e quando vi que na Worten havia uma mega promoção de 50% para o modelo mais recente - a IC - lá convenci o S. que precisávamos mesmo disto e fiz olhinhos de Bambi.

www.moulinex.pt.png

 

Portanto, sou agora a feliz detentora de uma I-Companion da Moulinex e estou a rezar para não engordar quilos e quilos com as coisas boas que vejo por essa internet fora! Já saiu uma  sopinha e tenho ali marmelos para fazer marmelada, só estou a ganhar coragem para me aventurar!

 

Wish me luck :)

Um ano mais velha

Na Sexta-feira entrei oficialmente nos 37. É só mais um número, afinal os 30 são os novos 20, certo? Mas assusta-me a velocidade louca com que o tempo passa e o tempo que perdemos com coisas que não importam em vez de aproveitarmos enquanto cá andamos.

 

5934124_keep_calm_que_37_anos_no__nada.png

 

Tenho andado adoentada mas nem isso impediu de ter sido um dia maravilhoso passado a quatro. A M. não teve aulas, fruto da greve dos funcionários da escola e portanto deu para passar o dia conosco. Fui surpreendida com os parabéns ao pequeno-almoço, almoçámos num dos meus restaurantes preferidos e ao final do dia tive a visita dos meus pais e irmão. Foi um dia perfeito!

 

Gostava de agradecer a quem me deu os parabéns quer pelo Instagram, quer pelo Facebook, é bom sentir o vosso carinho!

 

Para o ano há mais!

 

 

Bébé a bordo #19: a licença de parentalidade

Quem já é leitor assíduo aqui no blog, sabe que quando a M. nasceu eu estava desempregada ( não me renovaram o contrato por extinção do posto de trabalho, ainda estava eu grávida!) e depois resolvi começar a trabalhar como freelancer e ficar com ela nos primeiros 3 anos. Isto porque feitas as contas e em plena crise na construção, ter um emprego a recibos verdes e ainda pagar creche não dava com nada por isso foi esta a solução que adotámos e correu super bem. Tive a sorte de ir conquistando clientes e quando finalmente saímos da crise, a coisa estava encaminhada.

 

Quis o destino que em 2016 eu começasse a trabalhar no setor público, pese embora tivesse nessa altura vários projetos em mãos. A decisão foi fácil de tomar... quem não quer um emprego em que sabe que tem segurança a nível remuneratório? Felizmente, pude e posso continuar a projetar fora das horas de trabalho.

 

Mas chegando ao assunto de hoje... Engravidei, o baby nasceu e pedimos a licença de parentalidade - 5 meses para mim, o 6º mês para o pai. Mas pretendendo manter a amamentação até aos 6 meses em exclusivo, começámos a falar de pedir a licença alargada. Não é uma decisão fácil de tomar, os 90 dias possíveis da licença alargada de apenas um progenitor são pagas a 25% apenas. É um enorme rombo no orçamento, principalmente quando já estamos a pagar berçário desde setembro para garantir a vaga. Mas digo-vos que nem sei que me parecia em deixar o baby P. aos 6 meses no berçário, quando a irmã tinha estado comigo até aos 3 anos... Eu sei que são as voltas que a vida dá mas uma pessoa sente-se inevitavelmente culpada nestas coisas dos filhos...

 

licencia-por-maternidad-culpa.jpg

 

Portanto, neste momento está o pai de licença e eu de férias... Só volto ao trabalho em Fevereiro e a adaptação ao berçário será feita a meio de janeiro, progressivamente e esperamos que corra tudo bem. Ontem tivemos reunião de pais e já conseguimos ter uma noção das rotinas que ele terá nessa altura. Os 6 meses estão quase aí - como é possível?! - e a ideia é começar com a alimentação complementar e ir seguindo os horários praticados na creche.

 

Não acham que deviamos poder ficar com os filhotes no primeiro ano? Podem-me falar de como foi convosco? Correu bem a adaptação?

Dicas da Marta #26: Squeez

Na minha saga de pesquisa de lanches saudáveis para a mais velha levar para a escola, deparei-me com estes pacotinhos de seu nome Squeez e adorei o conceito!

 

Squeez é uma marca portuguesa de pacotinhos reutilizáveis que podemos usar para transportar purés de furta, batidos, sumos, iogurtes, papas e afins. Aqui, o conceito-chave é mesmo "reutilizáveis". São fáceis de encher através da abertura no fundo do pacotinho, fáceis de fechar através do duplo fecho para evitar acidentes, fáceis de usar, lavar e reutilizar! São ainda livres de BPA, PVC e Ftalatos e podem ir a lavar na máquina da louça até 70º. A capacidade varia entre 100ml, 150ml e 200ml.

 

Infografia Pacotes Pacotinhos Saquetas.png

Estão a ver o meu entusiasmo quando me chegou um pack cá em casa, mesmo a  tempo do início das aulas? Comecei logo a planear o que ia levar nos pacotinhos e a pesquisar receitas!!! Para já têm servido para levar iogurtes, smoothies e sumos.

 

IMG_1867.jpg

Basta preparar a paparoca e enfiar dentro do pacotinho pela abertura na base dos mesmos. Depois é só usar o duplo fecho na nase para evitar acidentes. Na lavagem na máquina podem colocar a tampinha dentro e assim evitam que os sacos fechem e possibilitam a entrada da água durante a lavagem. Super fácil!

IMG_1865.jpg

 

Em relação à conservação, segundo a marca os pacotinhos aguentam os purés de fruta até 5 dias, os batidos e iogurtes 4 dias. Para evitar a oxidação da fruta, nada como acrescentar umas gotas de limão aos purés! Para transportar, usar uma mala térmica e uma cuvete de gelo. Podem ler este FAQ que está tudo lá muito bem explicado.

 

Na loja online existem vários packs e também alguns acessórios que vêm complementar os pacotinhos e ainda torná-los mais práticos. Adorei estas colheres que se enroscam no bocal e permitem que os bébés comam diretamente do pacotinho. Vou seguramente encomendá-las quando iniciar a alimentação do P. agora aos 6 meses, assim evitam-se boiões e papas fora de casa.

 

Já conheciam o conceito? Estou fã!

Bébé a bordo #18: o sono (ou a falta dele!)

Eu já devia saber do que a casa gasta... Uma pessoa gaba-se de qualquer coisa e o Universo trata de nos trocar as voltas.

 

MjAxMi04OGY2ZWRlODQ2Y2EyNDcw.png

 

O pequeno cá de casa andava a dar umas noites ótimas - verdade seja dita que elas nunca foram más, más. Era deitar depois de mamar pelas 21h e só acordava pelas 4h,5h ou na loucura 6h da manhã. Mamava e ficava aterrado até de manhã. O que já dava para uma pessoa descansar umas horas seguidas e não acordar tipo zombie.

 

Chegaram os 4 meses, as vacinas e uma constipação e o caos instalou-se. Há duas semanas que não se dorme uma noite de jeito cá em casa. Sim, não dormimos os dois porque quando eu já estou em modo desespero, entra o S. em ação. Lorde Pêpê demora a adormecer, depois acorda pelas 2h, mama e acha que não é para dormir mais. Lá o embalamos e mesmo assim às vezes continua na farra. Em desespero de causa acaba por vir dormir no nosso meio, o que eu detesto porque não consigo dormir descansada e acordo toda torta. E o que resulta numa noite, não resulta na outra. Ai ontem adormeci logo? Pega lá uma festa às 6h da manhã para veres o que é bom!

 

668bc110c6fa8462fda88543f5e47eea.jpg

 

Não sei se é uma fase, se foi das vacinas, se é da constipação... Se bem que de noite não lhe tosse e quando dorme, dorme bem. O que é certo é que andamos zombies e derreados, com pouca paciência e de mau humor. E eu lido muito mal com a falta de sono... e coitado do S. que vai trabalhar!

 

Alguma dica?

 

Regresso às aulas #2

Vamos falar de lanches para os mais novos?

 

Com a entrada no primeiro ano, a M. tem de levar lanche todos os dias para meio da manhã. A câmara fornece leite com chocolate para esse lanche mas nem ela gosta nem eu quero que ela beba isso todos os dias. E muito haveria a dizer sobre o porquê de ser leite achocolatado em vez de leite simples... se nem as entidades dão o exemplo!

 

A nossa M. sempre comeu bem e sem esquisitices mas no último ano resolveu que havia de dizer que não gosta de quase nada do que lhe põem no prato. Cá em casa tem bom remédio: come na mesma! Mas tem sido um desafio ao pequeno almoço conseguir que ela coma sem demorar uma eternidade e ir variando o conteúdo. Por outro lado, está a dever quase 2 kg à balança pelo que tem mesmo de se alimentar em condições.

 

O meu desafio: mandar um lanche que seja saudável qb e que ela coma sem refilar! No fim de semana abasteci-me no supermercado e agora é ir alternando as iguarias. Tento sempre que leve uma peça de fruta, uns hidratos e leite simples ou iogurte. Já sabem que eu gosto de fazer bolachas e bolos caseiros, acho que é uma ótima maneira de conseguirmos controlar os ingredientes e evitar muitas das porcarias que as bolachas de supermercado têm.

 

E por adorar fazer eu as coisas, adorei estes pacotinhos da Squeez que chegaram cá a casa e que vão dar imenso jeito para os lanches - por serem reutilizáveis, podemos utilizá-los vezes sem conta e enchê-los com sumos, batidos, iogurte ou até purés de fruta! Aguardem por um próximo post sobre eles porque efetivamente vieram facilitar muito esta preparação dos lanches.

IMG_20180917_124030.jpg

 

Para levar o lanche levamos a lancheira habitual que já usamos desde que ela era bébé e que continua impecável! Falta agora comprar um cantil pequeno e umas caixinhas para distribuir o lanche. Hoje em dia há coisas tão giras que até me apetece comprar para mim e estas da Caramello Store e da Little Cloud são de babar!

cad241_1ca27a53b87f4cbbbab718e0b0e144a3~mv2.jpg

cad241_cfdd9d3d1975464e83953af6b001f563~mv2.jpg

Caramello Store

 

unicornboxes1.jpg

cloudlunchbox1.jpg

Little Cloud

 

Primeiro dia de escola

Ontem começou finalmente a escola! Depois de uma apresentação  levezinha na sexta-feira, que acabou por ser mais para os  pais, segunda-feira foi o começo a valer.

 

top-back-to-school-design-ideas.png

 

Lá foi ela de mochila às costas, a pé com o pai, a cronometrar o tempo que demoraram - 10 minutos, mamã! Sentou-se junto de uma amiguinha que já conhecia e que estava tristonha e lá deixou o pai ir embora. Ainda lhe disse que estava com medo mas aguentou-se bem.

 

Quando a fui buscar ao ATL estava radiante, disse que adorou, a professora era uma querida e que tinha adorado o lanche que enviei - amanhã pode ser igual mamã? Veio carregadíssima com outra mochila cheia de material, oferta da Câmara Municipal do Porto, oferta essa que me teria dado muito jeito antes de ter comprado material que agora temos repetido. Mas como seguramente vai haver necessidade de substituir ao longo do ano, fica já tratado.

 

Lições para o próximo ano letivo:

 

- tratar de encomendar os livros com mais antecedência ou então comprar numa livraria física! Ainda estamos à espera dos  manuais que comprámos na Wook.

- tratar das etiquetas também com mais antecedência.

 

Primeiro dia de escola: desafio superado

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Follow on Bloglovin
SweetCare - Saúde, Beleza e Cosmética

Calendário

Dezembro 2018

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031